GRADUACÃO

Em solenidade histórica, Uespi forma sua primeira turma de Educação do Campo

Trinta e cinco alunos se formaram na turma de Licenciatura em Pedagogia.

Publicada em 15 de fevereiro de 2019 - 15:35

Imprimir
Em solenidade histórica, Uespi forma sua primeira turma de Educação do Campo

Última atualização: 15 , fevereiro 2019 - 15:44

Nesta terça-feira (12), a Universidade Estadual do Piauí formou sua primeira turma de Licenciatura em Pedagogia, Modalidade Educação do Campo (Pronera), em uma solenidade histórica. Trinta e cinco pessoas oriundas de assentamentos, acampamentos e quilombos de norte a sul do Piauí, tiveram a oportunidade de realizar um grande sonho: a conclusão de curso superior em uma universidade pública de ensino. Durante a noite, todos estavam unidos por um só sentimento: gratidão.

Para Lília Barros, de 39 anos e agora formada em Pedagogia, a sensação é de conquista. “Este momento vivido por nós é fruto de muitas lutas ao longo do curso. Durante todo nosso processo histórico, fomos impedidos de ter acesso aos espaços universitários e para nós é uma vitória ocuparmos espaços e mexermos com aquelas estruturas que não foram para nós e sim para elite”, define.

A emoção também é compartilhada por Maria Barros, de 44 anos que em outros momentos da vida não teve a oportunidade de fazer um curso superior, mas com o projeto, conseguiu realizar um sonho. “Sou de uma família de nove irmãos e a primeira a ingressar no ensino superior. Foi um grande desafio. Enfrentamos muita coisa para chegar onde chegamos, a maioria de nós da turmas viemos da roça onde não se tem muita oportunidade. Até para concluir o ensino médio teria que ser na modalidade à distância, então concluir um curso tão lindo como esse, é uma felicidade enorme”, pontua.

A coordenadora do curso, Lucineide Barros, destacou a riqueza de significados da solenidade de colação de grau da turma, marcada por sentimentos de profunda emoção e desejo de mudança. “A Uespi apresentou 35 novos profissionais da Pedagogia, aptos a atuarem em escolas do campo”, comenta. “Espero que eles sejam recepcionados nas redes municipais, com a oportunidade do concurso público, para que possam compartilhar o que aprenderam e contribuir efetivamente com a melhoria da qualidade do ensino nesses territórios, que são tão marcados pela exclusão educacional”, ressalta.

A colação de grau da primeira turma do Convênio Uespi/Pronera, aconteceu com muita emoção e contou com a presença da Administração Superior da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), financiador do programa, e da Comissão Pastoral da Terra (CPT), órgãos parceiros que fomentam a formação desses alunos do campo.

De acordo com o reitor Nouga Cardoso, a realização dessa formatura é de imensa felicidade para a Uespi. “Assim como todas as formaturas que são realizadas na nossa universidade, essa nos traz uma alegria especial devido as demandas que envolvem todas essas pessoas e também no ponto de alcance social que a mesma tem. Nós queremos parabenizar e demonstrar nossa enorme satisfação e o sentimento de dever cumprido”, conclui.

Pronera

O Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) em parceria com a Uespi oferece a graduação em Pedagogia, Agronomia e Geografia para pessoas do campo. A duração dos 3 cursos ofertados é de quatro anos, divididos em “Tempo Escola” (em sala de aula) e “Tempo Comunidade” (atividades na comunidade). A ideia é que as pessoas que vivem nos espaços rurais não precisem se dirigir até a capital para ter a oportunidade de estudar e também possam ajudar a fazer crescer o local onde vivem.

