Manifestação

Lavadores de carro protestam por falta de iluminação na Avenida Maranhão

Os trabalhadores reclamam que a falta de iluminação pública na região aconteceu após um acidente ocorrido na última terça-feira, (11/09), que derrubou um poste de iluminação.

Publicada em 14 de setembro de 2018 - 15:14

Imprimir
Lavadores de carro protestam por falta de iluminação na Avenida Maranhão

Última atualização: 14 , setembro 2018 - 15:14

Os lavadores de carro bloquearam na manhã desta sexta-feira, (14/09), um trecho da Avenida Maranhão, sentido Centro/Sul, por conta da falta de iluminação pública. Os manifestantes queimaram pneus e troncos de árvores.

Os trabalhadores reclamam que a falta de iluminação pública na região aconteceu após um acidente ocorrido na última terça-feira, (11/09), que derrubou um poste de iluminação e desde então o serviço ainda não foi restabelecido.

Uma das manifestantes conta que os serviços da Eletrobras já tinham sido acionados, no entanto, a ocorrência ainda não foi atendida.

Segundo com a Semduh, já existe uma equipe fazendo a regularização da iluminação pública na Avenida Maranhão e que a previsão é que até a tarde de hoje, (14/09), os serviços realizados pela Eletrobras sejam concluídos.

nesta quarta-feira

Em greve há 7 dias, trabalhadores da educação realizam passeata até o Karnak

Os servidores também farão manifestação no Teatro de Arena (Praça da Bandeira)

Publicada em 12 de junho de 2018 - 12:04

Imprimir
Em greve há 7 dias, trabalhadores da educação realizam passeata até o Karnak

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 12 , junho 2018 - 12:09

A manhã desta quarta-feira (13/06), será marcada por um ato realizado pelos trabalhadores em Educação Pública, que estão em greve há sete dias. A categoria vai realizar a partir das 8h30 uma caminhada até o Palácio de Karnak, Centro de Teresina, em protesto a favor do reajuste salarial.

Os servidores também farão manifestação no Teatro de Arena (Praça da Bandeira) para discutir junto aos professores, funcionários de escola e à sociedade em geral o não pagamento do reajuste. As atividades na educação estadual estão suspensas na capital e mais 27 núcleos regionais, do interior do Piauí.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública, a falta de reajuste prejudica servidores e docentes, com a quebra do acordo judicial realizado no dia 12 de março, sob a mediação do Tribunal de Justiça (TJ), onde firmava o pagamento da categoria que deveria acontecer no mês de maio para ativos, aposentados e pensionistas.

Já o Governo do Estado, em nota, informa que o pagamento será feito após o restabelecimento do limite dos gastos com pessoal, estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

“O reajuste que será aplicado de imediato aos ativos, aposentados e pensionistas corresponde ao índice da inflação de 2017, de 2,95%, em virtude das vedações do período eleitoral”, diz.

CONFIRA NOTA COMPLETA

O Governo do Estado do Piauí informa que, desde 2015, mantém uma política permanente de valorização salarial, mesmo diante da crise econômica e financeira que assola a economia nacional e regional, sempre aplicando, em toda a carreira, o percentual de reajuste do piso do magistério.

O aumento deste ano foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Piauí e será aplicado após o restabelecimento do limite dos gastos com pessoal estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O reajuste que será aplicado de imediato aos ativos, aposentados e pensionistas corresponde ao índice da inflação de 2017, de 2,95%, em virtude das vedações do período eleitoral. 

Vale ressaltar que o reajuste pela inflação também será aplicado aos servidores da Segurança, Justiça e Policiais Militares, pelo mesmo motivo das restrições legais decorrentes do período eleitoral. Qualquer reajuste que ultrapasse o valor da inflação só poderá ser realizado observando as normas legais vigentes.

 

Saia Justa

Wanessa é impedida de terminar show e se recusa a deixar palco

Devido ao atraso no show, a produção do evento cortou o microfone da cantora e apagaram as luzes, antes da apresentação ser concluída.

Publicada em 3 de junho de 2018 - 10:50

Imprimir
Wanessa é impedida de terminar show e se recusa a deixar palco

Fonte: Com informações do Léo Dias

Última atualização: 3 , junho 2018 - 10:57

Wanessa era atração no Milkshake Festival, realizado no Sambódromo de Anhembi, em São Paulo, na noite desse sábado, (02/06), e seu show foi marcado por uma tremenda saia justa.

