Após cinco anos, homem é preso acusado de estuprar mulher com deficiência intelectual

Publicada em 8 de janeiro de 2019 - 13:02

Imprimir
Após cinco anos, homem é preso acusado de estuprar mulher com deficiência intelectual

Última atualização: 8 , janeiro 2019 - 13:03

Um homem, identificado como Antônio Neto de Sousa, 40 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira, (07/01), na cidade de Orlândia (SP), acusado de estuprar uma mulher com deficiência intelectual na cidade de Novo Oriente (PI). A ação foi realizada pela Polícia Militar de Valença do Piauí e pela Polícia Militar de São Paulo.

O elemento estava sendo procurado pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) por conta do crime que teria cometido em outubro de 2014.

De acordo com o capitão Santos, comandante da Polícia Militar de Valença do Piauí, Antônio de Sousa teria levado a vítima para um matagal e estuprado.

“Atualmente temos contato com os setores de inteligência policial do Brasil inteiro e isso tem contribuído para que fugitivos que cometeram crimes em nossa região continuem sendo presos”, pontuou o comandante.

Antônio de Sousa foi levado de São Paulo para o Distrito Policial de Orlândia para as devidas providências.

Abusos sexuais

Piauiense alega ser vítima de médium João de Deus e caso será investigado

Ao total, cerca de 506 denúncias já foram feitas por mulheres de vários estados do Brasil e até de outros países.

Publicada em 18 de dezembro de 2018 - 17:04

Imprimir
Piauiense alega ser vítima de médium João de Deus e caso será investigado

Última atualização: 18 , dezembro 2018 - 17:04

Uma mulher, que não teve a identidade divulgada, que mora no Piauí, denunciou ao Ministério Público de Goiás que também foi vítima de João de Deus, médium acusado de praticar abusos sexuais em sessões espirituais no estado de Goiás.

Ao total, cerca de 506 denúncias já foram feitas por mulheres de vários estados do Brasil e até de outros países, desde que o caso veio à tona, no Programa Conversa com Bial da Rede Globo.

De acordo com o Ministério Público do Piauí (MP-PI) o depoimento da vítima será colhido e encaminhado para o MP de Goiás, onde as investigações estão sendo apuradas. Além disso, foi disponibilizada um canal de denúncias para identificar, orientar, auxiliar e colher depoimentos de possíveis vítimas de crimes sexuais supostamente praticados pelo médium.

O Núcleo de Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (NUPEVID) vai auxiliar a vítima no decorrer do processo.

PRISÃO DO MÉDIUM

O médium João de Deus se entregou às autoridades policiais de Goiás, no último domingo (16/12), em área rural nas proximidades de Abadiânia, na região central do estado. Um dos responsáveis pela rendição, o delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes, disse que João de Deus não apresentou resistência e que a prisão é preventiva, ou seja, sem prazo para terminar.

MARCOLÂNDIA

Jovem é preso acusado de estuprar menina de 11 anos em Marcolândia

As informações apontam que a menina, identificada apenas pelas iniciais M. A.C.S., 11 anos, morava desde abril deste ano com José de Sousa. 

Publicada em 23 de novembro de 2018 - 18:26

Imprimir
Jovem é preso acusado de estuprar menina de 11 anos em Marcolândia

Última atualização: 26 , novembro 2018 - 11:23

Um jovem, identificado como José Augusto de Sousa, 20 anos, foi preso na manhã dessa quinta-feira, (22/11), no Bairro Novo Milênio, na cidade de Marcolândia, acusado de estuprar uma criança de 11 anos.

As informações apontam que a menina, identificada apenas pelas iniciais M. A.C.S., 11 anos, morava desde abril deste ano com José de Sousa.

De acordo o capitão Edimilson, Polícia Militar de Monsenhor Hipólito, em depoimento, a mãe confessou que a filha fugiu de casa para morar com José de Sousa, que dizia ser namorado da filha.

“A mãe da menor não aceitava o relacionamento e a menina decidiu fugir. Nisso, após procurar, sem o auxílio da polícia, a mãe encontrou, porém nada fez e não contou ao pai da menor sobre o que estava acontecendo”, pontuou.

O capitão Edimilson destaca ainda que a mãe da menor resolveu denunciar o caso ao Conselho Tutelar após ser procurada pelo colégio onde ela estava e não frequentava mais.

Segundo o Conselho Tutelar, a menina contou que tinha “relações sexuais”, com o acusado e acredita estar grávida. O fato de José de Sousa ter praticado sexo com a menor, mesmo sob o consentimento dela, já configura crime de estupro á vulnerável.

José Augusto de Sousa foi levado, inicialmente, para a sede do Grupamento de Polícia Militar, e acabou sendo transferido para a Delegacia de Polícia Civil em Jaicós. Já a menor, mãe e representantes do Conselho Tutelar foram para a delegacia prestar depoimentos.

