Eleições 2018

Fernando Haddad visitará o Piauí na sexta-feira (17)

O candidato que é vice de Lula não pode vir ao Piauí devido a agenda nacional relacionada a coordenação de campanha e registro de candidatura. 

Publicada em 12 de agosto de 2018 - 15:51

Imprimir
Fernando Haddad visitará o Piauí na sexta-feira (17)

Última atualização: 13 , agosto 2018 - 14:11

Fernando Haddad, candidato a vice-presidente da República pelo PT, não esteve presente no ato “A Juventude quer Lula Livre”, organizado pela Juventude Petista, no Bairro Vila Irmã Dulce, nesse sábado, (11/08), no entanto, já tem nova visita marcada. Haddad visitará o Piauí nesta sexta-feira, (17/08).

O candidato que é vice de Lula não pode vir ao Piauí devido a agenda nacional relacionada a coordenação de campanha e registro de candidatura.

O ato contou com a presença do governador Wellington Dias e a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann.

greve continua

Trabalhadores da educação realizam ato no Centro de Teresina

O movimento acontece no cruzamento da Avenida Frei Serafim e rua Coelho de Resende

Publicada em 26 de junho de 2018 - 9:50

Imprimir
Trabalhadores da educação realizam ato no Centro de Teresina

Última atualização: 26 , junho 2018 - 09:51

Hoje (26/06), será marcado por um ato nas ruas da capital promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (SINTE-PI) e toda a categoria. Os trabalhadores realizarão o movimento no cruzamento da Avenida Frei Serafim e rua Coelho de Resende, Centro da capital, a partir das 16h.

De acordo com o Sinte, em nota, o ato consiste em levar mais informações para a população por meio de carta aberta. “Ela vai explicar os desmandos do poder executivo estadual para categoria do magistério. A quebra do acordo judicial, a falta de repasses do FUNDEB, a ausência de pagamento do PLAMTA e a articulação com deputados da Assembleia Legislativa serão alguns dos temas abordados”, pontua.

Os trabalhadores da educação estão em greve desde o início do mês de junho e afirmam que vão continuar por tempo indeterminado.

ALEPI APROVOU REAJUSTE

No último dia 21 de junho a Assembleia Legislativa do Piauí aprovou, em sessão no plenário, o reajuste salarial de 2,95% dos professores e dos servidores estaduais, como policiais militares e civis, agentes penitenciários, bombeiros militares, auditores e procuradores.

A sessão aconteceu com protestos, tumultos e agressões.

Redação Piauí Agora

 

 

nesta quarta-feira

Em greve há 7 dias, trabalhadores da educação realizam passeata até o Karnak

Os servidores também farão manifestação no Teatro de Arena (Praça da Bandeira)

Publicada em 12 de junho de 2018 - 12:04

Imprimir
Em greve há 7 dias, trabalhadores da educação realizam passeata até o Karnak

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 12 , junho 2018 - 12:09

A manhã desta quarta-feira (13/06), será marcada por um ato realizado pelos trabalhadores em Educação Pública, que estão em greve há sete dias. A categoria vai realizar a partir das 8h30 uma caminhada até o Palácio de Karnak, Centro de Teresina, em protesto a favor do reajuste salarial.

Os servidores também farão manifestação no Teatro de Arena (Praça da Bandeira) para discutir junto aos professores, funcionários de escola e à sociedade em geral o não pagamento do reajuste. As atividades na educação estadual estão suspensas na capital e mais 27 núcleos regionais, do interior do Piauí.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública, a falta de reajuste prejudica servidores e docentes, com a quebra do acordo judicial realizado no dia 12 de março, sob a mediação do Tribunal de Justiça (TJ), onde firmava o pagamento da categoria que deveria acontecer no mês de maio para ativos, aposentados e pensionistas.

Já o Governo do Estado, em nota, informa que o pagamento será feito após o restabelecimento do limite dos gastos com pessoal, estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

“O reajuste que será aplicado de imediato aos ativos, aposentados e pensionistas corresponde ao índice da inflação de 2017, de 2,95%, em virtude das vedações do período eleitoral”, diz.

CONFIRA NOTA COMPLETA

O Governo do Estado do Piauí informa que, desde 2015, mantém uma política permanente de valorização salarial, mesmo diante da crise econômica e financeira que assola a economia nacional e regional, sempre aplicando, em toda a carreira, o percentual de reajuste do piso do magistério.

O aumento deste ano foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Piauí e será aplicado após o restabelecimento do limite dos gastos com pessoal estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O reajuste que será aplicado de imediato aos ativos, aposentados e pensionistas corresponde ao índice da inflação de 2017, de 2,95%, em virtude das vedações do período eleitoral. 

Vale ressaltar que o reajuste pela inflação também será aplicado aos servidores da Segurança, Justiça e Policiais Militares, pelo mesmo motivo das restrições legais decorrentes do período eleitoral. Qualquer reajuste que ultrapasse o valor da inflação só poderá ser realizado observando as normas legais vigentes.

 

pedem negociação

Servidores da Saúde protestam em frente ao Karnak

A manifestação pretende chamar atenção e, assim, solicitar uma negociação.

Publicada em 21 de maio de 2018 - 11:09

Imprimir
Servidores da Saúde protestam em frente ao Karnak

Fonte: Redação Piauí Agora

Última atualização: 21 , maio 2018 - 11:09

Assim como os professores da Universidade Estadual do Piauí, os servidores da saúde do estado também realizam um ato nesta segunda-feira (21/05), em frente ao Palácio de Karnak, Centro de Teresina. De acordo com o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Piauí (Sindespi), a manifestação pretende chamar atenção e, assim, solicitar uma negociação.

Ainda segundo a categoria, a Diretoria do Sindespi e os servidores se reuniram na última quarta-feira (16/05) com o secretário de Administração e um representante do secretário de Saúde, com o objetivo de debater e avançar nas negociações das principais pautas de reivindicações, no entanto, não houve avanço.

Entre as principais soliticitações estão, reajuste salarial; cumprimento dos planos de carreira; alteração dos planos dos profissionais de saúde; promoção e progressão; prestadores de serviço; vale transporte; insalubridade; adicional noturno; concurso público e ticket alimentação.