Junho Vermelho chama atenção para a importância de doar sangue

Publicada em 12 de junho de 2019 - 7:51

Imprimir
Junho Vermelho chama atenção para a importância de doar sangue

Última atualização: 12 , junho 2019 - 07:51

Em alusão ao Movimento “Junho Vermelho” e ao Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado em 14 de junho, dois importantes pontos turísticos de Teresina, o Palácio de Karnak e a Ponte Estaiada João Isidoro França, estão iluminados de vermelho. A intenção é conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue. O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) participa desse movimento e promove ações durante todo o mês de junho.

O Junho Vermelho é um movimento nacional, criado pelo movimento Eu Dou Sangue (SP) em 2015, a adotado por todos os Estados da federação. O objetivo principal é a conscientização sobre a doação de sangue regular, visto que em alguns períodos do ano o movimento nos Hemocentros tende a diminuir.

“Geralmente, observamos uma queda nas doações em períodos de férias escolares e nos feriados prolongados. O Junho Vermelho é movimento que chama atenção das pessoas para que doem sangue de forma regular e ajudem a manter os estoques dos hemocentros satisfatórios”, explica o diretor do Hemopi, Jurandir Martins.

Grupos parceiros do Hemopi, como empresas, escolas, associações e instituições públicas e privadas, foram mobilizados para reforçar as doações durante todo o mês de junho. “Essa é uma parte da estratégia que elaboramos para manter o estoque suficiente e atender a nossa demanda”, afirma o diretor geral do Hemopi, Jurandir Martins.

No entanto, ele reforça que a todos podem ser doadores, desde que estejam dentro dos critérios estabelecidos para a doação como: Ter entre 16 (menores de idade precisam de um termo de consentimento assinado pais ou responsável legal) e 69 anos, pesar acima de 50kg, estar saudável, alimentado e apresentar um documento oficial com foto.

No dia 14 de junho, o Hemopi vai promover um momento festivo e de acolhimento dos doadores, com música e animação em ritmo junino para comemorar o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Da Redação

Conscientização

Junho Vermelho reforça a importância da doação de sangue

Em alusão ao Dia Mundial do Doador de Sangue, o Hemopi vai promover uma programação com atrações musicais e folclóricas nesta quinta-feira, (14/06), a partir das 17h, no Parque Potycabana.

Publicada em 11 de junho de 2018 - 22:11

Imprimir
Junho Vermelho reforça a importância da doação de sangue

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 11 , junho 2018 - 22:11

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi), por meio da campanha Junho Vermelho, quer conscientizar a população quanto à importância do ato de doar sangue. Para comemorar o Dia Mundial do Doador de Sangue, o Hemopi vai promover uma programação com atrações musicais e folclóricas nesta quinta-feira, (14/06), a partir das 17h, no Parque Potycabana.

A mobilização é principalmente, por conta do período de férias, festas juninas e a Copa do Mundo, onde o estoque com bolsas de sangue tendem a reduzir, chegando a 30% a 40% de sua capacidade.

Para Jurandir Martins, diretor do Hemopi, a iniciativa é convocar os doadores de sangue e aqueles que têm intenção de doar para ajudar a manter o estoque e aqueles que pretendem doar sangue pela primeira vez.

“Será um momento festivo para comemorar junto aos doadores e também vamos aproveitar o movimento do parque e fazer essa conscientização sobre a importância da doação de sangue. Precisamos captar mais doadores e aproveitar a data para isso”, ressalta.

O Hemopi pretende ainda intensificar os contatos com os parceiros em relação a doação. Empresa, igrejas, escolas e grupos da sociedade civil, que ajudam a abastecer o banco de sangue, que são essências para os atendimentos de urgência e emergência.

Quem tiver interesse em ser um doador, deve seguir algumas recomendações, como evitar alimentos gordurosos por quatro horas, não ingerir bebidas alcoólicas, não estar gripado e caso tenha tomado a vacina da gripe aguardar 48 horas para realizar a doação.

QUEM PODE DOAR?

-Estar em boas condições de saúde,

-Comparecer alimentado ao posto de coleta,

-Ter entre 16 e 69 anos (menores devem portar autorização impressa no site do Hemopi e maiores de 60 anos devem ter doado ao menos uma vez antes de completar a idade),

-Pesar acima de 50 kg

-Levar documento de identidade original com foto.