Participam também do convênio, levando educação de nível superior a moradores de assentamentos próximos a municípios como Teresina, São João do Piauí, Palmeirais, Buriti dos Lopes, Luzilândia, Joaquim Pires e Piripiri, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Autoria: Priscila Fernandes

ENSINO SUPERIOR

Uespi divulga primeira convocação da Lista de Espera 2019.1

Para efetivar a matrícula institucional o candidato deve comparecer no campus para qual foi selecionado, nos dias 13 e 14 de fevereiro

Publicada em 11 de fevereiro de 2019 - 17:24

Imprimir
Uespi divulga primeira convocação da Lista de Espera 2019.1

Última atualização: 11 , fevereiro 2019 - 17:24

A Pró-reitoria de Ensino e Graduação (PREG) da Universidade Estadual do Piauí torna público o Edital 004/19 da primeira convocação para matrícula institucional, referente ao preenchimento das 1.717 vagas remanescentes de candidatos que efetivaram confirmação de interesse na vaga para ingresso na Uespi, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

Estão sendo convocados os candidatos para efetivar a Matrícula Institucional em um número igual ao número de vagas remanescentes de cada curso, por ordem de classificação da Lista de Espera, considerando as opções de Ampla Concorrência (AC) e Ações Afirmativas (AF1 e AF2).

Para efetivar a matrícula institucional o candidato deve comparecer no campus para qual foi selecionado, nos dias 13 e 14 de fevereiro.  Os ingressantes do campus Poeta Torquato Neto deverão realizar a matrícula no Núcleo de Educação à Distância (NEAD), e os ingressantes do campus Clóvis Moura na secretaria do campus, de 8h às 13h.  Nos campi do interior as matrículas serão realizadas de 8h às 12h e de 14h às 17h.

Matrícula Institucional

Na matrícula institucional é obrigatória a presença do candidato ou de seu representante legal munido de procuração pública ou particular. A procuração será exigida para candidatos maiores de 18 (dezoito) anos, independentemente do grau de parentesco do procurador com o candidato.

Matrícula Curricular

A matrícula curricular para os alunos ingressantes no primeiro semestre será realizada de 18 a 25 de fevereiro no sistema Aluno Online. Para os ingressantes no segundo semestre será realizada 25 a 31 de julho, conforme o calendário acadêmico.

Confira aqui a primeira convocação da Lista de Espera.

CONVOCAÇÃO

Uespi divulga primeira convocação da Lista de Espera 2019.1

Uespi divulga primeira convocação da Lista de Espera 2019.1

Publicada em - 16:13

Imprimir
Uespi divulga primeira convocação da Lista de Espera 2019.1

Última atualização: 11 , fevereiro 2019 - 16:13

A Pró-reitoria de Ensino e Graduação (PREG) da Universidade Estadual do Piauí torna público o Edital 004/19 da primeira convocação para matrícula institucional, referente ao preenchimento das 1.717 vagas remanescentes de candidatos que efetivaram confirmação de interesse na vaga para ingresso na Uespi, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU).

Estão sendo convocados os candidatos para efetivar a Matrícula Institucional em um número igual ao número de vagas remanescentes de cada curso, por ordem de classificação da Lista de Espera, considerando as opções de Ampla Concorrência (AC) e Ações Afirmativas (AF1 e AF2).

Para efetivar a matrícula institucional o candidato deve comparecer no campus para qual foi selecionado, nos dias 13 e 14 de fevereiro.  Os ingressantes do campus Poeta Torquato Neto deverão realizar a matrícula no Núcleo de Educação à Distância (NEAD), e os ingressantes do campus Clóvis Moura na secretaria do campus, de 8h às 13h.  Nos campi do interior as matrículas serão realizadas de 8h às 12h e de 14h às 17h.

Matrícula Institucional

Na matrícula institucional é obrigatória a presença do candidato ou de seu representante legal munido de procuração pública ou particular. A procuração será exigida para candidatos maiores de 18 (dezoito) anos, independentemente do grau de parentesco do procurador com o candidato.

Matrícula Curricular

A matrícula curricular para os alunos ingressantes no primeiro semestre será realizada de 18 a 25 de fevereiro no sistema Aluno Online. Para os ingressantes no segundo semestre será realizada 25 a 31 de julho, conforme o calendário acadêmico.

 

Confira aqui a primeira convocação da Lista de Espera.

CLASSIFICAÇÃO

Uespi divulga edital da Lista de Espera SiSU 2019

A primeira convocação será realizada no dia 11 de fevereiro

Publicada em 8 de fevereiro de 2019 - 15:48

Imprimir
Uespi divulga edital da Lista de Espera SiSU 2019

Última atualização: 8 , fevereiro 2019 - 15:48

A Pró-reitoria de Ensino e Graduação (PREG) da Universidade Estadual do Piauí torna público o Edital da Lista de Espera para preenchimento das vagas remanescentes, após o encerramento da chamada Regular no Sistema de Seleção Unificada – SiSU, referente a primeira edição de 2019 ou que eventualmente vierem a surgir durante o ano letivo 2019.

