Eleições 2018

Elmano Férrer é pré-candidato ao governo do Piauí

Elmano Férrer, anteriormente, tinha colocado seu nome como pré-candidato ao governo e em seguida, retirado, após o Dr. Pessoa ter lançado a pré-candidatura.

Publicada em 2 de agosto de 2018 - 17:10

Imprimir
Elmano Férrer é pré-candidato ao governo do Piauí

Última atualização: 2 , agosto 2018 - 17:10

O senador Elmano Férrer (Podemos), em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira, (02/08), na Câmara Municipal de Teresina, anunciou que é pré-candidato ao governo do Piauí nesta eleições.

Elmano Férrer, anteriormente, tinha colocado seu nome como pré-candidato ao governo e em seguida, retirado, após o Dr. Pessoa ter lançado a pré-candidatura.

Segundo Elmano Férrer, a decisão foi tomada após muitas apelações e ponderações feitas por eleitores de todo o Piauí.

“Nós decidimos recolocar o nosso nome para esse processo eleitoral. Muitos pedidos levaram a isso, dentre eles, eu citaria a qualificação no processo eleitoral. É mais um nome que o Piauí e os eleitores terão como opção”, pontuou.

Além disso, Elmano Férrer ressalta que 10 partidos compõem a sua base e que ainda irá anunciar o pré-candidato a vice-governador em sua chapa.

Pronunciamento

Elmano Férrer critica segurança pública no Piauí

O senador possui seis projetos para Segurança, do total, três já foram apresentados recentemente com a finalidade de colaborar com o trabalho das polícias.

Publicada em 27 de junho de 2018 - 14:35

Imprimir
Elmano Férrer critica segurança pública no Piauí

Última atualização: 27 , junho 2018 - 18:41

O senador Elmano Férrer, em pronunciamento realizado nessa terça-feira, (27/06), no Senado Federal, criticou a segurança pública do Piauí e destacou o déficit de contingente policial.

Segundo Elmano Férrer, o Piauí é estado que menos investe na segurança pública e possui um efetivo de apenas 52% do que é fixado por lei.

“O resultado da omissão do Governo estadual pode ser visto em números. Entre 2006 e 2016 a taxa de homicídios por 100 mil habitantes no Piauí saltou de 13,8 para 21,8, um aumento de quase 60%. Apenas nos últimos cinco anos, a taxa de homicídios foi de 14% para 22%, aumento de 55,8%. São números extremamente preocupantes”, ressaltou.

Para o senador, outro problema sério do Piauí é o déficit de contingente policial. Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2017 informam que o Estado possui 6 mil policiais militares, ou seja, apenas 52% do número fixado na lei estadual, que prevê efetivo de 11.366 policiais militares.

“O problema da violência aflige nossa população de forma alarmante. Hoje Teresina é a 48ª cidade mais violenta do planeta. O número de assaltos e de homicídios no estado vem crescendo assustadoramente nos últimos anos e não existe ação concreta do Governo do estado para solucionar esse quadro. Reafirmo a necessidade de ações urgentes para resgatar a paz e a confiança perdidas pelos piauienses”, destacou.

PROJETOS

O senador Elmano Férrer tem seis projetos na área de segurança pública. Três projetos de Lei foram apresentados recentemente com a finalidade de colaborar com o trabalho das polícias. “Como legisladores, podemos aprimorar nossas leis e priorizar este problema, que é do Brasil, de seus Estados e de suas grandes e pequenas cidades. Precisamos dar uma resposta ao nosso povo, que está decepcionado e assustado”, afirmou.

  • PLS 128/2018, que determina que o inquérito policial seja eletrônico, busca facilitar o registro, o cruzamento e o processamento de informações nas investigações policiais;
  • PLS 483/2017, com objetivo de permitir que as polícias utilizem automóveis apreendidos que não puderam ter sua procedência identificada;
  • PLS 179/2018, que condiciona a concessão de benefícios aos presos à coleta de material biológico para abastecer a rede integrada de perfis genéticos.

 

Dia Mundial do Meio Ambiente

Senado aprova revitalização do Rio Parnaíba

A senadora Regina Sousa (PT) também foi uma das relatoras do projeto.

Publicada em 6 de junho de 2018 - 15:40

Imprimir
Senado aprova revitalização do Rio Parnaíba

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 6 , junho 2018 - 15:40

Em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente, o projeto de Lei que trata da revitalização da Bacia do Rio Parnaíba, de autoria do senador Elmano Férrer (Podemos/PI) foi aprovado pelo Senado. A senadora Regina Sousa (PT) também foi uma das relatoras do projeto.

O projeto institui normas gerais para a revitalização da bacia hidrográfica do Rio Parnaíba, com estabelecimento de princípios basilares, como a gestão participativa, integrada e descentralizada dos recursos hídricos, a conservação e a recuperação das áreas protegidas e consciência ambiental.

Segundo Elmano Férrer, a aprovação do projeto é uma conquista importante, já que a bacia hidrográfica do Rio Parnaíba é uma das doze grandes regiões hidrográficas do território brasileiro, sendo a segunda mais importante da região Nordeste, ficando atrás apenas da bacia do Rio São Francisco.

Com esse projeto, também buscamos fomentar o uso racional dos recursos hídricos e monitorar a quantidade e qualidade de água, o desmatamento, o processo de erosão, os níveis de poluição, e assoreamento dos leitos dos mananciais”, explicou.

A Bacia do Parnaíba abrange quase a totalidade do Estado do Piauí, parte do Maranhão e uma pequena parte do Ceará, totalizando 280 municípios em uma área de mais de 344 km².

PLS 67/2017

O Projeto de Lei do Senado 67/2017 estabelece 14 ações prioritárias com vistas à revitalização da bacia hidrográfica do Rio Parnaíba. Entre elas, a elaboração de cenários presentes e futuros, por meio de modelagens hidrológicas e de sedimentos, a construção de açudes e reservatórios de água, para atender aos usos múltiplos dos recursos hídricos, o estabelecimento de metas de volume útil aos reservatórios de água localizados nas sub-bacias hidrográficas do rio Parnaíba, além de educação ambiental voltada à conscientização da população, entre outras.

COMITÊ GESTOR

O projeto estabelece, ainda, que os Estados do Piauí, Ceará e Maranhão inseridos na bacia hidrográfica do rio Parnaíba deverão dispor de órgão gestor de recursos hídricos capacitado, com técnicos próprios e em número suficiente para atender as demandas relacionadas a recursos hídricos, que o Comitê Gestor da Bacia, instituído oficialmente em abril deste ano.