Devido ao atraso no show, Wanessa subiu no palco 19h40, segundo a organização com 37 minutos de atraso.

A cantora ainda nem havia concluído sua apresentação, quando a produção do evento cortou o microfone e apagaram as luzes do palco. Antes de se retirar, Wanessa protestou, sentando no palco, chegou ainda a deitar.

Segundo Zilu, empresária de Wanessa, o atraso aconteceu porque a produção orientou que a cantora atendesse primeiramente a imprensa e garantiu que ela chegou ao local do festival às 17h30.

Para alegria dos fãs de Wanessa, Preta Gil que se apresentou na mesma noite, convidou a cantora para concluir seu show, inclusive, a cantar seu mais novo sucesso “Mulher Gato”.

até meio-dia

Protesto: Motoristas e cobradores suspendem circulação de ônibus

A paralisação pretende chamar atenção da falta de segurança na qual os trabalhadores sofrem

Publicada em 30 de maio de 2018 - 10:34

Imprimir
Protesto: Motoristas e cobradores suspendem circulação de ônibus

Fonte: Daniely Viana

Última atualização: 30 , maio 2018 - 12:09

Atualizada às 12h:08

Motoristas e cobradores retornaram as atividades após realizarem protesto pelas principais vias de Teresina. A categoria pede mais segurança no ambiente de trabalho.

A circulação de ônibus devem se normalizar nas próximas horas.

__________________________________________________

Matéria original

O que era para ser 100% da frota em circulação na cidade a partir desta quarta-feira (30/05), na verdade tem um cenário bem diferente. Motoristas e cobradores de transporte coletivo pararam os ônibus durante a manhã em protesto por mais segurança.

Uma parte dos ônibus está concentrada em uma fila na Avenida Frei Serafim, Centro da cidade, e outra nos terminais de integração. De acordo com a categoria, a paralisação deverá ocorrer até o meio-dia de hoje.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário (Sintetro), Francisco das Chagas Oliveira, o protesto pretende chamar atenção da falta de segurança na qual os trabalhadores sofrem.

“Está muito perigoso, já temos registrado cerca de 60 assaltos somente em 2018. Muitas vezes saímos para trabalhar sem saber se voltamos para casa”, diz.

Outra reivindicação da categoria é em relação a redução da frota, questões trabalhistas e a falta de qualidade do transporte.

POPULAÇÃO SOFRE COM FALTA DE ÔNIBUS

Ainda nas primeiras horas desta quarta-feira (30/05), a Strans havia confirmado a previsão de 100% da frota circulando na cidade. No entanto, a confirmação foi barrada com a manifestação, que é de responsabilidade dos motoristas e cobradores.

Desde a última sexta-feira (25/05), a frota de ônibus foi reduzida 30%. O motivo era a manifestação dos caminhoneiros.

 

Teresina

Mais de 300 caminhoneiros protestam contra aumento no preço do combustível

Os caminhoneiros seguirão com as manifestações nesta quinta-feira, (24/05), a partir das 6h, no Rodoanel, na BR 316.

Publicada em 23 de maio de 2018 - 15:23

Imprimir
Mais de 300 caminhoneiros protestam contra aumento no preço do combustível

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 23 , maio 2018 - 15:36

Mais de 300 caminhoneiros se reuniram na manhã desta quarta-feira, (23/05), na BR 316, na zona Sul de Teresina, em protesto contra o aumento no preço do combustível.

Os manifestantes se concentraram início às 6h no Posto Caiaque e às 7h, seguiram para o Posto Fiscal da Tabuleta (Ponte Nova). O protesto que é de nível nacional acontecerá durante todo o dia desta quarta, com interdições parciais e totais em alguns trechos.

Segundo Francisco Atalécio, caminhoneiro, além de Teresina, o protesto está acontecendo em Marcolândia.

“Não estamos querendo aumentar o valor do frete, o protesto é contra esse absurdo aumento no preço dos combustíveis”, pontuou.

Os caminhoneiros seguirão com as manifestações nesta quinta-feira, (24/05), a partir das 6h, no Rodoanel, na BR 316.

BR 316

Caminhoneiros farão nova manifestação nesta quarta

O protesto é para exigir a redução dos preços da gasolina.