Para constar na Lista de Espera, o candidato deve obrigatoriamente, ter confirmado no SiSU manifestação de interesse na vaga, durante o período de 29 de janeiro de 2019 até o dia 05 de fevereiro de 2019, conforme Edital MEC – SESu nº 75, de 04 de outubro de 2018.

A Lista de Espera está disponibilizada em ordem de classificação com base no resultado de cada candidato obtido no ENEM 2018, obedecendo também à política de ação afirmativa adotada pela Uespi, bem como seus critérios, conforme Termo de Adesão.

A convocação dos classificados da Lista de Espera ocorrerá por meio de Edital, somente através dos endereços eletrônicos institucionais, conforme o cronograma do edital. A primeira convocação será realizada no dia 11 de fevereiro. As matrículas institucionais para os convocados serão realizadas nos dias 13 e 14 de fevereiro.

Confira aqui o edital e as Listas de Espera

GRADUAÇÃO

UESPI divulga edital da Lista de Espera SISU 2019

UESPI divulga edital da Lista de Espera SISU 2019

Publicada em - 15:22

Imprimir
UESPI divulga edital da Lista de Espera SISU 2019

Última atualização: 8 , fevereiro 2019 - 15:22

A Pró-reitoria de Ensino e Graduação (PREG) da Universidade Estadual do Piauí torna público o Edital da Lista de Espera para preenchimento das vagas remanescentes, após o encerramento da chamada Regular no Sistema de Seleção Unificada – SiSU, referente a primeira edição de 2019 ou que eventualmente vierem a surgir durante o ano letivo 2019.
 
Para constar na Lista de Espera, o candidato deve obrigatoriamente, ter confirmado no SISU manifestação de interesse na vaga, durante o período de 29 de janeiro de 2019 até o dia 05 de fevereiro de 2019, conforme Edital MEC – SESu nº 75, de 04 de outubro de 2018.
 
A Lista de Espera está disponibilizada em ordem de classificação com base no resultado de cada candidato obtido no ENEM 2018, obedecendo também à política de ação afirmativa adotada pela UESPI, bem como seus critérios, conforme Termo de Adesão.
 
A convocação dos classificados da Lista de Espera ocorrerá por meio de Edital, somente através dos endereços eletrônicos institucionais, conforme o cronograma do edital. A primeira convocação será realizada no dia 11 de fevereiro. As matrículas institucionais para os convocados serão realizadas nos dias 13 e 14 de fevereiro.

INCENTIVO

Pista de Atletismo da Uespi irá beneficiar estudantes e a comunidade

Para a deputada, o resultado da emenda parlamentar é gratificante. “A pista trará benefícios para o curso de Educação Física e para comunidade. Os alunos terão uma ótima estrutura para desenvolver suas habilidades. Ela será importante, também, na descoberta de novos talentos para o atletismo piauiense”, disse Iracema.

Publicada em - 12:22

Imprimir
Pista de Atletismo da Uespi irá beneficiar estudantes e a comunidade

Última atualização: 8 , fevereiro 2019 - 12:22

Onte, a administração superior da Universidade Estadual do Piauí e a deputada federal Iracema Portella visitaram as obras da segunda fase da Pista de Atletismo de padrão internacional da Uespi, no campus Torquato Neto. A construção desta etapa é realizada pela empresa Recoma Construções, Comércio e Indústria Ltda. O custo é de R$ 2.587.172,95.

Os recursos para a construção da pista são oriundos do Ministério do Esporte, através de emenda parlamentar apresentada ao Orçamento Geral da União pela deputada Iracema, no valor de R$ 9.475. 021,62. O valor utilizado na obra total foi de aproximadamente de R$ 7 milhões. Na primeira fase foram utilizados R$ 4.368.307,75 dos mais de R$ 5 milhões previstos inicialmente. A segunda fase foi orçado um valor de R$ 4.434.689,40 e foram utilizados R$ 2.587.172,95. A obra vai ser construída com uma economia de R$ 2,5 milhões em relação ao valor destinado inicialmente pelo Governo Federal, que representa 26% do total previsto.

