50% do corpo queimado

Morre 2ª vítima de incêndio criminoso causado por deficiente mental

O acusado, José Fernando Pereira Gonzaga, 47 anos, portador de deficiência mental, ateou fogo dentro do quarto no qual estavam o casal

Publicada em 12 de julho de 2018 - 11:39

Imprimir
Morre 2ª vítima de incêndio criminoso causado por deficiente mental

Última atualização: 12 , julho 2018 - 11:55

Carla Pereira de Abreu, 25 anos, a segunda vítima de um incêndio criminoso provocado pelo cunhado portador de esquizofrenia, faleceu nesta quarta-feira (11), após 18 dias internada no Hospital de Urgências de Teresina (HUT). Ela sofreu queimaduras de primeiro e segundo grau em 50% do corpo.

Além de Carla Pereira, a outra vítima Luis Pereira Gonzaga, 54 anos, morreu dois dias depois do crime. Ele teve 80% do corpo queimado.

O acusado, José Fernando Pereira Gonzaga, 47 anos, portador de deficiência mental, ateou fogo no quarto do casal, localizado na Rua São Raimundo, no Bairro Piçarra, zona Sul de Teresina

Fernando teria jogado querose nas vítimas, ateado fogo e em seguida trancou a porta do quarto com um cadeado. Ele teria fugido de casa em um mototáxi com uma mochila.

 

 

A filha Luis Pereira concedeu entrevista exclusiva ao Portal Piauí Agora questionando a sanidade mental do tio, que está internado Hospital Psiquiátrico Areolino de Abreu sob medidas protetivas.

Morre homem que foi queimado por irmão com transtornos mentais

a companheira de Luís Pereira, Carla de Abreu segue internada. Ela teve 50% do corpo queimado e está em processo de recuperação.

Publicada em 3 de julho de 2018 - 19:00

Imprimir
Morre homem que foi queimado por irmão com transtornos mentais

Última atualização: 3 , julho 2018 - 19:14

Morreu nessa segunda-feira, (02/07), Luís Pereira Gonzaga, 54 anos, em consequências das graves lesões das queimaduras causadas por seu irmão, que sofre de transtornos mentais. A vítima teve 80% do corpo queimado e estava internado na UTI do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

A informação foi confirmada pela assessoria do HUT e informou que a companheira de Luís Pereira, Carla de Abreu segue internada. Ela teve 50% do corpo queimado e está em processo de recuperação.

O irmão de Luís Pereira teria ateado querosene e em seguida fogo contra o casal, enquanto dormia. Além disso, ele ainda teria trancado a porta do quarto com cadeado para o lado de fora, o que impossibilitou a saída do casal.

A Polícia Militar de Teresina e o Corpo de Bombeiros foram acionados e ajudaram no resgate.

Bairro Piçarra

Portador de deficiência mental ateia fogo no irmão e na cunhada no Bairro Piçarra

As vítimas foram identificadas como: Carla Pereira de Abreu, 25 anos e Luis Pereira Gonzaga, 54 anos. Ele foi o mais atingido, teve 80% do corpo queimado e esta na UTI do HUT em estado gravíssimo

Publicada em 30 de junho de 2018 - 11:28

Imprimir
Portador de deficiência mental ateia fogo no irmão e na cunhada no Bairro Piçarra

Última atualização: 30 , junho 2018 - 12:09

Um homem, portador de deficiência mental, identificado como Fernando Pereira, ateou fogo no seu irmão e na cunhada dentro de casa neste sábado, (30/06), na Rua São Raimundo, no Bairro Piçarra, zona Sul de Teresina. As vítimas foram identificadas como: Carla Pereira de Abreu, 25 anos e Luis Pereira Gonzaga, 54 anos.

As informações de um outro irmão da vítima, identificado como Arimatéia Pereira, Fernando teria jogado querose no casal, ateou fogo e em seguida trancou a porta do quarto com um cadeado. As chamas foram percebidas pela mãe, que inclusive, sofre de Alzheimer. Fernando fugiu de casa em um mototáxi com uma mochila.

Segundo a assessoria do Hospital de Urgência de Teresina, Luiz Pereira Gonzaga está em estado gravíssimo internado na UTI do hospital, teve 80% do corpo queimado, com queimaduras de primeiro e segundo grau.

