Homem é preso em Floriano transportando 108kg de cocaína

Publicada em 23 de maio de 2019 - 8:41

Imprimir
Homem é preso em Floriano transportando 108kg de cocaína

Última atualização: 23 , maio 2019 - 08:41

Agentes da Polícia Rodoviária Federal prenderam um homem acusado de transportar 108 quilos de substância análoga a cocaína. Ele receberia R$ 10 mil pelo transporte. A prisão ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (22), na BR 320, cidade de Floriano.

Segundo a PRF, o acusado tem 43 anos e guiava um veículo Renault Fluence. O veículo foi parado e os agentes usaram cães farejadores para detectar a presença da droga. Foram encontrados 104 tabletes do entorpecente.

O acusado declarou aos agentes que receberia a quantia de R$ 10 mil para transportar a droga até a cidade de Recife (PE). Porém, não informou de quem recebeu o entorpecente.

Leilane Nunes

UFG desenvolve medicamento que reverte overdose de cocaína

Publicada em 10 de maio de 2019 - 11:30

Imprimir
UFG desenvolve medicamento que reverte overdose de cocaína

Última atualização: 14 , maio 2019 - 14:31

A Universidade Federal de Goiás (UFG) anunciou o desenvolvimento de uma nanopartícula capaz de capturar a cocaína em circulação na corrente sanguínea e, assim, evitar os efeitos da droga, até mesmo quando consumida em quantidades que causam “overdose” e podem levar à morte.

A nanopartícula é administrada por meio de medicamento intravenoso. Testes feitos com ratos nos laboratórios do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação em Fármacos, Medicamentos e Cosméticos da UFG, o FarmaTec, indicam a capacidade de captura de até 70% da cocaína no organismo e o retorno quase imediato da pressão arterial e dos batimentos cardíacos ao estado normal.

“A pressão arterial e os batimentos cardíacos começam a voltar ao normal cerca de dois minutos após a administração da nanopartícula que desenvolvemos”, diz a farmacêutica Sarah Rodrigues Fernandes, em material de divulgação da UFG. Ela é autora da pesquisa, que resultou em sua dissertação de mestrado defendida há três semanas no Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da universidade.

“Ao capturar a cocaína, a nanopartícula mantém a droga aprisionada em seu interior. Não permite que a droga se difunda pelo cérebro ou outras regiões do organismo. Possibilita, então, que haja tempo para uma terapia de resgate”, explica à Agência Brasil a farmacêutica Eliana Martins Lima, orientadora do trabalho e professora de nanotecnologia aplicada à área farmacêutica.

A cocaína aprisionada na partícula é retida pelo fígado na passagem da corrente sanguínea e é destruída no metabolismo feito pelo órgão.

Eliana Martins Lima,Cientistas da UFG desenvolvem medicamento que reverte overdose de cocaína
Eliana Martins Lima, pesquisadora da UFG – Universidade Federal de Goiás (UFG)

“O que nós buscamos com isso foi viabilizar uma forma de que, no momento em que o paciente começa a perder sinais vitais, seja possível ao médico ou ao Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] salvá-lo, reduzindo aquela dose tóxica que está na corrente sanguínea”, acrescenta a orientadora, que trabalhou como professora visitante no Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos.

Inovações

O experimento bem-sucedido traz duas inovações. Além de obter resultados quase imediatos para diminuir os efeitos da cocaína, a pesquisa muda e acrescenta o modo de usar nanotecnologia em terapias com medicamentos.

Desde os anos 1990, a nanotecnologia é utilizada para levar de forma mais eficaz partículas aos alvos no organismo que precisam de recuperação e proteção. O experimento mostra que a nanotecnologia também pode ser proveitosa para buscar e aprisionar substâncias e reverter um quadro crítico.

As chamadas partículas nanométricas, obtidas a partir de componentes químicos orgânicos naturais (lipídeos) e de moléculas de baixa massa (polímeros), são extremamente pequenas (1 nanômetro é 1 milhão de vezes menor que o milímetro) e, por isso, eficientes na circulação sanguínea.

Comercialização

A eventual disponibilização do medicamento para uso no socorro de pessoas em processo de overdose depende de parceria entre a universidade e laboratórios farmacêuticos. Até poder ser utilizado em seres humanos, o medicamento deve ser submetido a testes clínicos exigidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A produção de medicamento é investimento de médio a longo prazo. Além dos testes, a indústria farmacêutica precisa custear os laboratórios de fabricação em massa e fazer a comercialização. O laboratório que venha a se associar para a produção deverá fazer o registro para a venda.

