Regularização

Governo promete normalizar atendimento pelo Plamta e Iasp Saúde

Os planos de saúde atendem cerca de 300 mil pessoas, que são os servidores do estado e seus dependentes. 

Publicada em 17 de julho de 2018 - 16:18

Imprimir
Governo promete normalizar atendimento pelo Plamta e Iasp Saúde

Última atualização: 18 , julho 2018 - 10:10

O governador Wellington Dias declarou na manhã desta terça (17/07), que adotou providências conforme negociações com representações de credenciados do Iaspi, por entender a importância de programas como o Plamta e o Iaspi Saúde.

Os planos de saúde atendem cerca de 200 mil pessoas, que são os servidores do estado e seus dependentes.

Segundo Wellington Dias, os planos são os maiores do estado e garantiu que conseguiu regularizar o pagamento referente ao mês de julho.

“É razoável que se cumpra o contrato, sem a realização de greve. Autorizei que a direção do Iaspi encaminhe imediatamente, para qualquer situação que negue atendimento, que seja feita a suspensão do credenciamento”, destacou.

O governador agradeceu ainda, aos credenciados que prestam serviços ao Plamta e Iaspi, que “de uma forma compreensiva a esse momento, asseguraram as condições de atendimento e prosseguem cumprindo contratos e fazendo o atendimento ao servidor”.

Na última segunda-feira (16), a rede credenciada suspendeu os atendimentos devido ao atraso nos repasses, de responsabilidade do Estado.

ATENDIMENTO NEGADO

Em situações de atendimento negado, o Iasp está disponibilizando o número 3131-6133 para que sejam feitas as reclamações.

confira o prazo

Beneficiários do Bolsa Família têm até junho para regular a situação

Todas as famílias assumem o compromisso de realizar acompanhamentos de saúde

Publicada em 11 de junho de 2018 - 9:12

Imprimir
Beneficiários do Bolsa Família têm até junho para regular a situação

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 11 , junho 2018 - 09:12

Faltam poucos dias para o fim do prazo de regularização do Bolsa Família em Teresina (PI). As famílias beneficiárias têm até dia 20 de junho para procurar o Agente Comunitário de Saúde ou Unidade Básica de Saúde (UBS) e continuar recebendo o benefício.

Para garantir o Bolsa Família, todas as famílias assumem o compromisso de realizar acompanhamentos de saúde, como o cartão de vacinação, serviços de pré-natal e saúde do bebê.

Na capital, cerca de 31 famílias podem ter o beneficio suspenso ou bloqueado, caso descumpram as regras, de acordo com os dados da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Programas de Renda Mínima e Benefícios (GPRM).

COMPARECIMENTO

Devem comparecer crianças menores de 7 anos, as mulheres de 14 a 44 anos e também as gestantes ou nutrizes. Os beneficiários devem levar o cartão do Bolsa Família, a Caderneta de Vacinação das crianças e, caso haja, das gestantes.

Além da saúde, também deve ser atendido o acompanhamento escolar por parte das crianças e adolescentes.

“Esses passos evitam prejuízos às famílias que tanto precisam do programa”, conclui Samuel Silveira, secretário da Semcaspi.