Reivindicação

Atriz da Globo reivindica retirada da ursa do zoo em Teresina

O animal já vive a oito anos em Teresina, desde quando foi resgatado de um circo em Manaus. 

Publicada em 2 de junho de 2018 - 11:26

Imprimir
Atriz da Globo reivindica retirada da ursa do zoo em Teresina

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 2 , junho 2018 - 12:07

A atriz Bianca Bin, da Rede Globo, publicou nessa sexta-feira, (01/06), em seu stories no Instagram uma reivindicação para a retirada da ursa marsha do Zoo Botânico de Teresina. O animal já vive há oito anos em Teresina, desde quando foi resgatado de um circo em Manaus.

Bianca Bin começa a série de postagens “Infelizmente o caso da Ursa Marsha continua” e ainda destaca que o animal vive em um ambiente pequeno em um calor de 52 graus em Teresina e ainda se alimentando de ração de cachorro.

Além disso, a atriz reforça que há uma petição com 238 mil assinaturas e cobra explicação do governo do estado.

O Ministério Público e o Ibama avaliaram, no final do ano passado, as condições do urso e não constataram maus tratos, no entanto, algumas mudanças foram solicitadas, dentre elas a mudança na alimentação e na ampliação do espaço.

GOVERNO DO PIAUÍ 

O governador do Piauí, Wellington Dias, que foi marcado na publicação da atriz, se posicionou em seu perfil oficial no Instagram e esclareceu que já foram realizados investimentos na estrutura do Zoobotânico para manter a ursa no local até que seja encontrado um lugar melhor para o animal.

“Foi verificado por nossa equipe técnica que ali ela não recebia os cuidados adequados. Assim, aceitamos a tarefa de cuidar dela enquanto encontrarmos um lugar bem melhor… Vou acompanhar de perto a situação atual da Marsha, juntamente com a vice-governadora, Margarete Coelho”, pontuou.

Wellington Dias ressaltou ainda que já foi solicitado a avaliação de especialistas para saber como proceder no momento. “Quero entender como será a maneira mais segura de movê-la para algum santuário, visto que ela viveu por toda a vida em cativeiro. Vamos encontrar a melhor solução para a Ursa Marsha”, finalizou.

Tenho recebido muitas mensagens nas redes sociais sobre a situação da Ursa Marsha, que atualmente mora no Zoobotânico de Teresina. Ela viveu durante muitos anos em um circo. Quando o mesmo se apresentou no Piauí, foi verificado por nossa equipe técnica que ali ela não recebia os cuidados adequados. Assim, aceitamos a tarefa de cuidar dela enquanto encontramos um lugar bem melhor. Foram realizados investimentos na estrutura do Zoobotânico para receber a ursa, cujo habitat natural é muito diferente do nosso. Agradeço a equipe da Secretaria de Meio Ambiente, que não mediu esforços para cuidar de Marsha. Ela permanece morando no local porque foi decidido pelo Poder Judiciário, há alguns meses, que ela deveria ficar onde está, sendo cuidada pelos funcionários locais em razão de sua idade avançada. Vou acompanhar de perto a situação atual da Marsha, juntamente com a vice-governadora, Margarete Coelho. Já solicitamos, inclusive, a avaliação de especialistas para saber como proceder no momento. Quero entender como será a maneira mais segura de movê-la para algum santuário, visto que ela viveu por toda a vida em cativeiro. Vamos encontrar a melhor solução para a Ursa Marsha. Agradecidos, estamos sensíveis às manifestações de vocês e certamente chegaremos a um consenso com a máxima brevidade possível. Um forte abraço.

A post shared by Wellington Dias (@wellingtondiasoficial) on

DECISÃO JUDICIAL

O desembargador federal Jirair Aram Meguerian, em novembro do ano passado, suspendeu a transferência da ursa marsha do Zoo Botânico de Teresina para o Santuário Mata Ciliar localizado na cidade de Jundiaí, em São Paulo, alegando que o animal correria riscos de morte ao ser submetido a uma viagem, devido à distância de Teresina a Jundiaí.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO DE BIANCA BIN