“Nosso papel como universidade pública é formar pessoas altamente qualificadas, jovens cientistas, pesquisadores e, no meio desse caminho, produzir conhecimento novo. É muito importante, agora, que as indústrias farmacêuticas, percebam a capacidade de contribuir com esse processo de inovação e, dessa forma, identifiquem que vão conseguir manter um espaço importante no mercado”, diz Eliana.

Da Agência Brasil

Paulistana

Suspeitos abandonam mais de 500 pinos de cocaína durante perseguição

A apreensão aconteceu após o serviço de inteligência da Força Tática, da Polícia Militar, levantar informações de uma possível entrada de drogas no município.

Publicada em 1 de setembro de 2018 - 11:40

Imprimir
Suspeitos abandonam mais de 500 pinos de cocaína durante perseguição

Última atualização: 2 , setembro 2018 - 14:32

Uma perseguição na tarde desta sexta-feira (31), terminou em grande apreensão de drogas na cidade de Paulistana (PI). Dois elementos conseguiram fugir da polícia, mas abandonaram 518 pinos de cocaína, que seriam comercializados na cidade.

A apreensão aconteceu após o serviço de inteligência da Força Tática, da Polícia Militar, levantar informações de uma possível entrada de drogas no município. Os entorpecentes estariam sendo vindo através de transporte alternativo, por isso, as abordagens foram intensificadas.

“A Equipe Charlie suspeitou de uma encomenda que foi enviada nesse tipo de veículo e foi entregue a dois indivíduos que estavam em uma motocicleta”, diz a PM, em nota.

Os policiais, então, iniciaram o acompanhamento tático e os suspeitos, ao avistarem a viatura, empreenderam fuga. Eles se livraram do material e fugiram, porém, a PM já tem os nomes dos sujeitos.

O material foi entregue a 12° Delegacia Regional de Polícia Civil em Paulistana.

Massapê do Piauí

Homem é preso ao tentar se desfazer de droga

A ação foi flagrada por Policiais Militares.

Publicada em 22 de junho de 2018 - 12:23

Imprimir
Homem é preso ao tentar se desfazer de droga

Última atualização: 22 , junho 2018 - 12:23

Um homem bastante conhecido na cidade de Massapê do Piauí por envolvimento com tráfico de drogas, foi preso na madrugada desta sexta-feira (22/06), ao tentar se desfazer de papelotes de cocaína. A ação foi flagrada por Policiais Militares.

De acordo com a PM, a guarnição de serviço do GPM da cidade estava realizando rondas pela região devido aos festejos religiosos. Em determinado momento, a equipe flagrou o homem identificado como Zenaide da Costa, dispensando alguns papelotes no chão ao perceber a presença policial.

Na abordagem, os policiais encontraram oito papelotes de cocaína. Também foi encontrado no bolso do elemento a quantia de R$ 136,75.

Ele foi conduzido a Delegacia de Polícia Polícia Civil de Jaicós onde foi autuado pelo crime de tráfico de drogas.

zona norte de teresina

Operação encontra drogas em casa de shows

No local, foram encontradas quantidades de maconha e cocaína.

Publicada em 10 de junho de 2018 - 9:25

Imprimir
Operação encontra drogas em casa de shows

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 10 , junho 2018 - 10:30

A zona Norte da capital foi alvo de mais uma edição do programa Vila Bairro Segurança. Na madrugada deste domingo (10), as equipes conduziram um homem suspeito de tráfico de drogas e ainda interditaram uma casa de shows localizada no bairro Água Mineral. No local, foram encontradas quantidades de maconha e cocaína.

Também esteve presente na ação, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano da zona Centro-Norte (SDU), que notificou seis condutores e 12 passageiros sem capacete; 16 estacionamentos proibidos; uma pessoa flagrada sem carteira nacional de habilitação e documento do veículo e 23 estacionamentos irregulares.

Equipes realizando abordagem. Foto: Ascom

Ao todo, a Polícia Militar contabilizou mais de 500 abordagens, apreensão de 24 papelotes de maconha e 14 papelotes de cocaína.

O programa Vila Bairro Seguro é coordenado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e tem parceria com vários órgãos.  O objetivo é reforçar a segurança nos bairros da capital.

Drogas encontradas em casa de show