Aplicativo incentiva alunos na fiscalização das escolas

Publicada em 28 de junho de 2019 - 8:19

Imprimir
Aplicativo incentiva alunos na fiscalização das escolas

Última atualização: 28 , junho 2019 - 08:19

Estudantes, professores e gestores do Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) João Henrique de Almeida Sousa participaram, nesta quinta-feira (27), do lançamento do aplicativo Ponta do Lápis, que foi desenvolvido pelo TCE de Minas Gerais e disponibilizado ao Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI), tendo como parceira a Secretaria de Estado da Educação (Seduc).
No lançamento, a diretora da Escola de Contas do TCE/MG, Naila Garcia Mourthé, respondeu às dúvidas dos alunos sobre o funcionamento do aplicativo e como identificar e relatar os problemas das escolas utilizando questionários, incluindo o envio de fotos, sobre a qualidade dos serviços prestados pelas escolas públicas.
Presente no lançamento do aplicativo o secretário de educação, Ellen Gera Moura, explicou que a ferramenta irá estreitar a parceria entre TCE/PI e Seduc nas fiscalizações e ações cotidianas da rede pública de ensino.  “Esta é uma ação positiva. O Tribunal não assume apenas o papel fiscalizador, mas também no sentido de colaboração com a gestão pública. A Seduc vai ser parceira do TCE/PI na execução do Piauí na Ponta do Lápis para que possa, de fato, entrar na vida das escolas com planejamento, construção de ideias e execução de planos, para além da analise final das fiscalizações das contas”, pontuou o gestor.
As informações colhidas serão repassadas aos gestores das escolas, que poderão validá-las e informar prazo para o reparo, e assim, a comunidade escolar ficará mais próxima dos gestores da educação pública buscando soluções para os problemas do cotidiano nas unidades de ensino.
O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, conselheiro Abelardo Pio Vilanova, destaca que o uso do aplicativo não será restrito às escolas escolhidas. “O TCE/PI  resolveu mudar o seu modelo de fiscalização e resolvemos ampliar com o programa Piauí na Ponta do Lápis para toda a rede de ensino. Qualquer cidadão que tenha interesse em municiar o aplicativo com informações deverá assumir as ações para melhoria do ensino na escola pública”, afirmou.
Os alunos do 3º ano do ensino médio do Ceti João Henrique aprovaram o aplicativo que os tornam mais envolvidos nas fiscalizações. “O aplicativo pode nos ajudar a falar sobre o que está em falta na estrutura das escolas e com isso podemos melhorar o ambiente”, destaca Felipe Lucas de Oliveira.
Para Laura Beatriz, com o aplicativo os alunos tendem a cobrar mais investimentos “Será possível fiscalizar os investimentos que nem sempre estão sendo utilizados de maneira correta e até para os alunos que não sabem a quem recorrer quando não há uma boa estrutura. Além de fiscalizar, o TCE/PI irá ajudar a trazer mais conforto para nossa escola, que é de tempo integral”, pontuou.
Da Redação

Mesmo com menor renda, educação de Teresina chama a atenção de especialistas

Publicada em 19 de junho de 2019 - 10:08

Imprimir
Mesmo com menor renda, educação de Teresina chama a atenção de especialistas

Última atualização: 19 , junho 2019 - 10:08

Até o próximo ano, a Prefeitura de Teresina vai entregar à comunidade mais 21 creches, os chamados Centros Municipais de Educação Infantil, que irão somar mais de 170 em todas as zonas da cidade. Algumas ainda terão berçário, o que vai ampliar também a quantidade de vagas para crianças com menos de 2 anos de idade. Esse é apenas um dos investimentos realizados em Teresina, que figura como uma das cidades que oferecem a melhor educação no Brasil e tem atraído a atenção de estudiosos e até de técnicos do Ministério da Educação.

Em Teresina, os números da educação municipal surpreendem. No ano passado, a cidade comemorou o destaque nacional, quando passou a ser a capital com o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Brasil. Ficou acima de Palmas, que até então ostentava o lugar mais alto do pódio. Os resultados também ultrapassam São Paulo e Rio de Janeiro, capitais que apresentam mais gastos por aluno.

Para o prefeito Firmino Filho, não há fórmula mágica para atingir bons resultados, mas disposição para colocar em prática o que se espera de uma educação pública de qualidade. “Temos planejamento, ações concretas, foco em metas, avaliação de desempenho e organização financeira para oferecer boas condições de trabalho aos professores e aprendizado aos alunos”, explica.

