HUT registra aumento de 64% em acidentes de trabalho graves

Publicada em 9 de maio de 2019 - 9:57

Imprimir
HUT registra aumento de 64% em acidentes de trabalho graves

Última atualização: 14 , maio 2019 - 14:31

No primeiro trimestre deste ano o Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE) do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) registrou 146 casos de acidentes de trabalho graves, o que corresponde a um aumento de 64% se comparado com o mesmo período do ano passado, que contabilizou 89 casos. Dentre esses atendimentos 130 foram homens e 16 mulheres. Com relação ao tipo, os acidentes de trajeto correspondem a 54% do total, com 79 notificações, seguido pelo acidente típico, com 63, e os não informados, com 4 notificações.

Durante o ano de 2018 o NHE do HUT notificou 546 casos de acidentes de trabalho graves. De acordo com o enfermeiro Rui Cipriano, gerente do NHE, ter conhecimento sobre o perfil desses pacientes é essencial para ajudar na elaboração de políticas públicas pelos órgãos competentes.

“Quanto mais detalhados forem os dados, mais informações teremos para montar o perfil dessas pessoas. Por exemplo, sabemos que quanto ao tipo de acidente o HUT realizou 79 atendimentos de vítimas de acidentes de trabalho graves durante o deslocamento para o trabalho ou vice versa. Isso representa 54% do total desse tipo de atendimento. A partir dessa informação é possível o planejamento de ações de prevenção e controle de acidentes de trabalho”, explicou o gerente.

No ano de 2018, considerando os acidentes de trabalho graves e não graves, o HUT realizou 4.556 atendimentos. Dentre esses, 3.941 foram homens e 615 mulheres. Com relação aos tipos de acidentes 2.694 foram vítimas de acidentes típicos, ou seja, que ocorrem durante o exercício do trabalho a serviço de uma empresa e 1.791 foram acidentes de trajeto, quando ocorrem no percurso do local de residência para o trabalho ou vice versa.

Luciano Richelly, 43 anos, natural de Campo Maior, é artesão e está internado no HUT após ter os dedos da mão esquerda decepados durante o manuseio de uma lâmina que utiliza para cortar madeira. Segundo Luciano, no momento do acidente ele estava usando os equipamentos de proteção individual, porém, eles não foram suficientes para evitar a perda dos dedos. “Eu estava manuseando uma máquina reta, quando chegou uma cliente me solicitando um serviço, a lâmina da máquina estava cega e de repente ela travou, virou e atingiu meus dedos”, explica Luciano.

Pode ser classificado como acidente de trabalho aquele que ocorre no exercício de uma atividade remunerada que provoque lesão corporal ou perturbação funcional, podendo causar a morte, a perda ou a redução permanente ou temporária da capacidade para o trabalho.

 

Da Redação

HUT é referência nacional nacional em cirurgias de fratura de face

Publicada em 2 de maio de 2019 - 14:46

Imprimir
HUT é referência nacional nacional em cirurgias de fratura de face

Última atualização: 14 , maio 2019 - 14:31

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ficou em primeiro lugar na lista dos hospitais que mais realizaram cirurgias de fratura de face com osteossíntese, no Brasil, em 2018. Esse procedimento utiliza placas e parafusos para o processo de estabilização das fraturas. De acordo com dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), dos 463 hospitais do Brasil que realizam esse tipo de procedimento, o HUT ficou em primeiro lugar com 286 cirurgias de redução e fixação de fraturas de face (com osteossíntese), seguido do Hospital Geral da Bahia, com 255 cirurgias, e do Hospital de Urgência de Presidente Dutra, no Maranhão, com 224 procedimentos.

A pesquisa feita pelo DATASUS também revelou que o HUT ficou em terceiro lugar, com 472 cirurgias, entre os 993 hospitais do Brasil que realizam cirurgias de face sem uso de placas e parafusos. Em primeiro lugar ficou o Hospital Regional de Arapiraca, em Alagoas, com 562 cirurgias, e em segundo lugar o Hospital Bom Pastor, no Rio Grande do Sul, com 544 procedimentos.

De acordo com o cirurgião buco-maxilo-facial do HUT, Dr. Salomão Oka, cerca de 85% dos pacientes que passam por algum tipo de cirurgia de fratura de face são vítimas de acidentes com motocicletas. Os demais pacientes são vítimas de outros acidentes de trânsito e de violência por agressão física ou arma de fogo.

“Essa estatística do HUT é alarmante, porém, ela também nos mostra o patamar de excelência que o nosso hospital vem alcançando nos últimos anos. Nossa equipe de cirurgiões buco-maxilo-faciais é a que mais realiza procedimentos no Brasil. É uma equipe especializada que está conseguindo dar uma resolutividade incrível para o maior hospital de urgência e emergência do nosso estado. Estamos atentos a todos os casos que chegam ao HUT e que necessitam de uma atenção mais especializada. Alta complexidade em urgência e emergência na área de buco-maxilo-facial é no HUT”, destacou o cirurgião.

