Prefeitura investirá R$ 2,5 milhões em obras de asfaltamento este mês

Publicada em 15 de maio de 2019 - 12:19

Imprimir
Prefeitura investirá R$ 2,5 milhões em obras de asfaltamento este mês

Última atualização: 15 , maio 2019 - 12:19

A Prefeitura de Teresina prevê para este mês o recapeamento de duas vias de grande fluxo e asfaltamento de laços de acesso à Av. Presidente Kennedy e Av. Gil Martins, com investimentos de aproximadamente R$ 2,5 milhões.

“Fizemos o recapeamento da Av. Leônidas Melo, na Piçarra, e agora vamos seguir para a Rua Picos, na Piçarra, e Av. Gilbraltar, no Dirceu”, explica Daniel Pereira, coordenador de Asfaltamento da Semduh.

O coordenador ressalta que o poder municipal também tem priorizado ruas que dão acesso aos corredores de transporte coletivo. “Estão sendo feitos os laços de quadra na Av. Gil Martins, zona Sul, tanto na região do bairro São Pedro quanto Pio IX, para melhorar os acessos ao corredor de ônibus da Gil Martins. Também estão sendo contemplados os laços da Av. Presidente Kennedy e Planalto Ininga”, pontua.

Daniel Pereira informa que o Parque Renascença I também terá ruas asfaltadas. “Iniciamos este ano o processo de asfaltamento em várias vias do bairro e agora nossas equipes retornam para contemplar algumas vias restantes, a fim de que todo o bairro seja asfaltado”, comenta.

Operação Tapa-Buracos

Além das obras de asfaltamento e recapeamento, a Prefeitura de Teresina também investe na recuperação emergencial de vias que foram muito danificadas durante o período chuvoso. “Temos cinco equipes atuando diariamente na Operação Tapa-Buracos, tapando cerca de 800 buracos por dia”, completa Daniel Pereira.

Confira a Programação da Operação Tapa Buracos para esta semana:

1- Estrada do São Vicente – Bela Vista (zona Norte)

2- Ruas do Jacinta Andrade (zona Norte)

3- Linha de Ônibus Santa Clara (zona Sul)

4- Canaletas – Dom Severino- Vilmary (zona Leste)

5- Linha de Ônibus Porto Alegre (zona Sul)

6- Av. Alameda Francisco Nogueira (zona Norte)

7- Linha de Ônibus Morada Nova (zona Sul)

8- Rua Cícero Soares (zona Sul)

9- Ruas do Parque Brasil (zona Norte)

10- Av. Presidente Kennedy (zona Leste)

11- Diversas Solicitações via COLAB

12- Acesso ao Soinho (zona Leste)

13- Canaletas diversas (zona Sudeste)

14- Av. Alameda do Sol (zona Norte)

15- Rua Matos Lopes (zona Norte)

16- Av. Ministro Sérgio Mota (zona Norte)

17- Rua Raimundo Doroteia e Lourival Mesquita (zona Norte)

18- Av. Comodoro (zona Sul)

19- Acesso ao Aterro Sanitário

Da Redação

PMT investe de cerca R$ 9,7 milhões em asfaltamento no primeiro quadrimestre

Publicada em 10 de maio de 2019 - 10:36

Imprimir
PMT investe de cerca R$ 9,7 milhões em asfaltamento no primeiro quadrimestre

Última atualização: 14 , maio 2019 - 14:31

Teresina tem, em sua origem, o marco do desenvolvimento, como a primeira capital planejada do Brasil. E é seguindo um planejamento de asfaltamento estratégico e justo que a Prefeitura de Teresina, nos quatro primeiros meses do ano, já investiu R$ 9,7 milhões em obras de asfaltamento, recapeamento e recuperação de vias, garantindo uma melhor mobilidade urbana para a população.

