Distribuição

Sesapi recebe 125 mil doses de vacina contra H1N1

As doses serão repassadas, imediatamente, aos municípios, de acordo com o cronograma de distribuição.

Publicada em 16 de Maio de 2018 - 17:14

Publicado por | Fonte: Márcia Gabriele

Imprimir
Sesapi recebe 125 mil doses de vacina contra H1N1

Última atualização: 16 , Maio 2018 - 17:14

O Ministério da Saúde repassou a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), nesta quarta-feira, (16/05), um lote com 125 mil doses contra o vírus H1N1, causador da gripe Influenza.

A Sesapi, por meio de nota, informou que as doses serão repassadas, imediatamente, aos municípios, de acordo com o cronograma de distribuição.

Até o momento, 46 casos da gripe influenza, pelo vírus H1N1, foram registrados em Teresina. Do total, 28 são dos casos de síndrome respiratória aguda grave (casos de internações) e 18 casos de síndrome gripal (casos sem complicações).

A gripe influenza já fez duas vítimas fatais em Teresina. O motorista da Sesapi e uma mulher que estava internada em um hospital privado. Mais casos estão sendo investigados.

PUBLICO-ALVO DA CAMPANHA

  • indivíduos com 60 anos ou mais de idade;

  • crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias);
  • gestantes e puérperas;
  • trabalhadores da saúde;
  • povos indígenas;
  • grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • professores das escolas públicas e privadas;
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  • população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

 

2ª óbito

Morte de paciente com pneumonia pode ser causada pela gripe H1NI1

Esse pode ser o 2º óbito causado pela gripe H1N1 em Teresina.

Publicada em 14 de Maio de 2018 - 9:01

Publicado por | Fonte: Márcia Gabriele

Imprimir
Morte de paciente com pneumonia pode ser causada pela gripe H1NI1

Última atualização: 15 , Maio 2018 - 09:01

Uma mulher, identificada como Ieda de Almeida Legal, 31 anos, morreu nesse domingo, (13/05), por complicações da pneumonia. Esse pode ser o 2º óbito causado pela gripe H1N1 em Teresina.

Apesar das suspeitas, o corpo da paciente está passando por exames para a confirmação da doença. Ieda Leal deu entrada no Hospital de Urgência de Teresina na noite da última sexta, (11/05).

Segundo relato de familiares, Ieda Leal já estava há mais de uma semana com dores no corpo e forte cansaço respiratório e teria dado entrada na última quinta (10/05), no Hospital do Monte Castelo e dia seguinte, transferida para o HUT.

O HUT, por meio de nota, confirmou ainda que foi realizada a coleta de sangue para confirmar ou não o diagnóstico da gripe causada pelo vírus Influenza H1N1 e que a suspeita foi levantada ainda no Hospital do Monte Castelo.

UMA MORTE CONFIRMADA

Até o momento, apenas uma morte foi confirmada por complicações da gripe H1N1, que foi o caso de um motorista da Sesapi, de 52 anos, ocorrida no dia 30 de abril.