ZONA NORTE

Foragido da Major César é recapturado ao furtar ventiladores de capela

Josie da Silva foi encaminhado para a Central de Flagrantes e o material roubado foi entregue a capela alvo do furto. 

Publicada em 21 de novembro de 2018 - 17:54

Imprimir
Foragido da Major César é recapturado ao furtar ventiladores de capela

Última atualização: 22 , novembro 2018 - 10:13

Um homem, identificado como Josie Cardoso da Silva, foi preso na manhã desta quarta-feira, (21/11), no Bairro Matinha, zona Norte de Teresina, acusado de furtar a capela Nossa Senhora Aparecida. O elemento é foragido da penitenciária Major César.

As informações apontam que o guarda da capela percebeu movimentações estranhas e decidiu acionar a polícia.

De acordo com o delegado Menandro Pedro, 7ª Distrito Policial, quando a equipe chegou ao local, o acusado já tinha fugido do local.

“Quando adentramos o local, a pessoa já havia fugido, mas sentiram falta de três ventiladores. Ele teria usado uma cadeira para passar da grande porta da frente da igreja e acabou realizando o furto”, pontuou.

O delegado Menandro Pedro destaca que apesar de não ter encontrado o acusado, a equipe policial fez ronda na região e acabou localizando e prendendo o elemento.

Josie Cardoso da Silva foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina para os devidos procedimentos. Já o material roubado foi entregue a capela alvo do furto.

Caso Salve Rainha

É preso Moaci Junior, acusado de matar irmãos do Salve Rainha em acidente

As informações apontam que Moaci Júnior ficará na Central de Flagrantes de Teresina, onde deverá permanecer até a Audiência de Custódia, marcada nesta sexta-feira, (09/11). 

Publicada em 8 de novembro de 2018 - 19:17

Imprimir
É preso Moaci Junior, acusado de matar irmãos do Salve Rainha em acidente

Última atualização: 8 , novembro 2018 - 19:31

Moaci Moura da Silva Júnior, acusado de matar irmãos e deixar um ferido em acidente, todos membros do Salve Rainha,  foi preso na tarde desta quinta-feira, (08/11), pela Polícia Militar em cumprimento a mandado de prisão preventiva. O mandado foi decretado pelo desembargador Sebastião Ribeiro Martins, da 2ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí.

As informações apontam que Moaci Júnior ficará na Central de Flagrantes de Teresina, onde deverá permanecer até a Audiência de Custódia, marcada nesta sexta-feira, (09/11).

Segundo a delegada Ana Luiza, da Central de Flagrantes, Moaci Júnior foi conduzido ao cumprimento do mandado de prisão por um oficial da Justiça e uma Guarnição da Polícia Militar.

“Ele ficará preso até amanhã, por volta das 7hs30, quando será apresentado no Fórum para participar da Audiência de Custódia”, destacou.

Moaci Júnior é acusado de provocar o acidente, ocorrido em junho de 2016, que matou os irmãos Bruno Queiroz e Francisco das Chagas Júnior e ainda deixar gravemente ferido Jader Damasceno, que ficou com sequelas do acidente.

dívida

Eleito de deputado, Frota pode ser preso por dever R$ 60 mil de pensão

Frota não podia ser preso devido ao período que antecedeu a eleição

Publicada em 9 de outubro de 2018 - 11:10

Imprimir
Eleito de deputado, Frota pode ser preso por dever R$ 60 mil de pensão

Última atualização: 9 , outubro 2018 - 11:16

Alexandre Frota (PSL), eleito deputado federal em São Paulo, poderá ser preso em três dias caso não pague a dívida de pensão alimentícia do filho, Mayã Frota. O valor chega a R$ 60 mil, determinado pela justiça.

O jovem está movendo um processo contra o pai e, no início, a causa era no valor de R$ 9.176,24, mas devida a inadimplência do ex-ator pornô, foi acrescida de juros e correção. Na ultima semana, a Justiça pediu a soma da dívida, chegando a casa dos 60 mil.

Frota não podia ser preso devido ao período que antecedeu a eleição, que terminou a meia-noite desta terça-feira (09). Como ainda não foi oficialmente diplomado, ele ainda não tem foro privilegiado.

Mauã desabafou no último domingo (07) no Twitter, ao publicar que o pai, agora eleito deputado federal, é “ex-ator pornô e ex-viciado em cocaína”, e ainda queria um aborto. Frota rebateu a acusação. “O Mayã resolveu me atacar com esse post, achando que vou ficar perturbado. Com 18 anos na cara prestes a fazer 19 faz parte dessa geração revoltadinha”, disse.

O jovem mora atualmente na Bélgica com a mãe.

Com informações Extra

Abordagem

Dupla é presa com moto roubada e porte ilegal de arma

Um dos elementos foi liberado, no entanto, o outro, identificado como Antônio Marcos Vieira, foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e receptação.

