Propaganda eleitoral

Dr. Pessoa reclama da imagem de Lula em propagandas eleitorais de Wellington

A reclamação foi formalizada no dia 05  de setembro no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE/PI) e alega que o candidato Wellington está usando em excesso a imagem de Lula.

Publicada em 12 de setembro de 2018 - 16:48

Imprimir
Dr. Pessoa reclama da imagem de Lula em propagandas eleitorais de Wellington

Última atualização: 13 , setembro 2018 - 10:08

A Coligação chamada “Mudar para cuidar da nossa gente”, liderada pelo candidato a governador do Piauí Dr. Pessoa (Solidariedade), está contestando a imagem do ex-presidente Lula em propagandas eleitorais realizadas na Internet pelo também candidato ao governo, Wellington Dias (PT), que tenta a reeleição por meio da coligação “A vitória com a força do povo”.

A reclamação foi formalizada no dia 05  de setembro no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE/PI) e alega que o candidato Wellington está usando em excesso a imagem de Lula, tanto nas redes sociais, como propagandas eleitorais.

Segundo Dr. Pessoa, apesar da candidatura de Lula ter sido indeferida, continua o uso de sua imagem de forma excessiva e o candidato que está na disputa torna-se um coadjuvante na própria campanha. Além disso, pede aplicação de uma multa de R$30 mil, caso seja descumprido.

Em contrapartida, a assessoria da campanha de Wellington Dias, por meio de nota, explicou que o espaço de 25% determinado pela Justiça está sendo respeitado e tem como protagonista o candidato Wellington Dias.

“A jurisprudência existente entende que os 25% se destinam a candidato apoiador. Primeiro, porque o Lula não é mais candidato e, segundo, porque mesmo não sendo candidato sua presença não é superior 25%, respeitando todos os pertinentes. No programa em questão, não existe fala do Lula e nem pedido que extrapole os 25%. Com isso, entendemos que a propaganda está dentro do que determina a legislação e esperamos que, no julgamento do mérito, se comprove a legalidade e que a ação seja julgada improcedente”, finalizou a nota.

Eleições 2018

Mão Santa se desfilia do Solidariedade e procura novo partido

O motivo da desfiliação é que o prefeito que apoia o candidato Luciano Nunes, não quer que seu nome tenha ligações ao de Dr. Pessoa.

Publicada em 25 de agosto de 2018 - 12:02

Imprimir
Mão Santa se desfilia do Solidariedade e procura novo partido

Última atualização: 26 , agosto 2018 - 12:22

O Prefeito de Parnaíba, Mão Santa, pediu desfiliação do Solidariedade na última quinta-feira, (23/08), e não tem outro partido em vista.

O motivo da desfiliação é que o prefeito que apoia o candidato Luciano Nunes, não quer que seu nome tenha ligações ao de Dr. Pessoa, que é o candidato a governador do Solidariedade.

 

Decisão

No Instagram, Pessoa confirma pré-candidatura ao Governo

A gravação é feita pela major Elizete, da Polícia Militar, que inicia apresentando o deputado e logo anuncia a novidade

Publicada em 22 de julho de 2018 - 20:14

Imprimir
No Instagram, Pessoa confirma pré-candidatura ao Governo

Última atualização: 23 , julho 2018 - 09:43

Ao que tudo indica, Dr. Pessoa (SD) já decidiu qual cargo vai concorrer nas eleições 2018. Em um vídeo publicado na rede social Instagram na manhã deste domingo (22), ele confirmou que será candidato ao Governo do Estado.

A gravação é feita pela major Elizete, da Polícia Militar, que inicia apresentando o deputado e logo anuncia a novidade.  “Estamos chegando em Elesbão Veloso para a primeira agenda do Dr. Pessoa como pré-candidato ao Governado do Estado. Este é um dia que vai para a história”, diz.

Em seguida, Pessoa agradece o apoio. “A satisfação é enorme para chegarmos com firmeza ao Governo do Estado e fazer o diferente. Queremos a mudança que o povo está solicitando”, afirma.

Com aval do Diretório Nacional do Solidariedade, o anúncio oficial está previsto para acontecer nesta segunda-feira (23), a partir das 9h, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa.

PESQUISA DAVA SEGUNDO LUGAR AO SENADO

O plano inicial do deputado era de concorrer ao Senado Federal. Na pesquisa do Instituto Opinar sobre as eleições deste ano, divulgada na última terça-feira (17), Pessoa aparecia em segundo lugar nas intenções de voto, com 15,8%, perdendo apenas para Wilson Martins (21,2%).

Eleições 2018

Aldo Rebelo lança nome como pré-candidato a presidência em Teresina

O evento contou com a presença do deputado estadual do Dr. Pessoa, que é presidente regional do Solidariedade.

Publicada em 25 de maio de 2018 - 18:13

Imprimir
Aldo Rebelo lança nome como pré-candidato a presidência em Teresina

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 25 , maio 2018 - 18:16

Aldo Rebelo apresentou na manhã desta sexta-feira, (25/05), no auditório da Associação Piauiense dos Municípios (APPM), em Teresina, o seu nome como pré-candidato a presidente da República para as eleições 2018. O evento contou com a presença do deputado estadual do Dr. Pessoa, que é presidente regional do Solidariedade.

Segundo Aldo Rebelo, a escolha do Piauí para lançar sua candidatura foi, principalmente, por ter sido bem acolhido desde quando ele era apenas estudante.

Trago, naturalmente, uma agenda para o desenvolvimento do Brasil e do Piauí, aproveitando as potencialidades do Estado na agroindústria, que já é uma realidade, no turismo, com os polos da Serra da Capivara, do Parque de Sete Cidades, do Delta do Parnaíba, entre outras potencialidades. Precisamos unir a agenda do país com a do Piauí”, ressaltou.

Para Dr. Pessoa, que é candidato a uma vaga no senado, é uma honra que Aldo Rebelo tenha lançado a sua candidatura no Piauí. “De tantos estados bem maiores da Federação, o Aldo escolheu o Piauí. É um orgulho ao nosso estado. Ele sabe tanto do Piauí, que parece piauiense, embora, tenha nascido em Alagoas”, destacou.

GREVE DOS CAMINHONEIROS

Durante a solenidade de lançamento da candidatura, Aldo Rebelo comentou sobre a mobilização dos caminhoneiros por conta do aumento no preço dos combustíveis. “Eu creio que isso tem origem na omissão do poder público, que entregou o tema abastecimento nacional, que depende do óleo diesel, que não tem qualquer política pública que faça a mediação entre o interesse do mercado, o interesse público e o interesse nacional”, pontuou.