DESTAQUE

Teresina lidera gastos com saúde com quase 600 reais por pessoa

Dado é do Conselho Federal de Medicina relativo a 2017

Publicada em 28 de janeiro de 2019 - 14:18

Imprimir
Teresina lidera gastos com saúde com quase 600 reais por pessoa

Última atualização: 28 , janeiro 2019 - 14:18

Teresina lidera entre as capitais do Nordeste com maior investimento em saúde por pessoa com R$ R$590,71no ano de 2017. O dado foi divulgado recentemente no site do Conselho Federal de Medicina (CFM) e diz respeito a 2017.

No ranking geral é a terceira capital do país que mais gastou recursos próprios com ações e serviços na área da saúde. Em primeiro lugar ficou a cidade de Campo Grande (MS) e em segundo São Paulo (SP).

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira, avalia o dado e ressalta os desafios da pasta da saúde: “O investimento aplicado pela Prefeitura de Teresina na área da saúde é alto. Nós temos uma rede complexa e grande, e precisamos, para melhorar este gasto é otimizar cada vez mais o resultado, que funcione o sistema como um todo, inclusive que haja maior co-participação do Governo do Estado, investindo em hospitais da capital e do interior”, diz.

“A Prefeitura de Teresina quer reduzir gastos, sem comprometer e sem diminuir o atendimento da população. Para que isso ocorra, é necessário que haja parceria com o Governo do Estado e Governo Federal. Estamos otimizando também os processos de trabalho; existe uma equipe de auditores, procuradores e controladores que estão buscando encontrar mecanismos para que possamos melhorar os gastos na saúde e otimizar o resultado, de modo a satisfazer o usuário”, argumenta o presidente.

Ele explica ainda que Teresina atrai pacientes vindos do interior: “A capital busca ter resolutividade e dispõe de diversos serviços pelo SUS, o que atrai a vinda de muitos pacientes. Outra questão é a geográfica, dada a proximidade existente entre Teresina e municípios do leste do Maranhão. Há também pouca oferta dos serviços especializados nos municípios do Piauí. É preciso que o Governo do Estado fortaleça a saúde no interior, estratégia que acarretaria na vinda de menos pacientes para Teresina”.

Uma das metas para 2019 é a solicitação da Revisão da Programação Pactuada Integrada (PPI), documento que define onde serão prestados os serviços especializados do SUS no Piauí e o seu financiamento a quem está efetivamente prestando o atendimento: “É preciso revisar urgentemente a PPI, pacto feito no ano de 2009, pois, de lá para cá, a área da saúde sofreu mudanças consideráveis. O nosso objetivo é melhorar o atendimento e garantir o seu financiamento”, finaliza Charles.

Conheça os serviços da FMS

A FMS é responsável por administrar 10 hospitais municipais, 4 Maternidades, o Lineu Araújo, o SAMU, 2 UPAs e, ainda, o HUT, Pronto Socorro especializado, habilitado como Unidade de Assistência de Média e Alta Complexidade em Traumatologia e Ortopedia. Na área da Atenção Básica, são 90 Unidades Básica de Saúde, distribuídas nas 4 zonas da cidade. Além disso, conta com o Laboratório Raul Bacelar, 03 Centros de Especialidade Odontológica (CEO) e 07 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

A Fundação é também responsável pela gestão do SUS no âmbito municipal e atua como órgão planejador, fiscalizador, regulador, autorizador e pagador das ações em saúde. Isso porque elabora documentos de planejamento; fiscaliza a aplicação dos recursos financeiros; coordena o cadastro dos estabelecimentos no CNES; autoriza todos os procedimentos de média e alta complexidade realizados pelos prestadores de serviço ao SUS e gerencia o Fundo Municipal de Saúde.

Além disso, a FMS é responsável por administrar o sistema de marcação de consultas e exames especializados do SUS, o Gestor Saúde. Diariamente, este sistema ofertas vagas para que os 224 municípios do Piauí possam usufruir do atendimento especializado em Teresina.

