Torquato Neto IV

Firmino recebe moradores do Torquato Neto e anuncia construção de galeria

Ele explicou aos moradores que será construída uma galeria de grande extensão e dois tanques para evitar que a correnteza destrua a pavimentação das ruas e invada as residências. O valor investido será de R$ 70 milhões.

Publicada em 11 de dezembro de 2018 - 18:21

Imprimir
Firmino recebe moradores do Torquato Neto e anuncia construção de galeria

Última atualização: 11 , dezembro 2018 - 18:21

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, reuniu-se no final da manhã desta terça-feira (11) com representantes dos moradores do Residencial Torquato Neto IV, zona Sul, para anunciar a realização de obras na região que sofre com problemas de drenagem. Ele explicou aos moradores que será construída uma galeria de grande extensão e dois tanques para evitar que a correnteza destrua a pavimentação das ruas e invada as residências. O valor investido será de R$ 70 milhões.

No encontro com os moradores, o prefeito ressaltou que o problema na região foi causado por falta de responsabilidade técnica na construção de conjuntos habitacionais. “Neste momento, não estamos mais discutindo de quem é a responsabilidade pelo que está acontecendo, porque quem vai decidir isso é a Justiça. O que queremos agora é resolver a situação dos moradores”, explicou Firmino.

Ele explicou que somente a elaboração dos projetos de drenagem custou cerca de R$ 3 milhões, que contou com a colaboração da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades. “A Prefeitura não tem recursos para uma obra tão cara, mas tem feito o possível para amenizar os transtornos aos moradores, assim como procurar uma solução definitiva para a falta de drenagem no local. Foi pensando nisso que elaboramos um projeto, que está em fase de licitação. E enquanto a obra não tem início, a Superintendência de Desenvolvimento da zona Sul (SDU) realizará ações emergenciais a fim de amenizar o impacto causado pela chuva”, garantiu.

De acordo com Paulo Lopes, superintendente da SDU Sul, atualmente a galeria está na fase de elaboração de edital, que deverá ser publicado no mês de janeiro para que as empresas interessadas possam concorrer. “Assim que forem concluídas as etapas da licitação, a obra terá início”, garante Lopes. A previsão de execução da obra é de 20 meses.

Zona Sul

Assaltante invade e faz arrastão em escola no Torquato Neto

As informações apontam durante o crime, as crianças estavam lanchando e não tiveram contato com o criminoso.

Publicada em 8 de agosto de 2018 - 14:13

Imprimir
Assaltante invade e faz arrastão em escola no Torquato Neto

Última atualização: 9 , agosto 2018 - 10:29

O Centro Municipal de Educação Infantil Ariano Suassuna, localizado no Bairro Torquato Neto, zona Sul de Teresina, sofreu um arrastão na manhã desta quarta-feira, (08/07). Um elemento participou da ação e levou celulares dos funcionários da escola.

As informações apontam que durante o crime, as crianças estavam lanchando e não tiveram contato com o criminoso. Após invadir e assaltar escola, o elemento ainda chegou a trocar tiro com um policial que estava no meio da rua.

Segundo o major Francisco Melo, subcomandante do 17º BPM, o criminoso estava com um comparsa, no entanto, este o esperava do lado de fora da instituição.

“No momento da ação, um ficou na moto do lado de fora da escola, esperando o retorno do outro. Houve a troca de tiros entre os elementos e um homem que também estava do lado de fora, que acreditamos ser um policial. No entanto, eles conseguiram fugir e ninguém foi atingido pelos tiros”, explicou.

As aulas da escola que aconteceriam na tarde desta quarta, foram suspensas. Inclusive, uma das professoras precisou receber atendimento médico.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec), em nota oficial, lamentou o crime e pede providências dos órgãos de segurança.

CONFIRA NOTA COMPLETA

“A Secretaria Municipal de Educação (Semec) informa que assaltantes armados invadiram, nesta manhã, o Centro Municipal de Educação Infantil Ariano Suassuna, rendendo agente de portaria e equipe escolar. Na ocasião, foram furtados celulares dos professores e houve troca de tiros com a polícia do lado de fora da creche. A Semec lamenta mais um caso de violência em escola de Teresina e pede providências dos órgãos de segurança pública”.