“O poder municipal vem investindo em desenvolvimento para garantir que a população possa se locomover com facilidade em vias de boa qualidade, confortáveis para motoristas, pedestres, e com um bom fluxo do trânsito. Nesses primeiros meses de 2019, já investimos mais de R$ 9,7 milhões para ampliar a malha asfáltica em diferentes zonas da capital”, explica Marco Antônio Ayres, secretário da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

Ao todo, cinco avenidas de grande fluxo já foram recapeadas, com um investimento de mais de R$ 5 milhões, provenientes de emendas federais e orçamento próprio do município. Foram elas: Av. Valter Alencar na zona Sul, Rua Capitão Vanderley, Major Sebastião Saraiva, Rua Rotary Club, Rua Santa Teresinha, na zona Leste, e Av. Leônidas Melo, Centro Sul.

“Algumas vias que já são mais antigas e desgastadas pelo tempo necessitam ser recuperadas em sua totalidade. Então retiramos o asfalto antigo, nivelando o piso, e fazendo a aplicação de uma nova camada de pavimento. O recapeamento nos garante pelo menos uns oito anos sem problemas na via que foi recuperada”, afirma Daniel Pereira, coordenador de asfaltamento da Semduh.

O coordenador ainda esclarece que a política de asfaltamento da capital, hoje, é feita de uma maneira a beneficiar regiões e não apenas vias isoladas. “Em vez de investirmos para asfaltar uma única rua em cada bairro, por exemplo, estamos asfaltando quadrantes ou fechando bairros inteiros. Ao todo, asfaltamos 53 ruas. Foram 14 vias do Parque Poti, 10 ruas no Renascença I, ruas no entorno da UPA do Satélite, ruas de acesso as TVs, laços da Av. Presidente Kennedy, e vias na região do Pedra Mole, Morros e Morada do Sol, em um total de R$ 2,2 milhões. A ideia é contemplar vias que possuam fluxo de ônibus, movimentação grande de carros e da população em geral”, comenta Daniel Pereira.

Operação Tapa-buracos

Para vias mais antigas, que apresentam danos causados pelas chuvas ou por uso intenso, a Prefeitura atua diariamente com a Operação Tapa-Buracos, onde já foram investidos R$ 2,5 milhões só em 2019. São cinco equipes percorrendo todas as zonas da capital tapando cerca de 800 buracos por dia.

“São R$ 40 mil por dia, aplicados no gerenciamento de buracos que surgem nas vias. Teresina é uma cidade grande e que possui muitas vias antigas e com problemas recorrentes. Atuamos com o planejamento de recapeá-las, mas de forma imediata, vamos solucionando com a Operação Tapa Buracos”, pontua o coordenador.

2018

No ano de 2018, a Prefeitura investiu cerca de R$ 23,5 milhões em obras de asfaltamento nas quais, ao todo, foram utilizadas 71 mil toneladas de asfalto para a pavimentação de 85 km de vias. Quadrante de vias nos bairros Dirceu I, zona Sudeste, Vila São Francisco e Vila Operária, zona Norte, São João, Jóquei, Horto e Fátima, na Zona Leste, foram contempladas ao longo do ano.

Além disso, a gestão municipal recapeou as avenidas Presidente Kennedy, Duque de Caxias, Pinel, trecho da Raul Lopes e as alças da Ponte Juscelino Kubitscheck, Rua Francisco Mendes, Av. Odilon Araújo, Av. Jóquei Clube e Av. Castelo do Piauí.

Dentre os investimentos do ano passado, houve também a aquisição de uma nova usina de asfalto trazendo um grande diferencial para o avanço nas obras atuais. “A nova usina de asfalto permitiu o aumento na produção para até 100 toneladas de asfalto por hora. Mais quatro máquinas que operam diariamente nas obras de asfaltamento da cidade: uma vibroacabadora, uma fresadora e dois rolos de compactadores, também foram adquiridas e garantem mais agilidade e qualidade nos serviços de asfaltamento”, conclui o secretário Marco Antônio Ayres.