Para a deputada, o resultado da emenda parlamentar é gratificante. “A pista trará benefícios para o curso de Educação Física e para comunidade. Os alunos terão uma ótima estrutura para desenvolver suas habilidades. Ela será importante, também, na descoberta de novos talentos para o atletismo piauiense”, disse Iracema.

O reitor Nouga Cardoso afirma que a Pista será de grande importância para a universidade. “Os discentes em formação  e os professores poderão orientar trabalhos de iniciação científica, de especialização e, futuramente, de mestrado e doutorado com aparelhamento de qualidade internacional. Além disso, nossos atletas poderão competir de forma igualitária com atletas de todo o país e até do mundo”, pontua.

Os acessórios implementados nesta segunda fase da obra são: Piso para revestimento da pista; Guia de alumínio, meio fio, removível; Caixa completa de salto longo/triplo; Caixa de salto com vara; Tampa de caixa de salto com vara; Obstáculo do fosso; Gaiola para lançamento de disco/martelo com rede; Círculo para lançamento de peso 2,135; Suporte do círculo de lançamento de peso; Círculo de disco 2,50; Redutor de círculo disco/martelo.

Autoria: Clayton Gomes

ALEPI

Uespi tem falta de professores e atraso nas bolsas, denuncia Gustavo Neiva

Uespi tem falta de professores e atraso nas bolsas, denuncia Gustavo Neiva

Publicada em 5 de fevereiro de 2019 - 15:44

Imprimir
Uespi tem falta de professores e atraso nas bolsas, denuncia Gustavo Neiva

Última atualização: 5 , fevereiro 2019 - 15:44

A situação de  dificuldade da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) foi tema dos dois minutos dos pequenos avisos da sessão ordinária desta terça-feira (5).  O deputado Gustavo Neiva (PSB) se pronunciou sobre o assunto.

Segundo o deputado,IUespi está sucateada,  faltando professores, sem estrutura adequada, para as aulas, os terceirizados há vários meses sem receber seus salários, entre outros problemas. “O Governador ontem, quando esteve aqui, nesta Casa, enalteceu a importância da Uespi, para o Estado. E nesta última campanha eleitoral, aonde o senhor Governador andou, foi recebido com protesto dos alunos da Uespi”, disse o parlamentar.

A informação trazida pelo deputado foi de que os alunos que fazem a Residência de Medicina, naquela instituição de ensino, estão há três meses sem receber a bolsa de Residência. E que a  preocupação dos alunos é pelo fato de a Uespi perder, essas Residências, porque os principais pré-requisitos do Ministério da Educação (MEC), para manter as Residências é o pagamento, em dia,  das bolsas de estudo.

“Eu gostaria de solicitar do senhor Governador é que ele pague as bolsas de estudo desses alunos. Não é só pelo valor da Bolsa, que é pouco, mas pelo receio dos alunos, de que as Residências sejam canceladas. Porque como eu disse, esse é um requisito, para que os alunos possam continuar recendo esse benefício”, enfatizou.

RECONHECIMENTO

Cinco cursos de Direito da Uespi recebem Selo de Qualidade OAB Recomenda

O pró-reitor de Ensino de Graduação, Pedro Soares Júnior, junto com a Pró-reitora Adjunta de Orçamento e Finanças, Joseane Leão, e a representante da Uespi em Brasília, Fernanda Ísis, estiveram na solenidade e receberam os selos da OAB.

Publicada em 31 de janeiro de 2019 - 18:00

Imprimir
Cinco cursos de Direito da Uespi recebem Selo de Qualidade OAB Recomenda

Última atualização: 31 , janeiro 2019 - 18:00

Em cerimônia realizada na quarta-feira (30), na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Brasília, foi realizada a entrega do Selo de Qualidade OAB Recomenda, que certificou 161 cursos de Direito de todo o país. A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) recebeu cinco Selos que asseguram a qualidade do curso nos campi Josefina Demes, em Floriano; Barros Araújo, em Picos; Alexandre Alves de Oliveira, em Parnaíba; Poeta Torquato Neto e Clóvis Moura, em Teresina.