CONTRATAÇÃO

FMS convoca 77 aprovados em processo seletivo

Os novos profissionais irão substituir servidores em licença ou afastamento

Publicada em 14 de dezembro de 2018 - 12:20

Imprimir
FMS convoca 77 aprovados em processo seletivo

Última atualização: 14 , dezembro 2018 - 12:20

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está convocando 77 candidatos aprovados no Processo Seletivo Edital 2/2017, para que compareçam, a partir do dia 17 de dezembro, à sede da instituição para que sejam providenciados os procedimentos para a sua contratação.

Um total de 802 candidatos aprovados no Processo Seletivo Edital 2/2017 já foram chamados até o momento. Eles estão sendo lotados nas Unidades Básicas de Saúde, hospitais e outras unidades de saúde do município, em substituição a profissionais em licença ou afastamentos.

Os candidatos devem se dirigir ao Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção na sede da FMS, que fica na Rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015, bairro Aeroporto, de segunda a quinta-feira, das 8h às 12h30. “Ressaltamos que os atendimentos para a entrega de documentação, perícia médica (a ser realizada no IPMT) e assinatura de contrato, serão agendados respeitando a quantidade de atendimentos estabelecida por dia”, informa João Luciano de Castro e Sousa, chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoa.

O prazo para que os aprovados comparecerem à FMS é de 30 dias, a contar da publicação do Edital de Convocação no Diário Oficial do Município.

Edital de convocação

Lista de documentos exigidos

PROGRAMA

FMS investe mais de 1 milhão em aparelhos auditivos em 2018

O Programa de Saúde Auditiva conta com profissionais como otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos, assistente social e psicólogo, que atendem nos períodos de manhã e tarde.

Publicada em 7 de dezembro de 2018 - 12:11

Imprimir
FMS investe mais de 1 milhão em aparelhos auditivos em 2018

Última atualização: 7 , dezembro 2018 - 12:11

O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo (CISLA) mantém o Programa de Saúde Auditiva do Ministério da Saúde desde 2009. O local é responsável pela avaliação multiprofissional das pessoas com deficiência auditiva. Em 2018, foram entregues 1.368 aparelhos auditivos para os pacientes do CISLA, totalizando o investimento de R$ 1.200.000.

“Antes eu não notava que escutava pouco, e comecei a perceber quando assistia televisão. Percebi que só conseguia escutar direito com o volume mais alto. Desde 2014 faço tratamento aqui no Lineu Araújo e hoje consigo escutar bem”, afirma Raimunda Moraes Machado, 55 anos.

O Programa de Saúde Auditiva conta com profissionais como otorrinolaringologistas, fonoaudiólogos, assistente social e psicólogo, que atendem nos períodos de manhã e tarde. Segundo informa a coordenadora Cecita Amorim, o programa tem por objetivo realizar o diagnóstico e a reabilitação de pessoas que apresentam deficiência auditiva, colaborando assim para melhorar a qualidade de vida dos mesmos e reinseri-las na sua comunidade. Em 2018, 550 pessoas ingressaram no programa.

“A população tem acesso a aparelhos auditivos digitais de várias marcas e modelos, desde retroauriculares (que se posicionam atrás da orelha) como os intra aurais (que são personalizados e se posicionam dentro da orelha). Os tipos são indicados conforme o grau e tipo de perda auditiva e comprometimento na qualidade de vida do paciente”, conta a coordenadora Cecita Amorim.

Para ingressar no programa, é preciso apresentar documentos como RG, CPF, cartão do SUS, comprovante de residência, exame audiológico e laudo médico comprovando a perda auditiva. Pacientes de Teresina podem entregar esta documentação na Central do SUS. Já os pacientes do interior do estado devem se dirigir à Secretaria de Saúde do seu município e aguardar o posterior agendamento.

