As obras para implantação de duas adutoras que irão reforçar a distribuição de água tratada em Teresina seguem em ritmo acelerado. As duas novas redes estão sendo construídas nas zonas Norte e Leste da capital e integram o planejamento da Águas de Teresina para universalização do abastecimento até 2020.

Na obra da Adutora Meio Norte, que sai do Parque Brasil, na zona Norte até a região da Grande Pedra Mole, no extremo Leste da cidade, os trabalhos já passaram da metade, com mais de 5 km de rede implantados. A nova adutora terá 10 km de extensão, com 400 milímetros de diâmetro e capacidade de vazão de 100 litros por segundo.

A outra adutora é a Centro Leste, cuja extensão total é de 3,6 km de extensão e capacidade de vazão de 240 litros por segundo. A obra teve início pela rua Marcos Parente, já passou pela Anfrísio Lobão e percorrerá outras vias na zona Leste. Parte dessa adutora, que possui 600 milímetros de diâmetro, fará a travessia na Ponte Juscelino Kubitschek, que liga as avenidas Frei Serafim e João XXIII.

À medida que as valas vão sendo abertas e a nova tubulação implantada, as equipes já vêm na sequência trabalhando para a recomposição do pavimento e asfalto. Essa dinâmica permite uma melhor organização nos trechos das obras e, principalmente, diminui o impacto para quem trafega por essas vias.

“Estamos trabalhando de forma bem planejada, de maneira que, nos pontos onde há necessidade de interdições ou desvios no trânsito, já acionamos a Strans para dar suporte e tudo tem ocorrido dentro da normalidade. São obras importantes para a cidade e que irão otimizar a distribuição de água beneficiando mais de 170 mil teresinenses diretamente”, destaca Cassiano Costa, gerente de engenharia da Águas de Teresina.

Além das adutoras, a Estação de Tratamento de Água – ETA Norte terá a capacidade ampliada em 50%, otimizando o fornecimento na zona Norte. Com a melhor distribuição, toda a cidade será positivamente impactada. O valor investido nas três obras chega a mais de R$ 21,6 milhões.

A Águas de Teresina tem como meta contratual universalizar o abastecimento de água tratada nas áreas regulares da zona urbana da capital até o próximo ano. As três obras que serão executadas nesse semestre se somam às inúmeras ações que a concessionária tem realizado, como por exemplo, perfuração e ativação de poços tubulares profundos, instalação de booster – unidades de bombeamento, implantação de redes, setorizações e regularização do abastecimento em áreas que passaram por regularização fundiária.

 

Da Redação

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Seja notificado sempre que novas matérias sejam publicadas ou atualizadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Cinema tem pré-estreia de filme sobre pintor Egon Schiele

Mais um final de semana está chegando e, com ele, também tem…

Festival traz clássicos do Cinema Brasileiro de volta às telas do cinema

A partir de dia 1º de novembro, acontece o FESTIVAL REMASTER, CLÁSSICOS DO…