O Selo de Qualidade é editado a cada três anos desde 2001 e leva em conta a aprovação de alunos no Exame de Ordem e o seu desempenho no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Com isso, a OAB disponibiliza para os estudantes quais as faculdades/cursos de Direito reconhecidas (os) pela entidade, que têm se destacado devido a formação de profissionais qualificados e capazes de desenvolver uma carreira jurídica de sucesso.

O secretário-geral da OAB, Felipe Sarmento, que é presidente da Comissão Especial para Elaboração do Selo OAB Recomenda, explicou a importância do trabalho realizado para a elaboração da certificação. “Ao longo de suas edições, o Selo OAB Recomenda alcançou o patamar de guia da educação jurídica brasileira, tendo como propósito mostrar para a sociedade as instituições que são destaque na oferta do curso de Direito”, declarou, na cerimônia.

O pró-reitor de Ensino de Graduação, Pedro Soares Júnior, junto com a Pró-reitora Adjunta de Orçamento e Finanças, Joseane Leão, e a representante da Uespi em Brasília, Fernanda Ísis, estiveram na solenidade e receberam os selos da OAB. “Nós estamos bastante orgulhosos. Toda a instituição está de parabéns, sobretudo professores, coordenadores e alunos. Nosso objetivo é elevar esse número de selos para até nove, que é o total de cursos que oferecemos em todo o estado”, pontuou Pedro Soares. Ele destacou também que somente a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), com seis selos, obteve um número maior que o da Uespi.

O reitor em exercício, Evandro Alberto, mencionou que mais de 1200 cursos foram analisados pela OAB, tendo apenas 161 premiados, sendo cinco da Uespi. “O resultado mostra que o curso de Direito da universidade é de excelência e está entre os melhores do país. Essa conquista aumenta mais ainda a responsabilidade de todos que fazem a Uespi para que tenhamos na próxima edição do OAB Recomenda mais cursos premiados”, disse.

O curso do campus Professor Barros Araújo, em Picos, coordenado pelo professor Cássio Pereira, foi um dos condecorados. Ele afirmou que o Selo é motivo de grande alegria e satisfação, haja vista que o trabalho realizado é sempre muito intenso e árduo. “Esse resultado é consequência do trabalho em conjunto que é feito por técnicos da administração superior, professores e de todo o acervo funcional que a Uespi nos propõe, mas, principalmente, dada a qualidade dos alunos que temos”, finalizou.

Autoria: Clayton Gomes

CONCORRÊNCIA

Uespi tem mais de 68 mil inscritos no Sisu e Educação Física é o curso mais concorrido

O segundo mais concorrido foi o curso de Enfermagem, seguido do curso de Medicina.

Publicada em 29 de janeiro de 2019 - 14:52

Imprimir
Uespi tem mais de 68 mil inscritos no Sisu e Educação Física é o curso mais concorrido

Última atualização: 29 , janeiro 2019 - 14:52

O segundo mais concorrido foi o curso de Enfermagem, seguido do curso de Medicina.

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) teve 68.838 inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2019. A instituição ofereceu este ano 3.805 vagas, sendo 1.116 para cotistas, distribuídas em 101 cursos de modalidade presencial, nos 12 campi, nas cidades: Teresina (Campus Poeta Torquato Neto, Clóvis Moura e CCS), Bom Jesus, Campo Maior, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Picos, Piripiri, São Raimundo Nonato e Uruçuí.

O curso mais concorrido foi o de Licenciatura Plena em Educação Física, do Campus Poeta Torquato Neto, pela quarta vez, nos últimos cinco anos. Com um total de 1.581 inscritos, o curso teve uma concorrência de 45,17 candidatos por vaga. O segundo mais concorrido foi o curso de Enfermagem, Campus Torquato Neto, com 34,96 candidatos por vaga, seguido do curso de Medicina, com concorrência de 34,34.

O pró-reitor de Ensino e Graduação (Preg), Pedro Soares Júnior, afirma que a Uespi tem respaldo em todo o país. “Nós temos candidatos dos mais variados estados do Brasil e que foram aprovados em nossa instituição. Somente de dois estados, Alagoas e Acre, não tivemos inscritos. Isso mostra que a universidade se nacionalizou e o Sisu permitiu isso”, finaliza Júnior.