“Ao ingressar no programa, o paciente comparecerá para consultas, exames audiológicos para avaliação da sua perda auditiva e realização da seleção do aparelho auditivo que melhor se adapte ao seu caso”, explica Cecita Amorim. Uma vez recebido o aparelho auditivo, o paciente passa pelos devidos ajustes e recebe orientações da equipe. “Ele deve ainda comparecer aos retornos periódicos e reavaliações anuais para acompanhamento da perda auditiva e do funcionamento do mesmo”, finaliza a coordenadora.

FAXINA DOS BAIRROS

Porto Centro e Palitolândia recebem mutirão de limpeza neste sábado (17)

Publicada em 16 de novembro de 2018 - 17:04

Imprimir
Porto Centro e Palitolândia recebem mutirão de limpeza neste sábado (17)

Fonte: O mutirão tem como objetivo evitar criadouros do mosquito Aedes aegypti

Última atualização: 16 , novembro 2018 - 17:04

Os bairros Porto Centro (zona Leste) e Palitolândia (região do Angelim, zona Sul) serão os locais do mutirão de limpeza e educação da Prefeitura de Teresina. A Faxina nos Bairros, que acontece neste sábado (17) a partir das 8h, tem por objetivo evitar a formação de criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor da zika, dengue e chikungunya.

A ação é uma parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs). No Porto Centro, o ponto de partida será no Mercadinho do cruzamento entre as ruas Senador Mendonça Clark e Deolindo Moura. O quadrante percorrido é o formado pelas pela Avenida Presidente Kennedy e as ruas Jornalista Joel Silveira, Luis Lopes Sobrinho e Deputado Sebastião Leal. Na Palitolândia, o ponto de encontro será na Igreja Católica Santa Rita De Cassia. O quadrante percorrido é aquele formado pela Rua Dourado, Rua Plataforma, Rua Curimatá e Rua Apóstolo Simão.

A Faxina é fruto da colaboração entre setor público e comunidade na recolhida do lixo doméstico, que tem potencial de se tornar criadouro do Aedes aegypti. “Durante a semana, as equipes avisam os moradores de dois bairros da cidade para fazer uma limpeza em sua casa e depositar na calçada todo o lixo doméstico, que será recolhido no sábado por um caminhão de limpeza. Pedimos especial atenção para o lixo que não é recolhido pela limpeza regular, como eletrodomésticos e móveis de grande porte”, lembra Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde.

Também no sábado acontece uma mobilização educativa, em que os profissionais da FMS percorrem as casas com orientações de prevenção à dengue, zika e chikungunya, suas sequelas e como evitar os focos do Aedes aegypti dentro de suas casas e vizinhança.

 

TECNOLOGIA

Laboratório Raul Bacelar é pioneiro ao usar equipamento automatizado para sumário de urina

Publicada em 8 de novembro de 2018 - 17:07

Imprimir
Laboratório Raul Bacelar é pioneiro ao usar equipamento automatizado para sumário de urina

Última atualização: 8 , novembro 2018 - 17:07

A Prefeitura de Teresina, através do Centro de Diagnóstico Dr. Raul Bacelar, é pioneira ao utilizar equipamento automatizado para realização do exame sumário de urina. O Raul Bacelar já realizou de janeiro a outubro deste ano, 2.003.617. E a meta é alcançar os 2.400.000 durante todo o ano.

“Com esse equipamento automatizado tivemos o ganho na segurança, agilidade no resultado e na qualidade do exame. A amostra de urina é colocada no equipamento, que visualiza a sedimentoscopia e a microscopia, que antes era feito com auxílio de microscópio. Isso demandava tempo e tinha o risco de troca de amostra pelo volume de exames”, explica Evelma Vasconcelos, diretora do Centro de Diagnóstico Dr. Raul Bacelar.

Ela fala ainda que o equipamento automatizado para realização do exame sumário de urina dá mais segurança no processo. “Pois o material já vem etiquetado com o código do nosso sistema. O resultado do sumário de urina também é agilizado com este equipamento, pois ao ser realizada a análise de cada amostra todas as imagens são lançadas em computador, quando os próprios bioquímicos já liberam o resultado e lançam no sistema para ser impresso”, diz.

