Nucepe divulga resultado final de seletivo para professor da Semec

Publicada em 20 de julho de 2019 - 14:33

Imprimir
Nucepe divulga resultado final de seletivo para professor da Semec

Última atualização: 21 , julho 2019 - 19:26

O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE) divulgou, nesta quarta-feira (18), o resultado final do processo seletivo para professor da Prefeitura de Teresina. Os salários são de R$ 1.891,13 para 20 horas semanais e de R$ 2.836,87 para 30 horas semanais.

O seletivo visa a contratação de 204 professores substitutos para a educação básica, atuando nos anos finais do ensino fundamental, 6º ao 9º ano, para todas as disciplinas.

Os aprovados serão contratados por tempo determinado, em Regime Especial, com carga horária de trabalho de 30 horas semanais para professores nas disciplinas de língua portuguesa e matemática, e 20 horas semanais para professores das disciplinas de artes, ciências, educação física, geografia, história, língua inglesa e ensino religioso, substituindo docentes com licença e estagiários.

Veja o resultado no site do NUCEPE: http://nucepe.uespi.br/sel_semec2019.php

Da Redação

Atletas do Badminton na Escola conquistam 38 medalhas em competição regional

Publicada em 11 de julho de 2019 - 8:36

Imprimir
Atletas do Badminton na Escola conquistam 38 medalhas em competição regional

Última atualização: 11 , julho 2019 - 08:36

A equipe de talentosos atletas do Projeto Badminton na Escola fez bonito na Regional I que aconteceu em Natal (RN). Os jovens, que treinam a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e a Associação de Badminton do Grande Dirceu (ASBAGDI), com um time de 29 atletas conquistaram 38 medalhas, sendo 13 de ouro, 08 de prata e 17 de bronze.

A competição que aconteceu durante três dias, reuniu 113 atletas vindos do Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte e Piauí. O time do Badminton na Escola de Teresina conquistou o título de campeã geral do Regional I de 2019.

Na oportunidade, sete atletas participaram pela primeira vez de competições oficiais formando a nova geração do Projeto. “Esta foi uma experiência muito boa, pois aprendi bastante vendo atletas mais experientes jogar”, diz Rayssa Neres.

Já pensando na Copa do Brasil 2020, a equipe subiu os atletas da sub 17 para jogar na categoria sub 19, uma grande conquista com 100% de aproveitamento. Os atletas subiram ao pódio em primeiro lugar em todas as modalidades, conquistando quatro vagas para participarem da copa do Brasil 2020 nesta modalidade. Já na categoria Principal oito atletas estarão representando o Piauí na competição.

“Viemos ao regional com objetivo de conquistar a vaga da Copa do Brasil para nossos atletas que estão no circuito nacional e alcançamos nosso objetivo”, comemora o técnico Fernando Vieira.

Da Redação

Mesmo com menor renda, educação de Teresina chama a atenção de especialistas

Publicada em 19 de junho de 2019 - 10:08

Imprimir
Mesmo com menor renda, educação de Teresina chama a atenção de especialistas

Última atualização: 19 , junho 2019 - 10:08

Até o próximo ano, a Prefeitura de Teresina vai entregar à comunidade mais 21 creches, os chamados Centros Municipais de Educação Infantil, que irão somar mais de 170 em todas as zonas da cidade. Algumas ainda terão berçário, o que vai ampliar também a quantidade de vagas para crianças com menos de 2 anos de idade. Esse é apenas um dos investimentos realizados em Teresina, que figura como uma das cidades que oferecem a melhor educação no Brasil e tem atraído a atenção de estudiosos e até de técnicos do Ministério da Educação.

Em Teresina, os números da educação municipal surpreendem. No ano passado, a cidade comemorou o destaque nacional, quando passou a ser a capital com o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil. Ficou acima de Palmas, que até então ostentava o lugar mais alto do pódio. Os resultados também ultrapassam São Paulo e Rio de Janeiro, capitais que apresentam mais gastos por aluno.

Para o prefeito Firmino Filho, não há fórmula mágica para atingir bons resultados, mas disposição para colocar em prática o que se espera de uma educação pública de qualidade. “Temos planejamento, ações concretas, foco em metas, avaliação de desempenho e organização financeira para oferecer boas condições de trabalho aos professores e aprendizado aos alunos”, explica.

O investimento na educação infantil é uma das prioridades da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e o trabalho tem como objetivo permitir que as crianças de Teresina concluam essa etapa escolar prontas para serem alfabetizadas. Assim, é possível antecipar bastante a idade que começavam a ler e escrever nos anos anteriores.

“Temos crianças lendo bem aos 6 anos de idade, o que muitos achavam impossível para alunos de escola pública. Aprendemos como alfabetizar crianças e sabemos que Educação tem que ser prioridade de verdade, com investimento real”, ressalta o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma.

Diferente da maioria dos municípios do Brasil, onde os pais ainda dormem em filas para conseguir vagas em creches, Teresina comemora a universalização do ensino para crianças a partir de 4 anos de idade desde 2016.

O avanço da educação oferecida pela rede municipal em Teresina enquanto se observa regressão na maioria dos municípios brasileiros tem chamado a atenção do Brasil. Muitos especialistas e o próprio governo federal estão buscando respostas para entender os caminhos que levaram aos excelentes resultados na capital que tem a menor renda per capita do país.

Dados do Ministério da Educação mostram que as notícias nos anos finais do Ensino Fundamental não são tão positivas no país. Apesar do crescimento para 4,7 em 2017 e da elevação do índice em 23 estados, percebe-se que o ritmo da melhora é lento. No Ensino Médio, o último Ideb teve sua menor elevação: de 3,7 em 2015 para 3,8 em 2017. Cinco Estados tiveram redução, cenário bastante preocupante. Nos anos iniciais, a trajetória é um pouco melhor, mas ainda deixa a desejar.

O economista Marcus Pestana publicou recentemente um artigo no site O Tempo intitulado “O radicalismo ideológico e a revolução educacional necessária”. Além de mencionar a consistência das ideias e projetos dos líderes políticos em relação à educação, Marcus citou Teresina e outros municípios piauienses como exemplo de que outra educação é possível.

 

Da Redação

Prefeitura de Teresina abre inscrições para teste seletivo de professor

Publicada em 4 de junho de 2019 - 8:08

Imprimir
Prefeitura de Teresina abre inscrições para teste seletivo de professor

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:50

Estão abertas as inscrições do processo seletivo simplificado para professor substituto das escolas da Prefeitura de Teresina. São 204 vagas para atuação em turmas dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º) de todas as disciplinas, sendo 12 vagas exclusivas para candidatos com necessidades especiais.

As inscrições estarão abertas até 21 de junho, somente pela internet, no site do Nucepe (http://nucepe.uespi.br). A taxa de inscrição de R$ 50,00 deverá ser paga por meio de boleto bancário junto ao Banco do Brasil ou seus correspondentes bancários.

O processo seletivo constará de prova objetiva de caráter classificatório e eliminatório aplicada no dia 07 de julho. A divulgação do resultado está prevista para 17 de julho. Entre os requisitos para ocupar o cargo estão às condições de ser brasileiro ou naturalizado, maior de 18 anos e não ter registro de antecedentes criminais nem vínculo empregatício com os governos federal, estadual ou municipal.

Os aprovados serão contratados por tempo determinado, em Regime Especial, com carga horária de trabalho de 30 horas/semanais, para professores nas disciplinas de língua portuguesa e matemática, e 20 horas/semanais para professores que das disciplinas de artes, ciências, educação física, geografia, história, língua inglesa e ensino religioso, substituindo docentes com licença e estagiários.

“Estamos reforçando o quadro de professores para atender a demanda do município e reforçar o trabalho de qualidade. A convocação será conforme a necessidade das escolas”, explica a gerente de Lotação da Semec, Antônia Célia.

Da Redação

Semec anuncia processo simplificado para seleção de professor substituto

Publicada em 21 de maio de 2019 - 12:38

Imprimir
Semec anuncia processo simplificado para seleção de professor substituto

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:47

A Prefeitura de Teresina publicou edital do processo seletivo simplificado para o provimento de 204 vagas para professor substituto da Secretaria Municipal de Educação. As inscrições para os interessados em atuar nos anos finais do Ensino Fundamental, do 6º ao 9º ano, poderão ser feitas no período de 03 à 21 de junho, somente pela internet, no site do Nucepe (http://nucepe.uespi.br).

O processo seletivo constará de prova objetiva a ser aplicada no dia 07 de julho, com resultado final previsto para o dia 17 de julho. São 192 vagas destinadas a professores dos anos finais da Educação Básica. Mais 12 vagas para candidatos com necessidades especiais.

A taxa de inscrição de R$ 50,00 deverá ser paga por meio de boleto bancário junto ao Banco do Brasil ou aos seus correspondentes bancários. Entre os requisitos para ocupar o cargo estão às condições de ser brasileiro ou naturalizado, maior de 18 anos e não ter registro de antecedentes criminais nem vínculo empregatício com os governos federal, estadual ou municipal.