No ano de 2016 o HUT encabeçou essa mesma lista pela primeira vez, realizando 576 cirurgias de face e 352 cirurgias de fratura de face com osteossíntese. Segundo a diretora geral do HUT, Dra. Clara Leal, estas cirurgias são complexas e têm um custo elevado para o Hospital. “Por conta da grande demanda e do fato desses procedimentos serem de alta complexidade, com uso de placas e parafusos para reconstrução da face, o HUT termina ficando com uma despesa muito alta. Para se ter uma ideia, em uma cirurgia de reconstrução de face é possível utilizar cerca de 15 placas e até 70 parafusos. Cada placa tem um custo médio de R$ 400,00”, ressaltou a diretora.

Entre janeiro e março deste ano, o HUT atendeu 2.410 vítimas de acidentes de trânsito. Dentre estes, 2.045 foram vítimas de acidentes com motocicletas, 94 vítimas de acidentes com carro, 250 atropelamentos e 21 outros meios de transporte. No total geral, o HUT realizou 13.778 atendimentos e 3.215 cirurgias, também entre janeiro e março deste ano.

 

Da Redação

AÇÃO

Sindicato dos Médicos realiza fiscalização no HUT e constata falta de medicamentos

Sindicato dos Médicos realiza fiscalização no HUT e constata falta de medicamentos

Publicada em 25 de fevereiro de 2019 - 14:38

Imprimir
Sindicato dos Médicos realiza fiscalização no HUT e constata falta de medicamentos

Última atualização: 11 , maio 2019 - 17:06

O Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí realizou na manhã de hoje (25) uma nova fiscalização no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O objetivo foi averiguar a situação de trabalho dos médicos e pacientes após um ano da fiscalização. Na primeira o SIMEPI enviou um relatório ao Ministério Público (MPPI), que notificou a Fundação Municipal de Saúde (FMS) dando-lhe um prazo para solucionar as deficiências do Hospital.

Segundo o presidente do SIMEPI, Samuel Rêgo, a fiscalização foi solicitada pelo MPPI para averiguar as solicitações feitas pela entidade. “No geral houve uma melhora em vários aspectos, mas em outros percebemos que surgiram novos problemas que precisam ser solucionados”, ressaltou o presidente.

Entre as constatações, o Sindicato observou que a problemática mais grave no momento é a falta de medicamentos. “Como são situações de urgência, é preciso resolver de imediato. A inconstância da oferta de medicamentos põe diversas vidas em risco”, pontuou Samuel Rêgo.

Durante a fiscalização, o SIMEPI conversou com o diretor clínico do HUT, Justivan Leal, que ressaltou que a falta de medicamentos ocorre devido as empresas fornecedoras, que ganharam a licitação, não entregam em tempo hábil, sendo necessário fazer novas licitações. Essas situações burocráticas seriam as grandes responsáveis por essa ausência.

Cabeceiras do Piauí

Jovem desaparecido é encontrado no Hospital de Urgência de Teresina

O jovem teria sofrido um desmaio e foi encaminhado para o HUT. O motivo do desmaio ainda está sendo investigado.

Publicada em 13 de novembro de 2018 - 6:39

Imprimir
Jovem desaparecido é encontrado no Hospital de Urgência de Teresina

Última atualização: 12 , novembro 2018 - 20:48

O jovem, identificado como Raniel de Sousa Santos, conhecido como Niel, 23 anos, estava desaparecido desde a tarde de sábado (10/11), quando saiu de casa para um jogo no município de Cabeceiras do Piauí, onde reside. Nesse domingo (11), o jovem foi encontrado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

As informações apontam que Raniel teria sofrido um desmaio em uma rua na cidade de Lagoa Alegre e encaminhado ao HUT. As causas do desmaio ainda estão sendo investigadas.

Raniel de Sousa Santos passa bem e não corre risco de morrer.

Atropelamento

Após atropelamento, operário sofre graves fraturas nas pernas

O acidente aconteceu na empresa onde Francisco Andersson trabalha, localizada na BR 343, rodovia que liga Teresina a Altos.

Publicada em 9 de setembro de 2018 - 10:28

Imprimir
Após atropelamento, operário sofre graves fraturas nas pernas

Última atualização: 10 , setembro 2018 - 10:25

Um homem, identificado como Francisco Andersson da Silva,  teve fraturas graves internas nas pernas na manhã desse sábado, (08/09) na BR 343, rodovia que liga Teresina a Altos. Ele foi atropelado pelo caminhão da empresa onde trabalha como operário.

De acordo com o tenente Flaubert Rocha, representante do Corpo de Bombeiros, o caso será investigado e para realizar o devido socorro, foi preciso o trabalho em equipe do Corpo de Bombeiros com o Samu.

O operário foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e até o momento, não se sabe o estado de saúde dele.

Eterno camisa 9

Após cinco dias internado, morre Leandro Matos, jogador do River Playt

Leandro Matos teria sofria acidente no último domingo, (02/09), e esteve até então internado no HUT.

