Vídeo mostra momentos depois que dona de bar é morta em tentativa de assalto

Mulher foi morta com tiro no olho direito na madrugada de quarta-feira (27/06)

Publicada em 28 de junho de 2018 - 8:38

Imprimir
Vídeo mostra momentos depois que dona de bar é morta em tentativa de assalto

Última atualização: 28 , junho 2018 - 08:38

latrocínio

Vídeo mostra momentos depois que dona de bar é morta em tentativa de assalto

O crime aconteceu na Rua Doutor Arêa Leão, bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina, quando um homem armado anunciou o assalto.

Publicada em 27 de junho de 2018 - 12:02

Imprimir
Vídeo mostra momentos depois que dona de bar é morta em tentativa de assalto

Última atualização: 27 , junho 2018 - 17:46

O crime que chocou familiares e amigos de Tânia Alves Ribeiro do Nascimento, 50 anos, proprietária do bar “Quintal da Tânia”, localizado no Centro de Teresina, agora têm mais detalhes de como aconteceu o assassinato. Imagens de segurança registraram momentos após o carro onde a vítima estava ser abordado pelo criminoso.

Nas imagens, ainda sem muita resolução, é possível ver que o carro parou após ser atingido e uma pessoa chega correndo até o veículo e sai segundos depois. Nesse momento, Tânia, provavelmente, já teria vindo a óbito após levar um tiro no olho.

O CRIME

Tânia e mais duas mulheres em um carro, modelo Gol, cor vermelha, estavam voltando de uma festa de aniversário por volta das 2 horas da madrugada desta quarta-feira (27/06). Quando chegaram na Rua Doutor Arêa Leão, bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina, um homem armado anunciou o assalto.

De acordo com a polícia, uma das mulheres moravam perto do local do crime, por isso o veículo estava indo em baixa velocidade. O criminoso, então, entrou na frente do carro e acabou atirando contra as vítimas. A bala atingiu o olho direito de Tânia, que estava no banco do passageiro e morreu no local.

O crime tem características de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O elemento fugiu e a polícia está em diligência no intuito de localizá-lo.

 

"Infame"

CREA condena vídeo de piauiense insultando mulher na Copa do Mundo

Ele é um dos seis torcedores brasileiros que aparecem em um vídeo constrangendo uma mulher estrangeira na Copa do Mundo da Rússia.

Publicada em 20 de junho de 2018 - 10:36

Imprimir
CREA condena vídeo de piauiense insultando mulher na Copa do Mundo

Última atualização: 20 , junho 2018 - 15:33

“Infame episódio de misoginia e sexismo”, assim classifica o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI), diante de um episódio protagonizado por um engenheiro civil, piauiense, natural da cidade de Jaicós. Ele é um dos seis torcedores brasileiros que aparecem em um vídeo constrangendo uma mulher estrangeira na Copa do Mundo da Rússia.

Os homens fazem piadas de cunho sexual a vítima, que aparenta não entender o que eles estavam falando. O vídeo virualizou nas redes sociais no final de semana e chegou até o Cofea e Crea-PI.

Em nota, as entidades lamentam o episódio, classificado como “infame” e “vergonhoso”.

“O exercício da engenharia abrange a promoção da segurança, da qualidade de vida, da sustentabilidade, da proteção aos valores mais caros da experiência profissional e não o protagonismo de cenas lamentáveis e vergonhosas que desrespeitam a mulher, estrangeiros ou qualquer pessoa”, afirma.

O piauiense tem registro profissional no sistema das entidades, e, inclusive, é ex-inspetor do CREA-PI. Em 2015, ele foi detido pela Polícia Federal suspeito de desviar dinheiro público e fraude em licitações na prefeitura de Araripina (PE).

NOTA COMPLETA

O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI) lamentam profundamente que um profissional com registro no Sistema Confea/Crea, tenha participado do infame episódio de misoginia e sexismo realizado por um grupo de brasileiros durante a Copa do Mundo 2018.

O exercício da engenharia abrange a promoção da segurança, da qualidade de vida, da sustentabilidade, da proteção aos valores mais caros da experiência profissional e não o protagonismo de cenas lamentáveis e vergonhosas que desrespeitam a mulher, estrangeiros ou qualquer pessoa.

Desde 2014 o Confea possui um grupo de trabalho Equidade de Gênero e o código de ética das profissões ressalta que a “a profissão é alto título de honra e sua prática exige conduta honesta, digna e cidadã”.

O Confea e o Crea-PI ressaltam que atitudes como as protagonizadas podem caracterizar infração ao código de ética profissional já que o mesmo ressalta que “constitui-se infração ética todo ato cometido pelo profissional que atente contra os princípios éticos, descumpra os deveres do ofício, pratique condutas expressamente vedadas ou lese direitos reconhecidos de outrem”.

Assessoria de Comunicação Confea/Crea-PI

BRASILEIROS PODEM RESPONDER POR CRIME NA RÚSSIA

Nesta quarta-feira (20/06), a jurista russa Alyona Popova fez uma denúncia formação e escreveu uma petição contra o episódio. Dessa forma, os brasileiros que aparecem no vídeo podem responder por crime na Rússia.

A partir de agora, o Ministério de Assuntos Interiores deve começar a investigação.