Os aprovados serão contratados por tempo determinado, em Regime Especial, com carga horária de trabalho de 30 horas/semanais, para professores nas disciplinas de língua portuguesa e matemática e 20 horas/semanais para professores que atuarão nas disciplinas de artes, ciências, educação física, geografia, história, língua inglesa e ensino religioso, substituindo docentes com licença e estagiários. As vagas serão ocupadas de acordo com a demanda da Semec.

Da Redação

Xadrez é suporte pedagógico nas escolas municipais de Teresina

Publicada em 15 de maio de 2019 - 12:23

Imprimir
Xadrez é suporte pedagógico nas escolas municipais de Teresina

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:47

Concentração, memória, planejamento e tomada de decisões são algumas habilidades que os alunos da Escola Municipal João Emílio Falcão estão treinando com as aulas de xadrez. A modalidade é praticada na escola a partir do Programa Novo Mais Educação, que integra atividades diversas à rotina dos alunos para potencializar o aprendizado.

Durante as oficinas de xadrez, os 98 alunos participantes do Programa aprenderam também a confeccionar o tabuleiro e as peças artesanalmente. Além de importante para estimular o raciocínio lógico, as aulas acabam sendo divertidas.

“É um excelente suporte pedagógico, porque se relaciona com as demais disciplinas e desenvolve a competitividade de forma harmoniosa, algo importante para os jovens”, avalia a diretora Maria do Perpétuo Socorro.

Da Redação

Escola no Vale do Gavião atenderá a 450 alunos em tempo integral

Publicada em 6 de maio de 2019 - 9:15

Imprimir
Escola no Vale do Gavião atenderá a 450 alunos em tempo integral

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:48

O prefeito Firmino Filho e o secretário municipal de Educação, Kléber Montezuma, visitaram na manhã desta sexta-feira (03) obras de construção e reforma de escolas na zona Leste da capital. Os gestores estiveram na obra da Escola Municipal Olímpio Castro e no CMEI Tia Fanny, ambas no Vale do Gavião.

A escola Olímpio Castro está em fase avançada de obras e vai atender a, aproximadamente, 450 alunos do 6º ao 9º ano em regime integral. O prédio contará com 13 salas de aula, laboratório de informática, biblioteca, área administrativa, cozinha com refeitório e quadra de esportes. A previsão é que a escola esteja funcionando no segundo semestre de 2019. O investimento na obra é de R$ 4.406.735,68, com recursos próprios do município.

Em seguida, eles visitaram o Centro Municipal de Educação Infantil Tia Fanny, que conta com oito salas de aula e dois berçários, atendendo a 260 crianças de seis meses a cinco anos de idade.

“É uma alegria visitar essas obras e essas crianças e ver de perto o funcionamento da nossa rede. A Tia Fanny é uma creche bonita e muito bem organizada, onde vemos um trabalho de excelência sendo desenvolvido e isso nos enche de orgulho. Essa manhã foi dedicada à educação dessas crianças que estão sendo preparadas para construir o futuro da nossa cidade”, disse o prefeito.

O secretário Kléber Montezuma destacou a dedicação do prefeito à educação de Teresina. “Visitas como essa nos mostram o interesse do prefeito de acompanhar de perto as obras que estão acontecendo e como as políticas de educação estão funcionando. Somente nesta gestão de Firmino Filho já foram entregues 482 salas de aulas, beneficiando em torno de 15 mil alunos, com investimentos superiores a R$ 50 milhões, o que prova a força que a educação tem nessa administração”.

O gestor também ressaltou o compromisso dos professores da rede municipal. “Todos esses investimentos, somados às constantes capacitações que nossos professores têm e principalmente à dedicação desses profissionais, nos levou a colocar a educação de Teresina como uma das melhores do país. Todo esse trabalho continuará, cada vez com mais força, pois nosso foco sempre será melhorar cada vez mais a educação de nosso município”, finalizou o secretário.

Da Redação

VISITA

Secretário de Educação de São Paulo conhece e elogia novo currículo de Teresina

Gestor visitou a capital a cidade de Teresina

Publicada em 10 de dezembro de 2018 - 19:17

Imprimir
Secretário de Educação de São Paulo conhece e elogia novo currículo de Teresina

Última atualização: 10 , dezembro 2018 - 19:17

O modelo de reformulação do currículo da cidade de São Paulo foi inspiração para o processo em Teresina. A fim de conferir de perto o documento pronto, o secretário municipal de Educação da capital paulista, Alexandre Schneider, está hoje (10) em Teresina, acompanhado da diretora de Ensino Fundamental, Minéia Paschoaelo.

A agenda da visita técnica incluiu uma apresentação detalhada de como a Secretaria Municipal de Educação (Semec) conduziu as estratégias de reformulação. O processo teve início logo após a viagem do secretário municipal de Educação de Teresina, Kleber Montezuma, a São Paulo, em dezembro do ano passado. Com boas ideias para o começo das discussões, técnicos e equipes escolares elaboraram as novas diretrizes à luz da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) durante todo o ano de 2018.