Publicada em 8 de setembro de 2018 - 8:58

Imprimir
Após cinco dias internado, morre Leandro Matos, jogador do River Playt

Última atualização: 8 , setembro 2018 - 08:58

O jogador camisa 9 do Esporte Clube  River Playt Castelense, Leandro Matos, conhecido como Meio Quilo, faleceu na última quinta-feira, (06/09), após cinco dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) por ter sofrido acidente de carro, ocorrido entre as cidade de Castelo do Piauí e Juazeiro do Piauí.

As informações apontam que Leandro Matos, estava em um veículo, modelo Chevrolet Corsa, quando foi surpreendido por uma caminhonete Toyota Hillux, que realizou uma ultrapassagem e acabou colidindo frontalmente com o veículo que estava o jogador.

O eterno camisa 9 do River Playt não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. Estava no carro com mais dois jovens, que apenas tiveram ferimentos leves.

 

 

Parque Brasil II

Adolescente baleado na cabeça morre no HUT

Apesar de ter recebido o atendimento e ser medicado, Antônio Wendel não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Publicada em 21 de agosto de 2018 - 14:45

Imprimir
Adolescente baleado na cabeça morre no HUT

Última atualização: 22 , agosto 2018 - 10:28

O adolescente, identificado como Antônio Wendel, 16 anos, morreu na noite dessa segunda-feira, (20/08), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O jovem foi baleado na cabeça no Bairro Parque Brasil II, na região da Santa Maria da Codipi, zona Norte de Teresina.

De acordo com o HUT, apesar de Antônio Wendel ter sido medicado, a lesão foi considerada muito grave e ele acabou falecendo.

A suspeita é que o tiro foi disparado no momento em que  o adolescente dividia os produtos roubados e um de seus comparsas atirou contra ele por desentendimento.

Recuperação

Empresário ferido em acidente passará por cirurgia na face

As informações apontam que Ricardo Filho passará por uma cirurgia buco-maxilar facial nos próximos dias.

Publicada em 13 de agosto de 2018 - 17:26

Imprimir
Empresário ferido em acidente passará por cirurgia na face

Última atualização: 13 , agosto 2018 - 17:26

Um empresário, identificado como Ricardo Azevedo do Rêgo Costa Filho, que sofreu acidente de carro na última sexta-feira, (10/08), na Avenida Nossa Senhora de Fátima, zona Leste de Teresina, segue internado no HUT. O quadro de saúde do empresário é estável.

As informações apontam que Ricardo Filho passará por uma cirurgia buco-maxilar facial nos próximos dias. A cirurgia só será possível após a face desinchar.

 

 

estado gravíssimo

Criança vítima de disparo tem fígado, pulmão e estômago atingidos

criança e mais dois adolescentes estavam na porta de casa no momento dos disparos

Publicada em 31 de julho de 2018 - 10:17

Imprimir
Criança vítima de disparo tem fígado, pulmão e estômago atingidos

Última atualização: 31 , julho 2018 - 10:24

Ainda é considerado grave o estado da pequena Emanuelle, de apenas cinco anos de idade, atingida por um tiro na tarde desta segunda-feira (30/07). De acordo com o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), a bala atingiu órgãos importantes do corpo, como pulmão e estômago, chegando a lesionar o fígado.

Ainda na noite de ontem e madrugada desta terça-feira (31), a criança passou por uma cirurgia. “Foi feita uma laparotomia exploradora. Por conta da lesão no torax foram colocados dois drenos”, diz o HUT, em nota.

Nesse momento, ela está sedada e entubada, sendo encaminhada para UTI pediátrica. A equipe medica aguarda para fazer uma reavaliação do quadro de saúde da criança.

Já a outra vítima, um adolescente de iniciais A. J. C. da S., levou um tiro na perna e permanece em observação. Seu estado é considerado fora de perigo.

ENTENDA

Dois adolescentes e uma criança de cinco anos foram baleados na tarde desta segunda-feira, (30/07), na porta de casa no Bairro Frei Damião, zona Sudeste de Teresina.

A Polícia Civil Militar seguem em diligências para localizar os autores do disparo.

Zona Sudeste

Dois adolescentes e uma criança são baleadas na porta de casa

A criança, identificada como Emanuelle, foi atingida na barriga e está em estado grave. 

Publicada em 30 de julho de 2018 - 16:45

Imprimir
Dois adolescentes e uma criança são baleadas na porta de casa

Última atualização: 31 , julho 2018 - 10:18

Dois adolescentes e uma criança de apenas cinco anos foram baleados na tarde desta segunda-feira, (30/07), na porta de casa no Bairro Frei Damião, zona Sudeste de Teresina. A criança, identificada como Emanuelle, foi atingida na barriga e está em estado grave.

Os dois adolescentes, identificados apenas como Bruno e Jerry, um foi atingido no pé e o outro na panturrilha.

Segundo o sargento Pereira, 8º Batalhão da Polícia Militar de Teresina, os autores dos disparos estavam em um veículo, modelo Celta, e um dos elementos atirou contra os menores.

As vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e a polícia segue buscando identificar os autores do crime.