Já Carla Pereira de Abreu teve 50% do corpo queimado, com queimaduras de primeiro e segundo grau. Ela está consciente e sofreu maiores lesões no tórax, perna e braço.

De acordo com o tenente Carlos Nascimento, do Corpo de Bombeiros, sem acesso ao quarto, a equipe do Corpo de Bombeiros conseguiu apagar o fogo pela janela, que é voltada para frente da casa.

O casal foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e seguem internados.

Zona Norte

Adolescente de 13 anos é baleado no Bairro Itaperu

O acusado após atirar no menor fugiu do local.

Publicada em 20 de junho de 2018 - 16:30

Imprimir
Adolescente de 13 anos é baleado no Bairro Itaperu

Última atualização: 20 , junho 2018 - 19:27

Um adolescente, identificado apenas pelas iniciais D.A.S, 13 anos, foi baleado nesta quarta-feira, (20/06), no Bairro Itaperu, zona Norte de Teresina. O menor foi atingido na cabeça, no ombro e no abdômen.

De acordo com o capitão Moura, 9ª Batalhão da Polícia Militar do Piauí, antes de ser baleado, o adolescente foi visto em com outro menor na região.

Até o momento, o que soubemos é que o menor tinha conhecimento de pessoas que cometerem crimes na região e queriam silenciá-lo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para prestar os socorros ao adolescente, que foi encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

pai acabou morrendo

Criança usada como escudo pelo pai apresenta melhoras

A criança foi atingida por três tiros, dois tiros acertaram a região do abdômen e um na cabeça.

Publicada em 9 de junho de 2018 - 16:00

Imprimir
Criança usada como escudo pelo pai apresenta melhoras

Fonte: Daniely Viana

Última atualização: 10 , junho 2018 - 09:04

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) divulgou novo boletim médico da criança de três anos que foi usada como escudo pelo próprio pai. Ela teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na manhã deste sábado (09), mas continua internada no hospital.

Ainda de acordo com o HUT, a sedação já foi retirada e ela está consciente, mas apesar da melhora, o seu estado de saúde ainda é considerado grave.

A menina, que não teve o nome identificado, foi atingida por três tiros, dois deles acertaram a região do abdômen e um na cabeça. O próprio pai, Elinaldo Ferreira da Silva, a usou para se proteger de tiros disparados por desafetos

Bairro Todos os Santos

Para se proteger de tiros, pai usa filha de escudo na zona sudeste

O acusado de atirar contra as vítimas trata-se de Marco Antônio, que teria um relacionamento com a esposa de Elinaldo da Silva.

Publicada em 8 de junho de 2018 - 19:12

Imprimir
Para se proteger de tiros, pai usa filha de escudo na zona sudeste

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 9 , junho 2018 - 10:27

Um homem, identificado como Elinaldo Ferreira da Silva, usou a filha de apenas 2 anos para se proteger de tiros disparados por desafetos. O crime aconteceu nessa quinta-feira, (07/06), no Bairro Todos os Santos, zona Sudeste de Teresina. O acusado de atirar contra as vítimas trata-se de Marco Antônio, que teria um relacionamento com a esposa de Elinaldo. 

Elinaldo da Silva acabou tendo morte imediata, já a criança foi atingida por três tiros, dois tiros acertaram a região do abdômen e um na cabeça. Ela está internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Segundo o delegado Barêtta, da Delegacia de Homicídios, Erinaldo teria saído há um mês da Casa de Custódia e a companheira dele se envolveu com outro indivíduo.

Trata-se de um crime passional. Ontem, (07/06), Erinaldo foi tirar satisfações com Marco Antônio, vulgo Cirilo, chegaram a brigar e Cirilo lhe ameaçou de morte”, esclareceu.

As informações apontam que Marco Antônio teria chegado a residência de Erinaldo da Silva com mais dois elementos. Eles chegaram a invadir a casa e ao se deparar com Erinaldo, Marco Antônio teria efetuado os disparos.

O que mais chama atenção nesse caso é um pai pegar a própria filha e usá-la de escudo. Já que o papel do pai é proteger os filhos, principalmente, diante de situações como esta”, lamentou o delegado Barrêtta.

Os acusados de cometerem o crime já foram, devidamente, identificados e estão sendo procurados pela Delegacia de Homicídios.