Alexandre elogiou a sistemática de organização da atualização curricular, que incluiu consultas públicas e auxílio de especialistas externos. Trouxe, ainda, sugestões para os próximos passos, e elogiou o desempenho da Rede Municipal no cenário nacional.

“Teresina é referência em educação para São Paulo, temos orgulho de ter contribuído com esse processo de reformulação. Nos chamou atenção a clareza do projeto, que está voltado para que a criança aprenda, detectando as deficiências, trabalhando com a formação dos profissionais e destacando a avaliação como oportunidade para que a escola busque melhorar um pouco mais a cada dia”, declara o secretário de São Paulo. Para ele, esse estímulo é o que tem feito Teresina estar em primeiro lugar entre as capitais do país. “Troco tudo que temos por esse posto de primeiro lugar no Ideb”, brinca Alexandre.

Os visitantes também foram recebidos pelo prefeito Firmino Filho em seu gabinete na Prefeitura. O prefeito falou da importância dessa parceria entre as cidades para o compartilhamento de aprendizados. “Foi a partir da base elaborada por São Paulo que produzimos as nossas diretrizes, assim como já dialogamos em outros projetos para o crescimento das duas capitais. Os desafios continuam, Alexandre é um grande gestor, São Paulo tem uma rede de escolas gigantesca e com certeza essas contribuições são importantes para a trajetória da nossa educação”, avaliou Firmino.

A programação do dia contou com visitas a duas unidades de ensino da Rede. A dupla conheceu a rotina escolar do Centro Municipal de Educação Infantil Joel Mendes, no Centro, e a Escola Municipal Eurípides de Aguiar, no bairro Marquês. O secretário Alexandre Schneider conversou com os gestores e trocou dicas.

Segundo Montezuma, a visita é motivo de orgulho para Teresina. “São Paulo tem a maior rede de ensino do país, com mais de um milhão de alunos, e o secretário veio conferir como trabalhamos para alcançar a melhor proficiência. Isso é uma honra para nós e também nos engrandece”, concluiu.

INCLUSÃO

SEMEC entregará mais 16 cadeiras escolares adaptadas para a Educação Inclusiva

As cadeiras irão auxiliar no processo ensino-aprendizado, promovendo uma acessibilidade aos alunos.

Publicada em - 18:16

Imprimir
SEMEC entregará mais 16 cadeiras escolares adaptadas para a Educação Inclusiva

Última atualização: 10 , dezembro 2018 - 18:16

Promover a educação de forma inclusiva é um dos objetivos da Prefeitura de Teresina, e para proporcionar a inclusão dos alunos com deficiência, matriculados na Rede Municipal de Ensino a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), vem realizando diversas ações.

Dentre suas ações, está a entrega de carteiras e mesas adaptadas para alunos com deficiência física ou com mobilidade reduzida, realizada a partir de uma avaliação postural por um profissional de fisioterapia especializado. As cadeiras irão auxiliar no processo ensino-aprendizado, promovendo uma acessibilidade aos alunos.

Essa ação vem acontecendo desde 2011 e para garantir a melhor inclusão dos alunos com deficiência física/neuro/motora já foram entregues até agora 165 carteiras e mesas adaptadas, e no inicio de 2019, serão entregue mais 16. “Uma das áreas que estamos tendo uma maior atenção é a educação. O nosso compromisso é de ter uma escola que acolha bem as crianças, formando cidadãos. Trabalhamos a inclusão e estamos avançando. Estamos também com mais de 180 profissionais trabalhando mais de perto com essas crianças que precisam de uma atenção especial”, lembrou o secretário municipal de Educação Kléber Montezuma.

A Coordenadora de Educação Inclusão da Semec, Maria Teresa Fortes, destacou que as cadeiras são importantes para garantir a adaptação postural das crianças. Segundo ela, a escola deve encaminhar um laudo solicitando a cadeira adaptada. “A fisioterapeuta faz a visita para proceder à avaliação da necessidade de adequação postural, que fará indicações para confecção da carteira adaptada, recurso que melhora a postura e, consequentemente, a condição funcional das pessoas com deficiência”, destaca.

Teresa explica ainda, que as cadeiras acompanharão os alunos quando houver necessidade de mudança de escola e que conforme a criança cresce é realizada uma nova avaliação e feito a troca da cadeira quando necessário. “Salientamos o quanto esta ação promove conforto e bem estar para os alunos, garantindo a segurança necessária, favorecendo assim a sua aprendizagem”, conclui.