Prefeitura anuncia investimento de R$ 212 milhões em obras para zona sul ainda este ano

Publicada em 13 de maio de 2019 - 8:44

Imprimir
Prefeitura anuncia investimento de R$ 212 milhões em obras para zona sul ainda este ano

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:48

A relação das obras que estão previstas para serem licitadas ainda este ano e realizadas pela Prefeitura de Teresina na zona Sul da capital somam um investimento de mais de R$ 212 milhões. A maioria, na verdade, já está sendo licitada e outras estão sendo preparadas para licitação.

Entre os principais destaques estão a 3ª etapa da Via Sul, parte da obra que liga a Ponte Anselmo Dias à Avenida Manoel Ayres Neto, no bairro Santo Antônio; a segunda etapa da reforma do Mercado da Piçarra; a continuação da Urbanização da Vila da Paz; e a reforma do Mercado Piauí. Somente essas quatro obras representam um investimento superior a R$ 60 milhões.

O Mercado da Piçarra é dividido em três setores: alimentação, carnes e o de frutas e verduras. No ano passado, a Prefeitura inaugurou a reforma do setor de alimentação. Agora, será a vez da parte onde são comercializados frutas, verduras, temperos e carnes. O Mercado do Parque Piauí também ganhará uma ampla reforma, bem como a feirinha do Promorar.

A quantidade de ruas que serão pavimentadas este ano é bem ampla. Vão ganhar calçamentos novos locais como o Parque Vitória, que receberá um investimento de quase R$ 900 mil, o Parque Eliane (seis ruas), a Vila Irmã Dulce, Angelim, Santa Filomena, Hugo Prado, entre outros.

O superintendente da SDU Sul, Paulo Lopes, destaca a importante diversidade de áreas que serão contempladas com obras na região. “Vale destacar que nesta relação temos obras de grande porte, como a terceira etapa da Via Sul e a segunda da Urbanização da Vila da Paz, e também temos diversas outras de menor porte, mas não menos importantes para o desenvolvimento da região”, disse.

Completam a relação de obras previstas para serem licitadas esse ano a construção de quadras esportivas, de praças, campo de futebol, reforma de um centro de produção e implantação de novas canaletas e sarjetas.

Da Redação

Obra da galeria da zona Leste retoma ritmo normal após chuvas

Publicada em 9 de maio de 2019 - 10:56

Imprimir
Obra da galeria da zona Leste retoma ritmo normal após chuvas

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:48

Com a redução do volume das chuvas na cidade, a construção da galeria da zona Leste de Teresina retoma seu ritmo normal a partir da próxima segunda-feira (13). No período de chuvas mais intensas, a obra estava na fase de perfuração de poços e de serviços de microdrenagens.

De acordo com a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste, o próximo passo será a abertura de duas caixas de passagem, que será responsável pela mudança do trecho da galeria. A obra será feita nas extremidades da Avenida João XXIII, uma em frente à Jacaúna e a outra no cruzamento da Rua Elvídio Ferraz com a marginal da João XXIII.

“Com o final do período chuvoso, os serviços da galeria serão retomados em ritmo normal. Até o mês de julho, nossa intenção é atravessar a Avenida João XXIII e dar o devido e efetivo prosseguimento aos serviços da galeria, que garantirão a drenagem das águas das chuvas, evitando os alagamentos nas principais avenidas e ruas da região”, explicou o superintendente João Pádua.

O superintendente executivo e engenheiro Ângelo Cavalcante informa que a obra já passou do seu primeiro quilômetro de extensão e que as próximas etapas serão realizadas dentro do período estimado. “Sabemos que as próximas fases da obra terão uma complexidade maior, mas estudaremos as medidas necessárias para minimizar os transtornos à população. O resultado da construção da galeria trará inúmeros benefícios, mudando a vida de muitas pessoas que moram na região”, disse.

Com investimento superior a R$ 49,4 milhões, a galeria é uma obra complexa e que terá 7 km de extensão. Os recursos são oriundos da Caixa Econômica Federal, com contrapartida da Prefeitura de Teresina.

