entre os dias 10 a 14 de setembro

Operação da Eletrobras prende quatro pessoas por furto de energia

As equipes ainda recolheram 30 medidores de energia.

Publicada em 17 de setembro de 2018 - 12:30

Imprimir
Operação da Eletrobras prende quatro pessoas por furto de energia

Última atualização: 18 , setembro 2018 - 12:36

Em apenas cinco dias de fiscalizações de combate às perdas e à auto-religação, a Eletrobras Distribuição Piauí, em parceria com a Greco, flagrou quatro consumidores por desvio de energia. As equipes ainda recolheram 30 medidores de energia.

A operação aconteceu entre os dias 10 a 14 de setembro em Teresina e Parnaíba. No litoral, foram fiscalizadas quatro unidades consumidoras com irregularidades. Em duas delas, os proprietários foram presos em flagrante.

Já em Teresina, as ações tiveram como alvo um condomínio localizado no bairro Lourival Parente, zona sul de Teresina. No local foi constatado desvio de energia em sete unidades, dentre elas, as instalações da iluminação interna, de responsabilidade do condomínio. No Centro da capital, o proprietário de uma casa noturna foi preso por furto de energia.

No início da semana passada, ainda em Teresina, uma empresária foi detida por haver executado auto-religação após o corte da energia por inadimplência.

Do início do ano para setembro, cerca de 60 consumidores foram indiciados por furto de energia no Piauí.

 

Com informações Eletrobrás

Sorteio de Prêmios

Liquida Teresina inicia hoje com descontos de até 70%

A iniciativa segue até a próxima sexta-feira, (06/07).

Publicada em 26 de junho de 2018 - 19:43

Imprimir
Liquida Teresina inicia hoje com descontos de até 70%

Última atualização: 26 , junho 2018 - 19:44

A Campanha Liquida Teresina 2018 começou nesta terça-feira, (26/06), oferecendo promoções com descontos de até 70%. A iniciativa segue até a próxima sexta-feira, (06/07).

Ao total, são mais de 1.500 pontos de vendas, que envolve o comércio do centro, shoppings e lojas de bairros. Além disso, os clientes ganharam um cupom para cada R$40 em compras e concorrerão a um carro O km, uma moto e quatro TV’s de 48 polegadas. Clientes com cartão Mastercard ganharão cupom em triplo.

Segundo Evandro Cosme, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Teresina, o Liquida Teresina é uma oportunidade que os logistas têm de movimentar o comércio.

Quando a gente faz varejo, você cria uma onda de negócios, que promove vendas, reposição de estoque, empregos, impostos. Com ações como essa, fortalecemos e impulsionamos o mercado”, pontua.

Messias Esteves, diretor da Rede, acredita que a cultura de trabalhar em rede ajuda a fomentar as vendas no varejo.

Somos a credenciadora oficial de todos as Liquidas por acreditar na proposta de desenvolvimento de economias locais que acompanha os eventos e nos benefícios gerados tanto para lojistas quanto para consumidores”, destacou

Para Venâncio Cardoso, secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, a Liquida Teresina é uma ideia espetacular e já atinge a quinta edição.

É importante o suporte da prefeitura, pois é uma ação que aquece o mercado, aumenta consideravelmente as vendas no período. Todo mundo ganha com essa ação”, ressalta.

A Liquida conta com o apoio do Governo do Estado, Prefeitura de Teresina, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Sebrae-PI, Sindilojas/PI, Mastercard e Rede.

Greve dos Caminhoneiros

Vendas de botijão de gás caem 50% em Teresina

A previsão é que a capital seja reabastecida até o final do dia de hoje.

Publicada em 29 de maio de 2018 - 18:18

Imprimir
Vendas de botijão de gás caem 50% em Teresina

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 30 , maio 2018 - 08:28

O Sindicato das Transportadoras de Cargas informou nesta terça-feira, (29/05), que por conta dos transtornos causados pela greve dos caminhoneiros, as vendas de botijão de gás caíram 50% em Teresina. A previsão é que a capital seja reabastecida até o final do dia de hoje.

Humberto Lopes, presidente do Sindicato das Transportadoras de Cargas, conta que as transportadoras estão vazias e as cargas estão paradas em algum bloqueio.

“As vendas caíram bastante e isso é uma realidade em todos os setores, como supermercados, atacadistas e a Ceasa, que já sinalizou uma carência de 80% de mercadoria. É uma situação preocupante”, pontuou.

Segundo Humberto Lopes, os funcionários que trabalham nas transportadoras estão com todas as atividades paradas por falta de serviço.

“Não podemos fazer nada, porque é uma categoria da qual dependemos, embora ela também dependa da gente. O apoio não é absoluto, porque temos muitas despesas, custos, funcionários e não estamos tendo faturamento”, ressaltou.

CONSUMIDORES RECLAMAM DE PREÇOS

Muitos consumidores estão deixando de comprar o botijão de gás por conta do preço elevado. Um botijão que antes custava cerca de R$60, com a greve dos caminheiros o valor saltou para R$120 a R$130. A equipe do Procon Piauí está fiscalizando a venda clandestina e ainda os preços abusivos ao consumidor.

Para o consumidor que tem conhecimento de casos abusos e pretende formalizar a denúncia, deve entrar em contato com o setor de fiscalização do Procon, pelo número: (86) 3216-4550.

Fiscalização

4 postos já foram autuados por abuso no preço da gasolina em Teresina

O Procon tem feito um levantamento dos preços da gasolina em Teresina e considera valores acima de R$4,70 abusivos e deve ser denunciado.

Publicada em - 12:25

Imprimir
4 postos já foram autuados por abuso no preço da gasolina em Teresina

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 30 , maio 2018 - 18:38

Com a greve dos caminhoneiros, muitos empresários têm se aproveitado para aumentar o preço, de maneira abusiva, dos produtos para o consumidor. Dentre os produtos mais afetados por essa alta está à gasolina, o gás de cozinha e produtos alimentícios.

Para punir essas empresas, o Procon Piauí iniciou nessa segunda-feira, (28/05), a fiscalização aos postos de combustíveis e as revendedoras de botijão de gás e até o momento já autuou quatro postos.

Segundo Arimateia Marques, fiscal do Procon, os proprietários de combustíveis não estão aplicando o preço que está sendo cobrado nas bombas de gasolina nas placas informativas das vendas de combustíveis.

“Está medida de fiscalização é para prevenir e repreender aqueles proprietários de postos de gasolina que não cometam preços abusivos aos consumidores. Estamos fazendo um levantamento sobre o preço médio da gasolina na capital e punindo aqueles que estão com presos exorbitantes”, explicou.

 

CONSUMIDOR PODE DENUNCIAR

O Procon tem feito um levantamento dos preços da gasolina em Teresina e considera valores acima de R$4,70 abusivos e deve ser denunciado.

Arimateia Marques chama atenção da população que quando for surpreendido com preços cobrados acima da média, que o caso seja denunciado, imediatamente ao Procon.

“Neste momento, pedimos o apoio da população para que nos ajude denunciando aqueles postos combustíveis que estão cobrando pelo combustível valores bem acima da média. A denuncia pode ser feita registrando fotografias e indo a sede do Procon ou mesmo ligando para nosso setor de fiscalização”, esclarece.

Para o consumidor que tem conhecimento de casos abusos em postos de combustíveis e pretende formalizar a denuncia, deve entrar em contato com o setor de fiscalização do Procon, pelo número: (86) 3216-4550.