Matrícula

Os candidatos aprovados no Sisu 2019 devem agora realizar a matrícula institucional, que corresponde à entrega da documentação dos candidatos classificados. A matrícula é feita de forma presencial no campus do curso para o qual foi aprovado, no horário de 8h às 13h30 (horário do Piauí).

Os candidatos que não comparecerem na data prevista, ou que não apresentarem a documentação exigida, serão considerados desistentes.

Confira a lista de documentos necessários:

Matrícula curricular

Essa etapa é realizada após a matrícula institucional e corresponde à matrícula nas atividades acadêmicas previstas, via internet ou na Coordenação do Curso para o qual o candidato pleiteou a vaga. A matrícula deve ser realizada entre os dias 18 e 25 de fevereiro. O candidato receberá um e-mail com login para efetivar a matrícula no sistema Aluno Online.

Lista de espera

Entre os dias 29 de janeiro e 05 de fevereiro, o candidato deverá acessar o site do Sisu e manifestar interesse na vaga pretendida. Após confirmar, no Sisu, o interesse em participar da lista de espera, o candidato deverá, ainda, comparecer pessoalmente ao Campus para o qual está concorrendo para assinar a referida lista, conforme cronograma contido em edital próprio, a ser divulgado a partir do 1º dia útil, após o encerramento do período para manifestação de interesse na lista de espera no Sisu.

Para mais informações:

EDITAL UESPI SISU 2019

ANEXO I QUADRO DE VAGAS OFERTADAS EDITAL UESPI SISU 2018 2

TERMO DE ADESÃO  1ª EDIÇÃO DE 2019

ANEXO II TERMO DE COMPROMISSO EDITAL UESPI PREG 006.18 SISU 2018.2

ANEXO III Modelo de autodeclaração EDITAL UESPI PREG 006.18 SISU 2018.2

Autoria: Clayton Gomes

Matrículas do ProfLetras da Uespi serão realizadas dias 22 e 23 de janeiro

Publicada em 21 de janeiro de 2019 - 18:23

Imprimir
Matrículas do ProfLetras da Uespi serão realizadas dias 22 e 23 de janeiro

Última atualização: 21 , janeiro 2019 - 18:23

As matrículas institucionais do Mestrado Profissional em Letras (ProfLetras) para os candidatos classificados no Exame Nacional de Acesso do programa serão realizadas nos dias 22 e 23 de janeiro de 2019, nos horários de 9h às 12h e 14h às 17h30 no Núcleo de Pós-Graduação – Coordenação do Profletras, salas 3 e 4, Rua João Cabral, 2231 – Bairro Pirajá.

Os classificados no Exame Nacional de Acesso deverão se matricular no Núcleo de Pós-graduação da Uespi.

Os candidatos devem estar munidos dos seguintes documentos, conforme solicitados no edital:

  1. Diploma de curso superior de Licenciatura em Letras, habilitação Português, devidamente registrado no Ministério da Educação (uma cópia legível), ou a certidão de conclusão de curso com o histórico comprovando o término do curso superior de Licenciatura em Letras, habilitação Português(uma cópia legível);
  2. Declaração do(a) diretor(a) da escola ou órgão equivalente comprovando que o(a) candidato(a) aprovado(a) é professor(a) de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental (em um ou mais de um ano do 1º ao 9º), em Escola da Rede Pública de Ensino do Brasil, regularmente admitido e pertencente ao quadro permanente de servidores, assim como se encontra em efetivo exercício em sala de aula de Língua Portuguesa;
  3.  Carteira de Identidade (uma cópia legível);
  4. Cadastro de Pessoas Físicas – CPF (uma cópia legível);
  5.  Certidão de Nascimento ou de Casamento (uma cópia legível);
  6. Título de Eleitor (uma cópia legível);
  7.  Prova de estar em dia com as obrigações eleitorais: Certidão de Quitação Eleitoral, fornecida pelos órgãos da Justiça Eleitoral ou obtida pela página www.tse.gov.br (original), ou comprovantes de votação em todos os turnos da última eleição (cópia legível);
  8.  Prova de estar em dia com as obrigações relativas ao serviço militar, para os candidatos do sexo masculino (uma cópia legível), dispensada para aqueles que já tenham completado 45 anos na data do cadastramento.

Para mais informações: (86) 3213-7441/ (86) 3213-2547/ (86) 3213- 7942 ramal: 374.