Passará sob o Rio Poti

Construção de ponte que liga zona Norte a zona Leste iniciará em abril

A proposta é da Prefeitura de Teresina e a ponte deverá passar sob o Rio Poti. 

Publicada em 4 de janeiro de 2019 - 7:42

Imprimir
Construção de ponte que liga zona Norte a zona Leste iniciará em abril

Última atualização: 4 , janeiro 2019 - 02:53

A construção da ponte que ligará a zona Norte a zona Leste iniciará no início de abril deste ano. A proposta é da Prefeitura de Teresina e a ponte deverá passar sob o Rio Poti.

A ponte, orçada em R$38 milhões e 650 mil, ligará, mais especificamente, o Bairro Água Mineral, altura do balão da Coca-Cola, a zona Leste, início do Prolongamento da Rua Tenente Luís Simplício, à Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Segundo Weldon Bandeira, superintendente da SDU Centro/Norte, o orçamento da ponte é proveniente de recursos do FGTS e será acompanhado e liberado pela Caixa Econômica Federal.

“Essa ponte é de suma importância para a região, pois ligará o corredor Norte ao Leste da cidade, diminuindo assim a distância do percurso de quem parte da zona Norte a Leste. Se tornará também mais uma alternativa de tráfego, desafogando o trânsito intenso que já existe na Duque de Caxias e Petrônio Portela”, pontuou.

A obra tem o prazo de execução de 14 meses e depois de concluída deverá trazer mais mobilidade para a região.

ESTRUTURA DA PONTE

A nova ponte sobre o Rio Poti terá 240 metros de comprimento, quatro faixas de rolamento, com possibilidade de ampliação para mais faixas, vias para ciclistas e pedestres e piso tátil para cadeirantes e deficientes visuais.

Zona Norte

Parque Lagoa do Mocambinho ficará fechado para finalização da obra

Com investimento de cerca de R$ 10 milhões, o espaço está sendo construído para se tornar referência em lazer e prática esportiva.

Publicada em 9 de novembro de 2018 - 19:22

Imprimir
Parque Lagoa do Mocambinho ficará fechado para finalização da obra

Última atualização: 9 , novembro 2018 - 19:22

O Parque Lagoa do Mocambinho , que entra em sua fase final de construção, ficará fechado a partir da próxima segunda-feira (12/11) até que todos os serviços sejam concluídos. A medida visa à segurança nessa reta final dos trabalhos, onde serão feitas as instalações elétricas. Com investimento de cerca de R$ 10 milhões, o espaço está sendo construído para se tornar referência em lazer e prática esportiva para a população da zona norte.

O parque cobre uma área de aproximadamente cinco hectares e é construído em torno da Lagoa do Mocambinho, que passou por um processo de limpeza e agora o espelho d’água, com uma ilha no meio, tornou-se um elemento paisagístico da região. Além disso, em volta estão sendo construídas estruturas esportivas, como pista de cooper, quadras poliesportivas, campo de grama sintética, quiosques, academias, playgrounds e espaço administrativo, além de um espaço com grama natural para descanso.

Embora o parque ainda esteja em fase de construção, a comunidade já fazia utilização de alguns espaços, como a pista de cooper. Agora foi determinado o fechamento do local, como forma de evitar acidentes durante a última etapa das obras, como a parte elétrica e acabamento.

“É muito bom perceber que a população está se apropriando de um equipamento público mesmo antes da inauguração. Mostra o quanto a obra está de acordo com os anseios da comunidade. Mas, nesse momento, é necessário ter mais cautela, pois com as instalações elétricas poderia haver algum acidente com a fiação, mas logo todos poderão aproveitar a estrutura do Parque Lagoa do Mocambinho com toda a comodidade e segurança”, explica Marcio Sampaio, diretor geral do Programa Lagoas do Norte, responsável pela obra.

Além do aspecto urbanístico e de lazer, o parque trará também uma melhoria na urbanização na área do Loteamento Mocambinho. Uma galeria irá captar as águas pluviais do bairro e direcioná-las à lagoa, melhorando a drenagem na região.

esporte

Teresina será primeira cidade do Norte-Nordeste com pista de bicicross

O local escolhido é o residencial Frei Damião, na zona sudeste de Teresina, onde serão investidos cerca de R$ 1,5 milhões.

Publicada em 7 de julho de 2018 - 12:27

Imprimir
Teresina será primeira cidade do Norte-Nordeste com pista de bicicross

Última atualização: 7 , julho 2018 - 12:27

A capital do Piauí terá a primeira pista olímpica de Bicicross (BMX) do Norte-Nordeste, através do Programa Brasil Medalhas. O local escolhido é o residencial Frei Damião, na zona sudeste de Teresina, onde serão investidos cerca de R$ 1,5 milhões.

O projeto da pista de BMX está no formato supercross, desenvolvido nos padrões para homologação da UCI (Union Cycliste Internationale). A construção é feita pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Planejamento e coordenação (Semplan), em terreno da prefeitura.

De acordo com Virgínia Moura, coordenadora de projetos da secretária de Planejamento Urbano (Seplur), a pista atenderá não só os atletas de Teresina, mas deverá também ser utilizada por atletas de cidades do interior Piauí e de outros estados, como Maranhão, Pará e Tocantins.

A implantação foi intermediada pela Federação Piauiense de Ciclismo junto ao Ministério do Esporte e a Prefeitura Municipal de Teresina.