Investigação

Fugas de presos da penitenciária de Parnaíba serão investigadas

A Comissão tem o prazo de até 30 dias para emitir o Relatório Final. 

Publicada em 15 de julho de 2018 - 21:02

Imprimir
Fugas de presos da penitenciária de Parnaíba serão investigadas

Última atualização: 15 , julho 2018 - 21:04

A Secretaria de Justiça do Estado do Piauí (Sejus) determinou uma sindicância para investigar as fugas de presos da penitenciária de Parnaíba. A Comissão tem o prazo de até 30 dias para emitir o Relatório Final.

A medida é para investigar as fugas dos detentos: Sebastião dos Santos Oliveira, Edimar Sampaio da Silva e Erick David Santana de Oliveira, ocorrida em maio deste ano.

De acordo com a portaria, caso seja comprovado a participação de algum servidor público, este será devidamente punido.

A portaria 036/2018 foi assinada no dia 4 de julho e foi publicado no Diário Oficial da União na última quinta-feira, (12/07).

Investimento

Sistema penitenciário do Piauí recebe viaturas e R$ 5 milhões

Os veículos reforçaram o recém-criado grupo de escolta da penitenciária para descolamento de presos para audiência de custódia.

Publicada em 22 de maio de 2018 - 18:56

Imprimir
Sistema penitenciário do Piauí recebe viaturas e R$ 5 milhões

Fonte: Redação do Piauí Agora

Última atualização: 22 , maio 2018 - 18:56

O Sistema Penitenciário do Piauí, por meio da Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), recebeu nesta terça-feira, (22/05), no Palácio de Karnak, três viaturas especiais para transporte de detentos e ainda R$5 milhões para investir em monitoramento e inteligência.

Os veículos, modelos Ford F4000, foram totalmente customizados para uso em terrenos de difícil acesso e serão destinadas à Casa de Custódia de Teresina, ao Comando de Operações Prisionais (COP) e para a Penitenciária Regional de Campo Maior.

De acordo com Hermogem Melo, gerente da Penitenciária Regional, os veículos também reforçaram o recém-criado grupo de escolta da penitenciária para descolamento de presos para audiência de custódia.

“Na penitenciária ficamos fora da cidade, passamos por um terreno ondulado. Um veículo com um potencial desses é essencial”, pontuou.

Para Daniel Oliveira, secretário de Justiça, presídio seguro traz paz à sociedade.

“Estamos trabalhando para garantir que a Polícia Civil faça o seu trabalho, que a Polícia Militar faça o seu trabalho no estado do Piauí a partir de unidades prisionais que estejam tranquilas e com suas práticas disciplinares funcionando. O Piauí tem dado vários bons exemplos para o Brasil nesse sentido”, avalia.

O governador Wellington Dias conta que o sistema penitenciário contará com a classificação em alto risco, médio risco e baixo risco baseado no Poder Judiciário e o Ministério Público.

“Isso vai garantir que tenhamos o devido contato entre cada preso, evitando que presos perigosos influenciem presos de menor risco para a entrada em organizações criminosas”, ressalta.

Nomeação 

Na ocasião o governador Wellington Dias sinalizou positivamente para a nomeação de concursados da Secretaria de Justiça e autorizou a equipe financeira do governo a tratar sobre o tema com o secretário Daniel Oliveira

Segurança

Sistema Penitenciário do Piauí receberá três viaturas

Os veículos estão orçados em R$294 mil e serão utilizados para transportar presos, principalmente, em terrenos de difícil acesso.

Publicada em 21 de maio de 2018 - 18:38

Imprimir
Sistema Penitenciário do Piauí receberá três viaturas

Fonte: Redação do Piauí Agora

Última atualização: 21 , maio 2018 - 18:39

O Sistema Penitenciário do Piauí receberá nesta terça-feira, (22/05), três viaturas especiais do Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus). Os veículos, modelos Ford F4000, estão orçados em R$294 mil e serão utilizados para transportar presos, principalmente, em terrenos de difícil acesso.

Para escoltar detentos, as viaturas foram projetadas com um baú, que possui compartimento com cela e tem capacidade de transportar até oito presos. Há ainda um compartimento para transportar a equipe de escolta, com lugar para quatro agentes penitenciários.

Dentre as novidades, há intercomunicadores entre os compartimentos e sinalizador de emergência e de estacionamento, com sensor de portas abertas. Além disso, os carros possuem faróis de milha, guincho elétrico para auxílio em atolamentos e snorkel, acessório que auxilia o motor a funcionar em vias alagadas.

