Sema

Nonato Moura assume Secretaria Municipal de Administração

secretário assume pasta após a saída de Francisco Canindé, que foi para a Secretaria Municipal de Finanças (Semf).

Publicada em 5 de novembro de 2018 - 13:15

Imprimir
Nonato Moura assume Secretaria Municipal de Administração

Última atualização: 5 , novembro 2018 - 13:16

Servidor de carreira da Prefeitura de Teresina, Raimundo Nonato Moura Rodrigues está assumindo a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) após a saída de Francisco Canindé, que foi para a Secretaria Municipal de Finanças (Semf).

O novo gestor, que estava como diretor executivo da Fundação Municipal de Saúde (FMS), destaca que assume o cargo na Sema com o compromisso de tornar a administração municipal ainda mais eficiente. “Como gestor, nossa busca será incessante por tornar a pasta mais eficiente, dando continuidade ao trabalho que vinha sendo executado pelo Canindé e pelo Moura, anteriormente. Vamos reanalisar os contratos para avaliar onde podemos reduzir custos, assim como pretendemos melhorar os processos e as rotinas, para torná-las mais céleres, sobretudo nas licitações”, disse.

Na Prefeitura de Teresina, Nonato Moura já participou da elaboração dos planos de cargos, carreiras e salários dos servidores no período de 2006 a 2010, bem como participou da construção do Sistema de Monitoramento de Ações, Projetos e Programas (Simapp).

Currículo

Nonato Moura é bacharel em Administração pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi), com mestrado em Economia pela Universidade Federal do Ceará (UFC), especialização em Administração Hospitalar pela Universidade de Ribeirão Preto (SP), fez curso de Formação Geral e Desenvolvimento de Altos Executivos pela Universidade de São Paulo (USP), além do curso/aperfeiçoamento em Qualidade da Educação pela Universidade de Harvard (USA).

Na Prefeitura de Teresina, já passou pela Secretaria Municipal de Saúde de Teresina, Fundação Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação. Também é professor de Administração do Ensino Superior e já foi consultor de organizações públicas e privadas.

Com informações PMT

retorno

Rafael Fonteles reassumi Sefaz após tratamento médico

Secretário estava afastado desde junho devido a um tratamento para cuidar de uma hérnia de disco, em São Paulo.

Publicada em 3 de outubro de 2018 - 13:18

Imprimir
Rafael Fonteles reassumi Sefaz após tratamento médico

Última atualização: 3 , outubro 2018 - 13:18

O professor Rafael Fonteles já está novamente a frente dos trabalhos da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), a informação foi confirmada pelo Governo do Estado. O secretário, que retornou ao cargo nesta terça-feira (02), estava afastado desde junho devido a um tratamento para cuidar de uma hérnia de disco, em São Paulo.

De acordo com o Governo do Estado, devido ao procedimento, que é considerado delicado, foi necessário repouso e acompanhamento médico permanente por cerca de três meses.

O boletim médico divulgado na época pelo hospital informou que Rafael era portador de espondilodiscopatia degenerativa (desgaste da coluna cervical), também conhecida como “doença degenerativa do disco”, com volumosa hérnia discal, atingindo as vértebras C5 e C6.

No período em que esteve ausente, a secretaria foi assumida pelo auditor fiscal Antônio Luiz Soares Santos.

Investimento

Obras da Nova Maternidade terão início nesta segunda (03)

a previsão é que as obras sejam entregues em 24 meses e realize um número de atendimento bem mais expressivo que a atual Maternidade Dona Evangelina Rosa. 

Publicada em 27 de junho de 2018 - 21:52

Imprimir
Obras da Nova Maternidade terão início nesta segunda (03)

Última atualização: 27 , junho 2018 - 21:52

As obras da unidade de referência em alta complexidade materno-infantil, Nova Maternidade terá início nesta segunda-feira, (03/06). A Secretaria de Estado da Saúde recebeu a autorização para início das obras nessa terça (26/06), pela Caixa Econômica Federal.
A obra está orçada em aproximadamente R$ 83milhões, com recursos de emenda dos deputados federais Assis Carvalho e Iracema Portella, e ainda do Tesouro Estadual, terá impacto significativo na melhoria da assistência à mulher e o bebê.
Segundo Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde, a previsão é que as obras sejam entregues em 24 meses e realize um número de atendimento bem mais expressivo que a atual Maternidade Dona Evangelina Rosa.
“Sem dúvidas tratá uma grande melhoria na assistência materna e à primeira infância no estado Piauí é um dos caminhos para a solução”, diz Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde.
Somente em UTI adulta, serão 20 unidades, assim como 30 leitos de UTI neonatal. Além desses, 45 leitos de Cuidados Intermediários e 20 de leitos Intermediários Canguru, que é um espaço para acolhimento de mãe e bebê. Portanto, serão 105 leitos para tratamento intensivo.
ESPAÇO ACOLHIMENTO
O espaço de acolhimento para um parto humanizado e melhores cuidados com mães e bebês conta ainda com a Casa de Gestante, Bebê e Puérpera, que visa garantir a permanência de gestantes e puérperas de risco que exigem vigilância constante em ambiente não hospitalar, que não podem retornar ao domicílio, ou de mães que têm bebês internados na UTI, UCI ou na Unidade Canguru. Ou seja, uma estrutura que dá mais assistência aos cuidados com a mãe e bebê, permitindo que a mãe fique o mais próximo do seu filho.
A nova maternidade
Unidade de Pronto Atendimento
Duas salas de admissão
Seis leitos de observação
Seis consultórios de admissão, sendo dois deles com estrutura para instalação de aparelho de ultrassonografia e cardiotocografia
Unidade/Serviço de Atenção à Mulher Vítima de Violência de Gênero
Unidade de Internação de Baixa e Alta Complexidade
Dois Centros de Parto Normal – 10 leitos de parto, pós-parto
Enfermarias de Alojamento conjunto (mãe e bebê): 90 leitos
Enfermarias de Gravidez de Alto Risco: 60 leitos
UTI Adulto: 20 leitos
UTI Neonatal: 30 leitos
Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCO): 45 leitos
Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCA): 20 leitos
Centro Cirúrgico Pediátrico/Neonatal: 04 salas
Centro Cirúrgico Obstétrico: 04 Salas
Centro Obstétrico: 06 Salas
Unidade de Medicina Fetal
Dotada de estrutura para ultrassonografia, cardiotocografia, estrutura cirúrgica básica para procedimentos de baixa complexidade