 

Da Redação

Firmino autoriza PPP com investimento de R$ 130 milhões em iluminação

Publicada em 3 de maio de 2019 - 8:16

Imprimir
Firmino autoriza PPP com investimento de R$ 130 milhões em iluminação

Última atualização: 14 , maio 2019 - 14:31

O prefeito Firmino Filho assinou a autorização para início do processo licitatório da Parceria Público-Privada (PPP) de Iluminação Pública de Teresina. A previsão é de que o edital seja lançado para o mercado até o final de maio. A PPP é uma delegação, mas a titularidade do serviço continua com a Prefeitura de Teresina. Somente nos primeiros dois anos serão investidos cerca de R$ 130 milhões.

No dia 11 de abril a Prefeitura lançou no Diário Oficial do Município o aviso de resposta sobre a consulta pública da PPP de iluminação de Teresina. No documento consta que foram recebidas 245 contribuições enviadas por 11 empresas. “Agora, com essa autorização do prefeito, iniciou-se a fase interna do processo, que consiste na análise de documentos por parte da Comissão Especial que foi criada exclusivamente para essa licitação”, explicou a secretária municipal de Concessões e Parcerias, Monique Menezes.

Após a análise, a documentação é enviada para a Procuradoria Geral do Município (PGM). “Depois do lançamento do edital, até o final de maio, as empresas interessadas terão conhecimento do projeto e das minutas de contrato. O edital deverá ficar aberto por cerca de 60 dias para o público em geral, de modo que haja tempo para o mercado analisar. A abertura dos envelopes que deve ocorrer possivelmente em julho”, esclareceu Monique.

Ela ressalta que a  PPP de iluminação pública vai aumentar o parque energético de Teresina com a melhoria do serviço para a população. As primeiras zonas a serem beneficiadas serão o Centro da cidade e as zonas Norte e Sul.

Da Redação

Infraestrutura

Obras de recuperação da Ponte Simplício Dias são retomadas

A previsão de conclusão das obras recuperação da ponte Simplício Dias é de 120 dias.

Publicada em 30 de julho de 2018 - 16:28

Imprimir
Obras de recuperação da Ponte Simplício Dias são retomadas

Última atualização: 30 , julho 2018 - 16:28

O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) deu início as obras de recuperação e reforço estrutural da Ponte Simplício Dias, situada na rodovia PI 210 com a PI 116, no trecho que liga os municípios de Parnaíba e Ilha Grande. O investimento está orçado em R$4.841.224,24, oriundo do recurso ordinário e operação de crédito.

A ponte, inaugurada na década de 70,  possui 300 metros de extensão e irá proporcionar mais segurança e conforto para os turistas e moradores das cidades próximas a região.

Segundo Severo Eulálio, diretor de Engenharia do DER, Severo Eulálio, essa obra é de muita importância tanto do ponto de vista social, porque por ser  responsável pela interligação com município de Ilha Grande, no litoral piauiense.

“A obra contribui para o deslocamento dos moradores da região, mas tem as duas grandes localidades que também são afetadas: o Porto dos Tatus, local de onde saem todas as embarcações para o Delta do Parnaíba; e a praia da Pedra do Sal, que tem grande produção de energia. Esses dois pontos são muito relevantes para o turismo do Piauí, pois recebem visitantes não só do Brasil, mas de todo o mundo”, esclareceu.

A obra faz parte do cronograma de ações de mobilidade urbana realizado pelo Governo do Estado do Piauí. A previsão de conclusão das obras recuperação da ponte Simplício Dias é de 120 dias.

Educação Básica

Rejane Dias cobra maior investimento da União no Fundeb

A proposta do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), foi criada em 2006, no Governo Lula, para vigorar até 2020.