Já na parte interna dos veículos, três microcâmeras captam imagens internas de alta definição, mesmo com 0% de luminosidade.

Investimento

Mais de R$9 milhões são investidos em penitenciárias

Os recursos investidos são do Fundo Penitenciário Nacional e do Plano de Modernização do Sistema Prisional.

Publicada em 16 de maio de 2018 - 14:27

Imprimir
Mais de R$9 milhões são investidos em penitenciárias

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 16 , maio 2018 - 15:54

A Secretaria de Justiça do Estado do Piauí (Sejus) informou que, nos últimos três anos, mais de R$9 milhões foram investidos no sistema prisional do Piauí. Os recursos investidos são do Fundo Penitenciário Nacional e do Plano de Modernização do Sistema Prisional.

O investimento foi feito na aquisição de equipamentos como: 500 pistolas e 60 carabinas calibre 40, espingardas, granadas de efeito moral e munição letal e de borracha. As penitenciárias também passaram a contar nos últimos anos com pórticos e raquetes detectores de metais; scanners raio-X e rádios comunicadores portáteis e fixos.

Só em armas e munição foram investidos R$3,5 e quase R$1 milhão em equipamentos para proteção individual dos servidores das penitenciárias, como: 380 coletes balísticos, 1.000 cintos de guarnição, 1.000 coturnos táticos, capacetes, caneleiras, cotoveleiras e outros materiais para reforçar a proteção dos agentes.

A aquisição e instrumentalização do efetivo, que também beneficiou o Comando de Operações Prisionais (COP) é fruto do Plano de Modernização do Sistema Prisional, desenvolvido pela secretaria de Justiça.

São ações que garantem modernidade e avanço na segurança dos nossos presídios, oferecendo melhores condições de trabalho para os agentes e segurança para a população”, destaca o secretário da Justiça, Daniel Oliveira.

Viaturas

Em 2017, a Secretaria de Justiça adquiriu 21 viaturas para o sistema penitenciário. Cerca de R$ 1,8 milhões do Fundo Penitenciário foi destinado à compra de dez viaturas, somados a outros veículos que foram entregues em parceria com o Exército e com outras reservas do Tesouro Estadual. Os veículos são adaptados para cela, com capacidade para transportar até dez presos, contam com sistema de câmeras e transmitem áudio para a cabine de motorista.

Monitoramento eletrônico


Os presídios do Estado têm ganho um grande reforço em suas estruturas com a implantação do Circuito Fechado de Televisão, o CFTV, que está sendo implantado nas unidades penais. Com investimento inicial de mais de R$ 1,2 milhão, dos 15 estabelecimentos penitenciários do Piauí, as Casas de Detenção de Altos e São Raimundo Nonato, a Casa de Custódia de Teresina e a Penitenciária Regional Irmão Guido são os presídios que já receberam o sistema de monitoramento.

No total, 314 câmeras monitoram, 24 horas por dia todos os dias, detentos, agentes prisionais, parte interna e todo o perímetro externo dos presídios. A meta da Secretaria de Justiça, dentro do Plano de Modernização do Sistema Prisional, é expandir o sistema para todas as unidades penais do Estado.

As câmeras do CFTV possibilitam zoom e giro de 360°, bem como imagens em resolução Full HD, sendo o que há de mais moderno no mercado. O acompanhamento é feito em bases, dentro dos próprios presídios, que contam com monitores de TV, rádios comunicadores e outros aparelhos. Na área de comunicação em rádio, a Sejus adquiriu mais de 50 terminais móveis com criptografia e GPS que funcionam comunicam os presídios do perímetro da capital.

Novas unidades prisionais

Entre 2015 e 2017 foram abertos dois novos presídios no estado, a Casa de detenção de Altos, com 156 vagas, e a Penitenciária de Campo Maior, com 160. A expectativa para 2018 é que sejam abertas novas vagas no sistema prisional do Piauí.

Com a previsão de abertura da Cadeia Pública de Altos, com 603 vagas, e da Central de Triagem de Teresina, com 160 vagas, a meta da Secretaria de Justiça é ir de encontro à lotação das unidades.

Em fase de estudo, duas novas licitações de obras devem ser lançadas para este ano. Um para a construção de nova Penitenciária de Oeiras, com 160 vagas, e outra para a garantia de uma penitenciária em Bom Princípio, com capacidade para 336 detentos.