 

Da Redação

 

SDU recolhe placas e trailers irregulares em calçadas da zona sul

Publicada em 8 de maio de 2019 - 12:21

Imprimir
SDU recolhe placas e trailers irregulares em calçadas da zona sul

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:48

No primeiro dia de operação para desobstruir calçadas e vias públicas, a equipe de fiscalização da SDU Sul apreendeu vários cavaletes e recolheu placas e trailers instalados de forma irregular. Segundo o gerente de Fiscalização e Controle da SDU Sul, Rogério Rodrigues, essa ação teve início na tarde desta terça-feira (7), e vai continuar nos próximos dias.

Também no primeiro dia, 15 estabelecimentos foram notificados para que se adequem e retirem seus produtos das calçadas. “Nosso objetivo não é prejudicar, nem multar ninguém. Mas as calçadas precisam ficar livres para a passagem dos pedestres. Não é correto o pedestre ter que dividir espaço nas ruas com os veículos”, lembrou Rogério. Ainda de acordo com o gerente, casos esses estabelecimentos notificados não retirem os produtos das calçadas, a superintendência fará a apreensão.

Outro ponto importante da operação de fiscalização é com relação a utilização de peças de publicidade. Algumas delas são completamente proibidas, e estão sendo apreendidas, e outras precisam ser licenciadas e estar de acordo com o Código de Postura do Município.

São exemplos de peças proibidas os cavaletes colocados em canteiro central de avenida ou na via pública, e placas, faixas e cartazes colocados em postes de iluminação pública.  Mesmo as publicidades regulamentadas precisam estar devidamente licenciadas e seguir as regras.

Da Redação

Operação fiscaliza ocupação irregular de calçadas na zona sul

Publicada em 7 de maio de 2019 - 8:13

Imprimir
Operação fiscaliza ocupação irregular de calçadas na zona sul

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:48

A Prefeitura de Teresina inicia nesta terça-feira (7) uma ação para fiscalizar em bairros da zona Sul da cidade o uso irregular de calçadas e a utilização de publicidades não regulamentadas. Fiscais da SDU Sul vão percorrer os bairros, principalmente aqueles que tradicionalmente possuem um comércio mais movimentado, alertando sobre a necessidade de deixar as calçadas livres para o uso dos pedestres.

“Recebemos muitas reclamações de pessoas, inclusive de vários idosos, dizendo que se arriscam caminhando em ruas e avenidas porque não conseguem passar nas calçadas”, lembrou o gerente de fiscalização da SDU Sul, Rogério Rodrigues.

O gerente destacou ainda que, mesmo muitos desses comerciantes já tendo sido notificados, os fiscais vão fazer um novo alerta, atuando de forma educativa. “O comerciante que não se adaptar pode ter suas mercadorias apreendidas. Nosso objetivo não é prejudicar ninguém, nem gerar multas, nossa meta é deixar as calçadas livres para o uso do pedestre”, esclareceu.

Com relação à utilização de peças de publicidade, o gerente explica que existem dois casos diferentes. Um deles está relacionado a modalidades de peças não regulamentadas e, portanto, de uso não permitido de acordo com o Código de Postura do Município. São exemplos uso de cavaletes em canteiro central ou via pública e fixação de placas e faixas em postes de iluminação pública. Nesse caso, os fiscais fazem o recolhimento de imediato.

Rogério Rodrigues lembra que mesmo as publicidades regulamentadas precisam estar devidamente licenciadas e seguir as regras. É proibido, por exemplo, a ocupação de áreas públicas. “Quem ainda não está licenciado deve procurar o setor de licenciamento da SDU da sua região”, alertou.

Da Redação

SDUs recolhem cerca de 30 toneladas de lixo descartado em local irregular

Publicada em 15 de abril de 2019 - 13:01

Imprimir
SDUs recolhem cerca de 30 toneladas de lixo descartado em local irregular

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:45

Um total de 29.314,81 toneladas de lixo descartado de forma irregular foram coletadas nos dois primeiros meses do ano pelas SDUs (Superintendências de Desenvolvimento Urbano) em Teresina. O trabalho de recolhimento foi intensificado nos meses chuvosos para evitar o entupimento de galerias e bueiros, e manter limpas áreas que são passagem natural das águas.

