Tuberculose

10 detentos são diagnosticados com tuberculose em penitenciárias no Piauí

Os casos de tuberculose foram detectados nas unidades de detenção: Penitenciária José de Ribamar Leite - Casa de Custódia (02); Penitenciária Irmão Guido (04); Unidade de Apoio Prisional (03); Penitenciária Gonçalo de Castro Lima - Vereda Grande (01). 

Publicada em 3 de janeiro de 2019 - 18:19

Imprimir
10 detentos são diagnosticados com tuberculose em penitenciárias no Piauí

Última atualização: 3 , janeiro 2019 - 18:20

No Piauí, foram registrados 10 casos de detentos com tuberculose nas unidades de detenção do estado. A denúncia foi feita pelo Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria de Justiça (Sinpoljuspi).

Os casos de tuberculose foram detectados nas unidades de detenção: Penitenciária José de Ribamar Leite – Casa de Custódia (02); Penitenciária Irmão Guido (04); Unidade de Apoio Prisional (03); Penitenciária Gonçalo de Castro Lima – Vereda Grande (01).

Segundo o Sinpoljuspi, a maioria dos detentos diagnosticados com tuberculose já estão na primeira fase do tratamento da doença. Além disso, dois agentes penitenciários também foram diagnosticados com a tuberculose.

Para Kleiton Holanda, presidente do Sinpoljuspi,  dentro do Hospital penitenciário existem dois detentos isolados por estarem em um estágio da doença em que existe elevado risco de contaminação, além de outros vários detentos sendo medicados em tratamento contra a doença.

“Nossa maior preocupação é de que esses casos evoluam para uma epidemia que contamine não somente os detentos do sistema, como também os servidores, familiares e trabalhadores do setor de justiça que tem contato direto com os presos. É uma situação de risco para todos. Para piorar, dentro do hospital penitenciário, os servidores não tem equipamentos apropriados para cuidar destes dois detentos isolados”, pontua.

A suspeita de tuberculose teve início no dia 21 de dezembro quando um detento faleceu dentro do Hospital Penitenciário, onde outro detento teria falecido no dia 14 do mesmo mês.

dois meses fora dos palcos

Devido a doença de Simaria, Simone anuncia pausa nos shows da dupla

Simone se apresentou sozinha em Santa Catarina e explicou o motivo: a irmã precisou ir ao hospital pois havia passado mal

Publicada em 16 de setembro de 2018 - 19:11

Imprimir
Devido a doença de Simaria, Simone anuncia pausa nos shows da dupla

Última atualização: 16 , setembro 2018 - 19:11

Para surpresa dos fãs da dupla Simone e Simaria, ontem (15), foi o último show das coleguinhas, pelo menos por enquanto. Simone se apresentou sozinha em Santa Catarina e explicou o motivo: a irmã precisou ir ao hospital pois havia passado mal. Além disso, ainda revelou que a dupla daria uma pausa na carreira por dois meses, até o fim do tratamento médico na qual a Simária está passando.

Simone, contou para o público o difícil momento que Simaria está passando. “Ela começou a passar muito mal e nesse momento ela se encontra fazendo novos exames por conta da doença dela. Por esse motivo, amanhã, domingo, a gente vai dar uma pausa nos nossos trabalhos, a espera de concluir o tratamento da Simaria”, contou bastante emocionada.

Em abril deste ano, Simaria foi diagnosticada com tuberculose ganglionar e precisou ficar afastada dos palcos, retornou em agosto. A irmã Simone cumpriu a agenda de shows sozinha, mas, dessa vez, a pausa será para as duas.

“É difícil”

Simone desabafa sobre trabalhar sozinha e saudade da irmã

Simone está sob o comando da dupla durante o tratamento da irmã, que foi diagnosticada com tuberculose ganglionar em abril.

Publicada em 8 de julho de 2018 - 11:45

Imprimir
Simone desabafa sobre trabalhar sozinha e saudade da irmã

Última atualização: 8 , julho 2018 - 11:47

“É difícil”, desabafou Simone, da dupla “Simone e Simária”, após três meses cantando sozinha. A cantora gravou vários vídeos em seu Instagram neste sábado (07), para falar sobre o cansaço e pediu um grande desejo.

“Estou rezando muito pra esse mês acabar logo porque eu quero, em nome de Jesus, que minha vida volte ao normal. Três meses trabalhando sozinha é difícil”, contou.

A cantora também revela que está com saudade da irmã, sua parceira de palco e família “É bom demais ter uma parceira ao lado da gente, pois damos risada toda hora e os dias ficam leves. A gente passa muito tempo na estrada, longe da família, mas quando temos um irmão do lado, ai é bom porque ameniza a saudade de casa”, disse, antes de se apresentar para uma multidão na cidade de Sertãozinho, em São Paulo.

Simone está sob o comando da dupla durante o tratamento da irmã, que foi diagnosticada com tuberculose ganglionar em abril. Desde então, Simone cumpre a agenda de shows.