Violência contra a Mulher

Pesquisa aponta que mais de 65% de mulheres agredidas não procuram ajuda

Os dados da pesquisa foram divulgados durante a solenidade em alusão aos 12 anos da Leia Maria da Penha. 

Publicada em 7 de agosto de 2018 - 16:33

Imprimir
Pesquisa aponta que mais de 65% de mulheres agredidas não procuram ajuda

Última atualização: 7 , agosto 2018 - 16:37

A Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres divulgou o resultado de um balanço em casos de violência doméstica na manhã desta terça-feira, (07/08), no Salão Nobre da Prefeitura de Teresina, durante solenidade em alusão aos 12 anos da Leia Maria da Penha.

A pesquisa foi realizada pela pós-doutora em gênero Wânia Pasinato, financiada pelo Programa Lagoas do Norte e apontou que 65,79% das mulheres que sofrem violência doméstica pelo companheiro não procuram ajuda. Os dados apontaram ainda que 88% das teresinenses já ouviram falar da lei Maria da Penha e 90% conhece o caráter de coibir a violência.

Segundo o prefeito de Teresina, Firmino Filho, o resultado da pesquisa ajuda a melhorar o planejamento e a condução das ações para romper essa situação de violência vivido por algumas mulheres.

“Inclusive do mercado de trabalho, ficou comprovado que a mulher teresinense estuda mais que o homem, tem qualificação, mas a renda ainda é inferior ao do homem”, alerta.

Para Macilane Gomes, secretária da Mulher, o documento é importante para contribuir com as políticas de atendimento as mulheres para que possam romper com o ciclo de violência e de distorções econômicas.

O balanço foi feito com mulheres atendidas pela rede de enfrentamento à violência, com idade entre 15 e 49 anos. Além disso, pelo sistema de notificação compulsória, ou seja, feito pelo sistema de saúde, os autores da violência predominam amigos/conhecidos das vítimas (19,7%).

DESIGUALDADE

No levantamento as mulheres apresentam melhores níveis educacionais comparativamente aos homens de mesma faixa etária, no entanto, as mulheres ainda ganham 15,5% a menos que os homens. Uma desigualdade preocupante, embora Teresina apresente a menor disparidade salarial entre as capitais do Brasil.

As mulheres também estão mais fora da força de trabalho que os homens: 39% entre as mulheres e 21% entre os homens. A pesquisa apontou que as mulheres nordestinas convivem com a violência desde muito cedo, principalmente a psicológica. É importante lembrar que 77,8% das mulheres de Teresina são negras e pardas. Das mulheres que procuraram ajuda, 15,8% procuraram com amigos e familiares ao invés da ajuda institucional.

VIOLÊNCIA SEXUAL

Do total pesquisado, 22,11% das mulheres teresinenses sofreram violência psicológica ao longo da vida, 11,22% violência física e 6,35% violência sexual. Mulheres jovens (18 a 29 anos), pardas e sem religião reportam mais violência que os outros grupos, porém a violência sexual é mais denunciada entre mulheres brancas (4,48%), enquanto 2,02% de negras denunciam, o que demonstra uma naturalização maior da violência por parte da população negra, secularmente vítima de racismo e enfrentam mais obstáculo na busca de direitos.

 

Eleições 2018

Wellington Dias tem 50% das intenções de voto, aponta pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 10 de junho deste ano e 1.082 eleitores em 51 municípios do estado foram entrevistados.

Publicada em 13 de junho de 2018 - 19:34

Imprimir
Wellington Dias tem 50% das intenções de voto, aponta pesquisa

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 14 , junho 2018 - 08:49

O Instituto Opinar divulgou nesta quarta-feira, (13/06), as intenções de voto do eleitorado piauiense e mostrou que o pré-candidato a governador Wellington Dias possui 50% das intenções de voto, vencendo no primeiro turno das eleições 2018. A pesquisa foi realizada entre os dias 8 e 10 de junho deste ano e 1.082 eleitores em 51 municípios do estado foram entrevistados.

O governador Wellington Dias venceria a eleição, logo no primeiro turno, com mais de 70% das intenções de voto.

Os dados mostram ainda que o segundo lugar está, tecnicamente, empatado por dois pré-candidatos ao Governo, o deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) e o senador Elmano Férrer (Podemos),com 6,75% e 5,73%, respectivamente.

Já os demais pré-candidatos, estão: Valter Alencar (PSC) tem 0,83%, seguido de Irmã Graça (Rede), com 0,46%; Fábio Sérvio (PSL), com 0,37%, está empatado com Romualdo Sena (PSDC), 0,37%. Luciane Santos (PSTU) tem 0,28%.

Além disso, a pesquisa mostra que 17,74% não souberam em quem votar, ou não quiseram responder, e 17,47% disseram que anulariam o voto ou votariam em branco.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o Nº 09989/2018. A margem de erro é de 2,97% para mais ou para menos.

INTENÇÃO DE VOTO

Wellington Dias (PT) 50%
Luciano Nunes (PSDB) 6,75%
Elmano Férrer (Podemos) 5,73%
Valter Alencar (PSC) 0,83%
Irmã Graça (Rede) 0,46%
Fábio Sérvio (PSL) 0,37%
Romualdo Sena (PSDC) 0,37%
Luciane Santos (PSTU) 0,28%
Não sabem/não responderam 17,74%
Votos nulos e/ou em branco 17,47%