O Centro de Diagnóstico Dr. Raul Bacelar conta com 96 postos de coleta, atendendo toda a rede pública municipal: atenção básica, rede hospitalar e ainda alguns órgãos estaduais, federais e instituições filantrópicas como Hospital do Mocambinho, Tribunal de Justiça e Hospital São Carlos Borromeu.

No total dos postos de coleta do Raul Bacelar, todos estão informatizados, imprimindo os resultados na própria unidade, bem como o usuário pode acessar estes resultados em qualquer computador.
A Prefeitura de Teresina busca a modernização dos serviços aos usuários da rede pública de saúde. Desde agosto de 2017 o Laboratório Raul Bacelar implantou uma nova forma de disponibilizar os resultados de exames, que passou a ser online.

Neste sábado

Campanha de vacinação contra raiva começa neste final de semana

133 postos de vacinação estarão disponíveis para a imunização de cães e gatos a partir dos três meses de idade.

Publicada em 30 de outubro de 2018 - 16:43

Imprimir
Campanha de vacinação contra raiva começa neste final de semana

Última atualização: 31 , outubro 2018 - 12:13

Começa no próximo sábado (03) a Campanha de Vacinação contra a Raiva em Teresina. Nesta primeira etapa, que abrange as zonas Norte e Leste da capital, 133 postos de vacinação estarão disponíveis para a imunização de cães e gatos a partir dos três meses de idade.

Assim como foi feito no ano passado, os dias foram divididos por questões de logística, sendo que as zonas Sul e Sudeste serão contempladas no sábado seguinte (10). “Queremos dizer à população que terão postos próximos às suas residências, como todos os anos”, afirma Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

A gerente de Zoonoses pede que pessoas com capacidade de conter os animais levem os mesmos para a vacina. “Percebemos que muitas crianças levam os animais e elas não têm força para conter o animal na hora da vacina, além de idosos sem condição física para segurar um animal de médio e grande porte, por isso fazemos essa ressalva”, esclarece.

Oriana, que também é veterinária, pede ainda que seja dada preferência aos horários em que o sol não esteja muito quente, para evitar estresse nos cães e gatos. “Existem muitos animais que não realizam nenhuma atividade física e que estão acima do peso, então se os donos o levarem caminhando ao meio dia para se vacinar e voltar imediatamente, ele pode ser prejudicado”.

Os postos de vacinação começam a funcionar às 8h e ficam abertos até às 17h. Na Campanha de Vacinação Antirrábica de 2017 foi imunizado um total de 122.446 animais. “Explicando ainda que a vacina é importante, pois protege, além do animal, os seres humanos que convivem com eles”, finaliza Oriana.

PMT

Definição

Charles Silveira assumirá FMS, substituindo Francisco Pádua

Ele é atualmente secretário municipal do Governo e, ainda nesta semana, estará no lugar de Francisco Pádua na FMS.

Publicada em 23 de outubro de 2018 - 13:12

Imprimir
Charles Silveira assumirá FMS, substituindo Francisco Pádua

Última atualização: 23 , outubro 2018 - 13:12

Após meses de especulação, o prefeito Firmino Filho anunciou na manhã desta terça-feira (23/10) quem estará à frente da Fundação Municipal de Saúde (FMS): Charles Silveira. Ele é atualmente secretário municipal do Governo e, ainda nesta semana, estará no lugar de Francisco Pádua na FMS.

O anúncio foi confirmado durante a Missa do Idoso, realizada na Igreja do Amparo, no Centro da capital. Segundo Firmino Filho, o secretário vai assumir uma pasta complexa. “Mas como gestor experiente que é, certamente desempenhará um bom trabalho”, disse.

Firmino também afirmou que convidou o deputado Luciano Nunes para assumir a Secretaria Municipal de Administração (Sema) e que está esperando a resposta dele.