“O acúmulo do lixo descartado de forma irregular em ruas e avenidas da cidade é um agravante nesse período de chuvas. A limpeza é necessária para evitar alagamentos e o carreamento de resíduos para as residências”, ressalta o superintendente João Eulálio, da SDU Leste.

Só na zona Norte, por exemplo, foram recolhidos nos meses de janeiro e fevereiro deste ano um total de 6.619,22 toneladas de lixo. Na zona Sul, 9.883,69 toneladas de lixo foram coletadas neste mesmo período.

A SDU Sudeste retirou 6.044,37 toneladas de lixo na região. E a zona Leste, nos meses de janeiro e fevereiro a SDU coletou 6.767,53 toneladas de lixo.

“A colaboração da população é fator imperativo para evitar o acúmulo ou descarte irregular de lixo em áreas de proteção ambiental. Ações direcionadas e a conscientização sobre a questão ajudam a manter a cidade mais limpa, e a comunidade pode contribuir realizando o acondicionamento do lixo da maneira correta e evitando despejar materiais em praças e no meio de ruas e avenidas”, explica Marco Antônio Ayres, superintendente de Desenvolvimento e Habitação.

As equipes das SDUs, por meio das Gerências de Serviços de Serviços Urbanos (GSU), promovem ações de limpeza periodicamente, de acordo com as demandas que surgem na comunidade. São responsáveis por limpeza de galerias, retirada de transbordo, capina, manutenção de viveiros, poda de árvores, transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes, entre outros serviços.

A população também pode ajudar com informações ou denúncias sobre descarte incorreto de lixo domiciliar ou material sólido pelo aplicativo Colab e pelos telefones dos órgãos:

SDU Centro Norte: (86) 3215-7463
SDU Leste: (86) 3215-7875
SDU Sudeste: (86) 3215-7855
SDU Sul: (86) 3215-7660

 

Da Redação

CHEGADA DAS CHUVAS

SDU Leste faz limpeza preventiva em 15 bairros da região

Período chuvoso se aproxima e a superintendência trabalha para não haver problemas

Publicada em 22 de novembro de 2018 - 11:48

Imprimir
SDU Leste faz limpeza preventiva em 15 bairros da região

Última atualização: 22 , novembro 2018 - 11:48

Grandes áreas verdes e públicas, galerias, praças, avenidas e ruas de 15 bairros da zona leste estão recebendo serviços de limpeza. A ação é promovida pelos 224 profissionais que compõe a equipe de limpeza da Gerência de Serviços Urbanos da SDU Leste. O principal objetivo é prevenir contra possíveis danos em decorrência do período chuvoso que se aproxima.

Os trabalhos passam também pela retirada de lixo das galerias, para evitar a obstrução do local e facilitar a passagem das águas das chuvas. Além disso, entre os serviços desempenhados pela equipe estão manutenção de viveiros, serviços de poda de árvores, capina e também o processo de transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes.

Estão sendo atendidos os bairros Ininga, São Cristóvão, Cidade Jardim, Vale do Gavião, Palmeiras, Morros, Fátima, Porto do Centro, Cidade Leste, Santa Isabel, Horto, Santa Bárbara, Árvores Verdes, Geovane Prado e Noivos.

“Preocupada com a chegada do período chuvoso, a Gerência de Limpeza, além de atuar de forma programada, está intensificando os serviços no período que antecede a chegada das chuvas. Também destinamos frentes de trabalho para realizarem a manutenção de viveiros, serviços de poda de árvores e também o processo de transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes. Estamos atuando com trabalhos intensos para proporcionar uma melhor qualidade de vida para os moradores da região”, afirma o gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes.

Centro/Norte

Descarte incorreto de lixo gera prejuízos aos cofres públicos

Todo o trabalho gerou ao cofre público cerca de R$78 mil reais.

Publicada em 19 de novembro de 2018 - 17:00

Imprimir
Descarte incorreto de lixo gera prejuízos aos cofres públicos

Última atualização: 19 , novembro 2018 - 17:00

As equipes de limpeza da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Centro/Norte recolheram no mês de outubro aproximadamente duas mil toneladas de lixo das vias da região. Todo o trabalho gerou ao cofre público cerca de R$78 mil reais.

“Foram R$78 mil reais gastos com limpeza, recurso que poderia estar sendo investido em outras áreas de prioridade do poder público. Então, a partir disso, nós pedimos a colaboração das pessoas para o descarte correto de alguns materiais como restos de podas, material de construção, móveis, que são colocados no meio das ruas, praças, terrenos abandonados”, afirma Márcia Muniz, superintendente executiva da SDU Centro Norte.

A Gerência de Serviços Urbanos (GSU) da SDU Centro Norte trabalha periodicamente na limpeza da cidade realizando os serviços capina, varrição, transbordo e outros. A população também pode contribuir com esse trabalho destinando o material que o transporte de limpeza não recolhe aos Pontos de Recolhimento de Resíduos (PRRs) da região.

Na região Centro Norte são 9 PRRs que ficam localizados nos bairros Ilhotas, Morro da Esperança, Mafuá, Aeroporto, Mocambinho, Santa Maria da Codipi, Mafrense e Buenos Aires.

A população também pode denunciar o descarte incorreto do lixo domiciliar ou material sólido pelos números (86)3232 3524, (86)99806 6171 (Lixo Zero) ou por meio do aplicativo Colab, que fornece ao cidadão a possibilidade de acrescentar imagens, localização da infração e contribuir para uma Teresina mais limpa.

Pontos de Recolhimento de Resíduos na zona Norte:

Rua Mato Grosso, entre as Ruas Jarbas Martins e Anísio Brito, Bairro Ilhotas

Rua Prof. Fernando Marques, entre a Av. Alameda Parnaíba a Rua Amazonas Bairro Morro da Esperança

Rua Alcides Freitas, entre as Ruas Rui Barbosa e 13 de Maio, Bairro Mafuá

Rua Governador Arthur de Vascocelos, entre as Ruas Roraima e Território Fernando de Noronha, Bairro Aeroporto

Rua Desembargador Caio Oliveira com Avenida do Dique, Loteamento São José – Bairro Mocambinho

Rua Mariano Gaioso com Avenida Ministro Ségio Mota, Bairro Santa Maria da CODIPI

Avenida da Conquista (Francisco Nogueira), próximo ao Parque Ambiental do Res. Francisca Trindade, Bairro Santa Maria da CODIPI

Rua Manuel Aguiar com Rua Raimundo Vila Nova, Bairro Mafrense

Rua Professor Oscar Clarck, ao lado do Cemitério Santo Antônio, Bairro Buenos Aires

FONTE: Ascom SDU/Centro-Norte

SDU LESTE - MOBILIDADE

SDU aplica R$ 11 milhões em pavimentação e acessibilidade de calçadas na zona leste

Publicada em 5 de novembro de 2018 - 16:15

Imprimir
SDU aplica R$ 11 milhões em pavimentação e acessibilidade de calçadas na zona leste

Última atualização: 5 , novembro 2018 - 16:15

Para uma pessoa com deficiência, ter uma calçada adaptada e rua devidamente calçada que facilite a locomoção é essencial para a qualidade de vida. Somente na zona leste de Teresina, a Prefeitura está investindo R$ 11 milhões em recursos do governo federal com contrapartida do município.

“Ter acessibilidade e possibilidade de mobilidade é fundamental. Minha rua já é asfaltada e com as calçadas adaptadas, ou seja, as rampas, isso vai facilitar nosso passeio, meu e de outros cadeirantes do bairro também”, afirma o cadeirante Pedro Inácio, de 31 anos, que mora na zona leste.

A SDU Leste vem desenvolvendo ações dessa natureza e, atualmente está pavimentando ruas em diferentes bairros da região, dentre eles, Pedra Mole, Parque Universitário, Planalto Ininga , Santa Bárbara e Vale do Gavião. Segundo o superintendente executivo e engenheiro da SDU Leste, Ângelo Cavalcante, as obras melhoram o acesso e circulação de pessoas com dificuldades que vivem nos bairros onde ainda não existe mobilidade urbana.

“As ruas escolhidas facilitam o trânsito, em todos os sentidos, seja transversais ou longitudinais. Além de contarmos com o fato de que em algumas regiões terem sido ocupados de forma desordenada, levamos em consideração também o espaçamento das calçadas já existentes e nos apropriamos da lei para executar esse tipo de construção. Portanto, o cadeirante poderá circular de um extremo ao outro dentro dessa rota traçada”, explica.

As obras de pavimentação incluem a sinalização vertical das vias e a implantação de calçadas com rampas acessíveis para as pessoas com deficiência. “Ficamos extremamente felizes em poder proporcionar obras com a finalidade de melhorar a qualidade de vida de todos os moradores. É gratificante saber que essas acessibilidades levam dignidade e conforto à população da zona Leste”, ressalta o superintendente da SDU Leste, João Pádua.

Lívia Andrade, liderança comunitária do Parque Universitário, acredita no benefício gerado às pessoas que mais possuem dificuldades de se locomoverem. “Que eu conheço, no nosso bairro temos três cadeirantes e alguns gostam de descer até o campo para assistir e interagir com a comunidade em dias de jogos. Com o corredor isso e outras coisas mais eles podem fazer”, relatou a liderança.

Confira os horários das missas

Mais de 100 mil pessoas visitarão os cemitérios em Teresina

Para receber os visitantes, as superintendências de desenvolvimento urbano de Teresina realizaram mutirões de limpezas em todos os cemitérios.

Publicada em 2 de novembro de 2018 - 12:18

Imprimir
Mais de 100 mil pessoas visitarão os cemitérios em Teresina

Última atualização: 2 , novembro 2018 - 12:18

Hoje, (02/11), Dia dos Finados é o momento de homenagear pessoas queridas que já partiram, familiares e amigos. A expectativa é que os 10 cemitérios, localizados em Teresina, receba um público de mais de 100 mil pessoas.

Para receber os visitantes, as superintendências de desenvolvimento urbano de Teresina realizaram mutirões de limpezas em todos os cemitérios.

Segundo Carlito Rodrigues, administrador do Cemitério São José, que é o cemitério mais antigo da capital, tem uma previsão de receber mais de 6 mil visitantes.

“O São José é bastante visitado neste período. Aqui temos enterrados também pessoas que marcaram a história de Teresina”, ressalta.

Além das visitações, o público poderá conferir uma programação de missas em cada cemitério para celebrar a saudades dos entes queridos. Confira a programação das missas:

Zona Sul

Dom Bosco (Bairro Vermelha) – 6h / 17h

Missa na Igreja Santa Luzia às 7h

Zona Leste

Recanto da Saudade (Br 343) – 8h/ 10h/ 17h

São Judas Tadeu (Bairro São Cristovão)– 8h/ 18h

Santa Mônica – 7h

Zona Sudeste

Cemitério do Renascença – 7h / 10h / 17h

Jardim da Ressurreição – 7h/10h/16h

Zona Norte

Santo Antônio – 7h

(Na Igreja Matriz da Paróquia São Paulo – missa às 19h)

Buenos Aires – 7h/17h

Centro

São José (Centro)– 6h30/ 8h/ 10h/ 14h/ 16h

“Varanda Urbana"

Centro de Teresina ganha espaço de descanso e lazer gratuito

A área fica na Rua Álvaro Mendes, em frente ao Clube dos Diários, e tem previsão de entrega para até esta quarta-feira (31/10).

Publicada em 29 de outubro de 2018 - 13:40

Imprimir
Centro de Teresina ganha espaço de descanso e lazer gratuito

Última atualização: 29 , outubro 2018 - 13:40

Intitulado “Varanda Urbana”, será o mais novo espaço de lazer e descanso no Centro da capital. Pelo menos é o que promete a Prefeitura de Teresina, através da SDU Centro/Norte. A área fica na Rua Álvaro Mendes, em frente ao Clube dos Diários, e tem previsão de entrega para até esta quarta-feira (31/10).

De acordo com a SDU Centro/Norte, o local será uma extensão da calçada de uma das ruas mais movimentadas na região, devido a concentração de agências bancárias e do próprio Clube dos Diários.

O mesmo projeto também foi criado na Rua Simplício Mendes e, em breve, deve ser adotado em mais duas ruas do Centro.

O PROJETO

A Varanda possui uma área de 6 metros de comprimento por 2,5m de largura e foi executada com recursos próprios, via SDU Centro/Norte.