Publicada em 6 de setembro de 2018 - 23:31

Imprimir
Dupla é presa com moto roubada e porte ilegal de arma

Última atualização: 7 , setembro 2018 - 15:45

Dois elementos foram presos na noite dessa quinta-feira, (06/09), na BR 343, em Teresina, pela Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF/PI) com porte ilegal de arma e motocicleta roubada.

Um dos elementos foi liberado, no entanto, o outro, identificado como Antônio Marcos Vieira, foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e receptação.

Segundo o policial rodoviário Astrogildo, os indivíduos foram abordados pelos oficiais KM 333 da rodovia. “Na abordagem, encontramos arma e verificamos o veículo, constatamos que era roubado e encaminhamos os dois para a Central de Flagrantes”, destacou.

A motocicleta roubada, de placa HPK-1049, será devidamente restituída ao proprietário.

Intolerância religiosa

Homem é preso por destruir imagem de santa em Piripiri

Em depoimento, o acusado confessou o crime e para se defender, argumentou ter sua crença na religião evangélica.

Publicada em - 22:45

Imprimir
Homem é preso por destruir imagem de santa em Piripiri

Última atualização: 7 , setembro 2018 - 14:02

Um homem, que não teve sua identidade divulgada, foi preso nesta quinta-feira, (06/09), na cidade de Piripiri, acusado de ter destruído e ateou fogo em uma imagem religiosa, a Nossa Senhora dos Remédios, que é padroeira da cidade. A imagem foi completamente destruída.

A santa estava protegida por uma urna de madeira, que também foi destruída, e estava percorrendo as residências do Bairro Petecas.

Segundo informações do delegado regional Jorge Terceiro, da Polícia Civil do Piauí, a denúncia foi feita por um representante da Igreja Católica e as equipes se deslocaram ao local para apurar o caso.

“O autor o delito acabou mostrando para os policiais onde estava os vestígios da imagem e da urna e ainda confessou ter ateado fogo em tudo e fez uso de substâncias inflamáveis. Em sua defesa, ele alegou sua crença evangélica”, destacou o delegado.

O elemento foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, onde será autuado em flagrante pelo crime de dano qualificado. O material queimado foi recolhido pela equipe policia.

Todo o material que restou foi recolhido pela equipe policial e o autor foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil onde foi autuado em flagrante por prática do delito de dano qualificado.

Violência contra menor

Morador de rua é preso acusado de estuprar adolescente

O crime teria acontecido no turno da manhã no Povoado São José no na cidade de Caxingó. 

Publicada em 21 de agosto de 2018 - 15:05

Imprimir
Morador de rua é preso acusado de estuprar adolescente

Última atualização: 22 , agosto 2018 - 11:41

Um homem, identificado como Aurivan Diolondo Rocha, 40 anos, que é morador de rua, foi preso nessa segunda-feira, (20/08), acusado de estuprar uma adolescente de 16 anos na cidade de Buriti dos Lopes. O crime teria acontecido no Povoado São José no, localizado na cidade de Caxingó (PI).

O elemento foi capturado pela Polícia Militar por meio de investigações. No momento da prisão, ele estava em uma motocicleta azul e transportando peças de eletrônicos.

Segundo a Polícia Militar, Aurivan contou, em depoimento, que teve contato com a adolescente, no entanto, não considera estupro e, inclusive, houve consentimento dos pais da garota.

Apesar do acusado negar o estupro, a garota foi encaminhada ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda). Já a família não foi localizada para mostrar o posicionamento.

Aurivan foi conduzido para a Central de Flagrantes de Parnaíba.

zona leste de Teresina

Dono de restaurante é preso duas vezes em 24 horas

Empresário foi detido e solto por duas vezes suspeito de furto de energia e fraude.

Publicada em 28 de junho de 2018 - 11:48

Imprimir
Dono de restaurante é preso duas vezes em 24 horas

Última atualização: 28 , junho 2018 - 11:50

Prende, é liberado, prende novamente e é liberado, assim foi a rotina de um empresário, dono de um restaurante localizado  na Avenida Arêa Leão, zona Leste de Teresina, nos últimos dias. Em cerca de 24 horas ele foi detido e solto por duas vezes suspeito de furto de energia e fraude.

A primeira prisão aconteceu na última terça-feira (26/06), por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO). O homem é suspeito de furto de energia. “Segundo o delegado Laércio Evangelista, que acompanhou o caso, o medidor não estava fazendo o registro corretamente há mais de dois anos”, diz a SSP, em nota.

Ainda de acordo com o delegado, uma atitude estranha chamou atenção dos investigadores: há mais de 1 ano, o empresário não permita que funcionários da Eletrobras entrassem no restaurante para fazer a medição da energia.

Ele pagou a fiança de dez salários mínimos e foi liberado.

SEGUNDA PRISÃO

Novamente, no dia seguinte (27), ele foi preso pela segunda vez. Uma equipe da Eletrobrás constatou outra fraude no medidor de energia de sua residência. O empresário pagou, de novo, outra fiança no mesmo valor da primeira e foi solto.

Ainda segundo a SSP, ele responderá ao processo em liberdade.