Publicada em 26 de julho de 2018 - 17:04

Imprimir
Rejane Dias cobra maior investimento da União no Fundeb

Última atualização: 26 , julho 2018 - 17:05

A deputada federal Rejane Dias (PT-PI) defende a proposta de emenda à Constituição (PEC 15/15) que torna permanente o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), criado em 2006, no Governo Lula, para vigorar até 2020.

Rejane Dias, que titular da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, disse que é preciso ampliar os investimentos da União na educação básica do país e chama a atenção para a importância da permanência do Fundeb como fonte de financiamento para custear a educação básica, incluindo a remuneração dos professores e melhoria da infraestrutura das escolas.

“A ideia é aumentar, de forma gradual, a complementação da União para o fundo de 10% para, no mínimo, 30% da participação de estados e municípios”, explica Rejane Dias.

A parlamentar explica que o acompanhamento e o controle social sobre a distribuição, a transferência e a aplicação dos recursos do programa são feitos em escalas federal, estadual e municipal por conselhos criados especificamente para esse fim.

O Fundeb é formado por recursos dos governos federal, estaduais e municipais, o que varia de acordo com o número de alunos matriculados na educação básica, com base em dados do censo escolar do ano anterior.

Emenda
O Fundeb, que está em vigor desde janeiro de 2007 e se estenderá até 2020, foi instituído no Governo Lula pela Emenda Constitucional Nº 53, de 19 de dezembro de 2006 e regulamentado pela Medida Provisória Nº 339, de 28 de dezembro do mesmo ano, convertida na Lei Nº 11.494, de 20 de junho de 2007, e pelos Decretos Nº 6.253 e 6.278, de 13 e 29 de novembro de 2007, respectivamente.

Investimento

Sistema penitenciário do Piauí recebe viaturas e R$ 5 milhões

Os veículos reforçaram o recém-criado grupo de escolta da penitenciária para descolamento de presos para audiência de custódia.

Publicada em 22 de maio de 2018 - 18:56

Imprimir
Sistema penitenciário do Piauí recebe viaturas e R$ 5 milhões

Fonte: Redação do Piauí Agora

Última atualização: 22 , maio 2018 - 18:56

O Sistema Penitenciário do Piauí, por meio da Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), recebeu nesta terça-feira, (22/05), no Palácio de Karnak, três viaturas especiais para transporte de detentos e ainda R$5 milhões para investir em monitoramento e inteligência.

Os veículos, modelos Ford F4000, foram totalmente customizados para uso em terrenos de difícil acesso e serão destinadas à Casa de Custódia de Teresina, ao Comando de Operações Prisionais (COP) e para a Penitenciária Regional de Campo Maior.

De acordo com Hermogem Melo, gerente da Penitenciária Regional, os veículos também reforçaram o recém-criado grupo de escolta da penitenciária para descolamento de presos para audiência de custódia.

“Na penitenciária ficamos fora da cidade, passamos por um terreno ondulado. Um veículo com um potencial desses é essencial”, pontuou.

Para Daniel Oliveira, secretário de Justiça, presídio seguro traz paz à sociedade.

“Estamos trabalhando para garantir que a Polícia Civil faça o seu trabalho, que a Polícia Militar faça o seu trabalho no estado do Piauí a partir de unidades prisionais que estejam tranquilas e com suas práticas disciplinares funcionando. O Piauí tem dado vários bons exemplos para o Brasil nesse sentido”, avalia.

O governador Wellington Dias conta que o sistema penitenciário contará com a classificação em alto risco, médio risco e baixo risco baseado no Poder Judiciário e o Ministério Público.

“Isso vai garantir que tenhamos o devido contato entre cada preso, evitando que presos perigosos influenciem presos de menor risco para a entrada em organizações criminosas”, ressalta.

Nomeação 

Na ocasião o governador Wellington Dias sinalizou positivamente para a nomeação de concursados da Secretaria de Justiça e autorizou a equipe financeira do governo a tratar sobre o tema com o secretário Daniel Oliveira