Publicada em 22 de maio de 2018 - 23:13

Imprimir
Caminhoneiros farão nova manifestação nesta quarta

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 23 , maio 2018 - 10:17

O Sindicato dos Transportadores de Cargas e Logística do Estado do Piauí (Sindicapi) informou que haverá nova manifestação nas primeiras horas desta quarta-feira, (23/05), no km10, na BR-316, em Teresina. O protesto é para exigir a redução dos preços da gasolina.

Os caminhoneiros iniciarão o protesto a partir das 6h no Posto Caiaque e a partir das 7h, iniciarão um deslocamento até o Posto Fiscal (Ponte Nova).

Segundo o Sindicapi, dependendo da adesão dos caminhoneiros, a BR 316 poderá ser interditada.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF/PI), apenas na cidade de Marcolândia, cerca de 40 manifestantes estavam envolvidos no ato. Uma equipe de agentes da PRF/PI composta por 02 agentes encontra-se no local.

pedem negociação

Servidores da Saúde protestam em frente ao Karnak

A manifestação pretende chamar atenção e, assim, solicitar uma negociação.

Publicada em 21 de maio de 2018 - 11:09

Imprimir
Servidores da Saúde protestam em frente ao Karnak

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 21 , maio 2018 - 11:09

Assim como os professores da Universidade Estadual do Piauí, os servidores da saúde do estado também realizam um ato nesta segunda-feira (21/05), em frente ao Palácio de Karnak, Centro de Teresina. De acordo com o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Piauí (Sindespi), a manifestação pretende chamar atenção e, assim, solicitar uma negociação.

Ainda segundo a categoria, a Diretoria do Sindespi e os servidores se reuniram na última quarta-feira (16/05) com o secretário de Administração e um representante do secretário de Saúde, com o objetivo de debater e avançar nas negociações das principais pautas de reivindicações, no entanto, não houve avanço.

Entre as principais soliticitações estão, reajuste salarial; cumprimento dos planos de carreira; alteração dos planos dos profissionais de saúde; promoção e progressão; prestadores de serviço; vale transporte; insalubridade; adicional noturno; concurso público e ticket alimentação.

reivindicações

Médicos paralisam atendimento nesta terça (15)

De acordo com a categoria, a iniciativa foi tomada devido à falta de negociação por parte da Fundação Municipal de Teresina (SMS).

Publicada em 15 de maio de 2018 - 11:29

Imprimir
Médicos paralisam atendimento nesta terça (15)

Fonte: Daniely Viana

Última atualização: 15 , maio 2018 - 13:35

Os médicos servidores do município de Teresina paralisam as atividades durante toda terça-feira (15/05). O protesto foi aprovado no último dia 08 de maio durante uma assembleia promovida pelo Sindicato dos Médicos do Piauí (SIMEPI).

De acordo com a categoria, a iniciativa foi tomada devido à falta de negociação por parte da Fundação Municipal de Teresina (SMS).

Dentre as reivindicações, segundo o presidente do Simepi, Samuel Rêgo, os servidores solicitam aumento na carreira médica em Teresina, melhores condições de trabalho nos hospitais, dentre outras.

“Precisamos também de concurso público devido à grande sobrecarga de atendimentos que está sendo repassado à categoria médica. Por isso, o movimento segue firme”, afirma.

Durante a paralisação, estão sendo atendidos somente os casos de urgência e emergência. E ainda nesta terça-feira, os médicos devem realizar uma Assembleia Geral.

protesto

Servidores municipais acampam em frente à Prefeitura de Teresina

Estão no local cerca de 17 pessoas que pretendem conseguir uma reunião de negociação com a PMT.

Publicada em - 10:45

Imprimir
Servidores municipais acampam em frente à Prefeitura de Teresina

Fonte: Daniely Viana

Última atualização: 15 , maio 2018 - 11:09

Em greve desde o último dia 10 de maio, servidores municipais iniciam nesta segunda-feira (15) um acampamento em frente à Prefeitura de Teresina, Centro da cidade. Estão no local cerca de 17 pessoas que pretendem conseguir uma reunião de negociação com a PMT.

Segundo a categoria, a ação não há previsão para terminar. Os servidores estão sendo acompanhados pelo Sindicato dos(as) Servidores(as) Públicos(as) Municipais de Teresina (SINDSERM).

Dentre as pautas de reivindicação está o reajuste salarial, a proposta de reajuste de 2018, mudanças de nível e melhores condições de trabalho.

Servidores estão em greve desde o dia 10 de maio

De acordo com o Sindserm, estão em greve os setores de todas as secretarias do município e seguem por tempo indeterminado.