O substituto de Charles Silveira na Secretaria de Governo ainda não foi definido. Já Francisco Pádua estava à frente da pasta da saúde desde a saída de Sílvio Mendes no mês de setembro.

levantammento

Teresina está em baixo risco de infestação pelo Aedes aegypti

A pesquisa foi feita entre os dias 2 e 6 de outubro em todos os bairros de Teresina.

Publicada em 16 de outubro de 2018 - 13:44

Imprimir
Teresina está em baixo risco de infestação pelo Aedes aegypti

Última atualização: 16 , outubro 2018 - 13:44

A Fundação Municipal de Saúde divulgou nesta terça-feira (16), o resultado do quarto Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2018. Os dados mostram que a capital tem baixo risco de infestação pelo mosquito, com um Índice de Infestação Predial (IIP) – a relação entre o número de imóveis positivos para o mosquito pelo total pesquisado – de 0,1% na cidade.

 

A pesquisa foi feita entre os dias 2 e 6 de outubro em todos os bairros de Teresina, que foram divididos em grupos de 33 estratos. No último LIRAa, realizado em agosto, este número foi de 0,2%. “Os números do LIRAa seguem uma curva de aumento no início do ano, com ápice nos meses de maio e abril”, explica Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS.

 

O LIRAa acontece quatro vezes ao ano e abrange todas as regiões da cidade. Durante o LIRAa, os agentes de endemias da FMS percorrem uma média de 15 mil imóveis em busca de focos em ralos, piscinas, vasos de planta e outros potenciais criadouros.

 Com informações FMS

08 e 18 de outubro

Samu vai realizar exames para servidores na capital

Ação foi solicitada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS)

Publicada em 8 de outubro de 2018 - 13:50

Imprimir
Samu vai realizar exames para servidores na capital

Última atualização: 8 , outubro 2018 - 13:50

Com a finalidade de promover a saúde do trabalhador, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina irá ofertar exames laboratoriais para todos os seus servidores. A iniciativa acontece entre os dias 08 e 18 de outubro.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente do SAMU, Socorro Oliveira, serão ofertados serviços de hemograma, glicemia, colesterol total em frações, HBsAg, AntiHBs, Anti HCV, VDRL e, ainda, audiometria, este último apenas para os servidores que atuam como telefonistas.

A ação tem apoio do Núcleo de Segurança do Paciente do órgão e foi solicitada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), que construirá o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional.

Com informações PMT

aviso

Servidores podem entrar em greve caso FMS não indique proposta de segurança

Em protesto a favor da segurança, os trabalhadores vão realizar um ato nesta quinta-feira (13).

Publicada em 12 de setembro de 2018 - 11:00

Imprimir
Servidores podem entrar em greve caso FMS não indique proposta de segurança

Última atualização: 12 , setembro 2018 - 11:10

Os constantes assaltos nas unidades públicas de saúde da capital serão o tema principal de um ato que será realizado nesta quinta-feira (13) pelos servidores do órgão. Caso a Fundação Municipal de Saúde não indique respostas satisfatórias sobre pauta de segurança, os trabalhadores da saúde prometem paralisar as atividades por tempo indeterminado.

De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (Sindserm), as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) sofreram mais de 30 assaltos somente neste ano, por isso, o clima é de medo.

No último dia 28 de agosto, cerca de 700 servidores de UBSs fizeram uma manifestação em frente à FMS, indignados com os constantes assaltos que vêm ocorrendo.  A categoria aprovou uma pauta de segurança, protocolada na FMS.

Dessa forma, segundo o presidente do Sindserm, Sinésio Soares, o ato desta semana pretende receber uma resposta da FMS em relação a pauta.

“Caso não haja resposta satisfatória, a categoria está disposta a paralisar por tempo indeterminado, até mesmo por que correm risco constante de morte”, declarou.

O ato acontece a das 8h em frente à sede da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT).