Salários

Wellington Dias sanciona reajuste salarial para servidores

A Lei nº 7.132 garante o reajuste salarial dos servidores públicos do estado e dos subsídios de 2,95% a partir deste mês.

Publicada em 27 de junho de 2018 - 19:09

Imprimir
Wellington Dias sanciona reajuste salarial para servidores

Última atualização: 28 , junho 2018 - 08:42

O governador do Piauí, Wellington Dias, (PT), sancionou nesta quarta-feira, (27/06), a Lei nº 7.132, que garante o reajuste salarial dos servidores públicos do estado e dos subsídios de 2,95% a partir deste mês.

Os servidores estaduais que tiveram o reajuste foram: policiais militares e bombeiros militares, policiais civis, agentes penitenciários, procuradores do estado, auditores governamentais e professores do magistério superior. Além disso, será aplicado também os inativos e pensionistas.

O governador também reajustou. a partir de maio de 2018, o vencimento dos trabalhadores da educação básica, ocupantes de cargos efetivos. Só não será aplicado a professores contratados temporariamente.

Apesar dos reajustes salariais, as gratificações, adicionais, indenizações, vantagens incorporadas, vantagem pessoal e demais vantagens permanecerão em seus valores atuais.

Negociação

Servidores municipais seguem com greve e exigem negociação

Para esta quinta-feira, (24/05), a partir das 8h, está programado um ato público na Câmara Municipal.

Publicada em 23 de maio de 2018 - 16:52

Imprimir
Servidores municipais seguem com greve e exigem negociação

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 23 , maio 2018 - 16:54

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (SINDSERM), junto com a categoria, decidiram nesta quarta-feira, (23/05), seguir com a greve, que já dura a 14 dias e estão exigindo uma negociação salarial. Para esta quinta-feira, (24/05), a partir das 8h, está programado um ato público na Câmara Municipal.

A greve tem forte adesão de servidores de variados setores, como: trabalhadores das Unidades Básicas de Saúde, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Hospital de Urgências de Teresina (HUT), do Laboratório Raul Bacelar, de hospitais, escolas, farmácia e almoxarifados centrais, Lineu Araújo, de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), servidores administrativos, agentes de portaria, dentre outros.

Diante do movimento grevista, o prefeito Firmino Filho (PSDB) enviou à Câmara de Vereadores uma proposta de reajuste salarial aos servidores de 3%, percentual considerado pela categoria inferior às perdas salariais, que chegam a mais de 40%.

Além disso, o Sindserm garante que há dois anos a categoria não recebe reajuste salarial e os alguns vencimentos são inferiores a um salário mínimo.

ATO PÚBLICO

O ato público que acontecerá nesta quinta-feira (24/05), cobrará dos vereadores uma mediação para a abertura da negociação sobre a pauta da greve. Além desta ação, um acampamento diário em frente à sede do Palácio da Cidade é mantido como tentativa de pressionar a gestão do município para que receba a categoria.