O investimento na educação infantil é uma das prioridades da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e o trabalho tem como objetivo permitir que as crianças de Teresina concluam essa etapa escolar prontas para serem alfabetizadas. Assim, é possível antecipar bastante a idade que começavam a ler e escrever nos anos anteriores.

“Temos crianças lendo bem aos 6 anos de idade, o que muitos achavam impossível para alunos de escola pública. Aprendemos como alfabetizar crianças e sabemos que Educação tem que ser prioridade de verdade, com investimento real”, ressalta o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma.

Diferente da maioria dos municípios do Brasil, onde os pais ainda dormem em filas para conseguir vagas em creches, Teresina comemora a universalização do ensino para crianças a partir de 4 anos de idade desde 2016.

O avanço da educação oferecida pela rede municipal em Teresina enquanto se observa regressão na maioria dos municípios brasileiros tem chamado a atenção do Brasil. Muitos especialistas e o próprio governo federal estão buscando respostas para entender os caminhos que levaram aos excelentes resultados na capital que tem a menor renda per capita do país.

Dados do Ministério da Educação mostram que as notícias nos anos finais do Ensino Fundamental não são tão positivas no país. Apesar do crescimento para 4,7 em 2017 e da elevação do índice em 23 estados, percebe-se que o ritmo da melhora é lento. No Ensino Médio, o último Ideb teve sua menor elevação: de 3,7 em 2015 para 3,8 em 2017. Cinco Estados tiveram redução, cenário bastante preocupante. Nos anos iniciais, a trajetória é um pouco melhor, mas ainda deixa a desejar.

O economista Marcus Pestana publicou recentemente um artigo no site O Tempo intitulado “O radicalismo ideológico e a revolução educacional necessária”. Além de mencionar a consistência das ideias e projetos dos líderes políticos em relação à educação, Marcus citou Teresina e outros municípios piauienses como exemplo de que outra educação é possível.

 

Da Redação

Barras recebe Revisão Pré-Enem Seduc no domingo (09)

Publicada em 6 de junho de 2019 - 10:49

Imprimir
Barras recebe Revisão Pré-Enem Seduc no domingo (09)

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:50

As revisões do Pré-Enem Seduc chegam ao município de Barras e contemplam todas as escolas jurisdicionadas à 2ª Gerência Regional de Educação (GRE). As aulas serão realizadas no domingo (9), no Ginásio Poliesportivo Duty Rêgo.

Entre 7h30 e 13h30, os alunos poderão revisar conteúdos das disciplinas Biologia (professor Tércio Câmara), Física (professor Edilson Martins), Linguagens (professora Hildalene Pinheiro), Matemática (professor Raphaell Marques), Química (professor José Carlos Feijão) e Redação (professor Francisco Rufino).

Assim como nas demais atividades do Pré-Enem Seduc, os participantes terão material didático e lanche gratuitos.

Próximas revisões no interior

No dia 15 de junho, é a vez da cidade de Valença e região receberem a caravana Pré-Enem Seduc, com revisões no Crovapi Clube de Valença.

Já no dia 16 de junho, as revisões contemplam a cidade de Oeiras e os demais municípios da 8ª Gerência Regional de Educação. As aulas serão realizadas na Quadra de Esportes Deolindo Nunes, bairro Alto do Canela.

Da Redação

Inscrições para o Enem 2019 encerram na próxima sexta-feira

Publicada em 14 de maio de 2019 - 8:34

Imprimir
Inscrições para o Enem 2019 encerram na próxima sexta-feira

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:47

Quem ainda não se inscreveu para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 tem até a próxima sexta-feira (17) para fazer a inscrição pela internet. No dia 17 também encerra o prazo para solicitar atendimento especializado e específico e para alterar dados cadastrais, município de provas e opção de língua estrangeira.

A taxa de inscrição para o Enem é de R$ 85. Quem não tem isenção de taxa deve fazer o pagamento até o dia 23 de maio. O prazo para pedidos de atendimento por nome social vai de 20 e 24 de maio. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro.

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem, por exemplo, para se inscrever em programas de acesso à educação superior como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou de financiamento estudantil.

A prova também pode ser feita pelos estudantes que vão concluir o ensino médio depois de 2019, mas nesse caso os resultados servem somente para autoavaliação, sem possibilidade de concorrer a vagas ou a bolsas de estudo.

Estudo
Para reforçar o conhecimento dos candidatos, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) oferece várias estratégias gratuitas, como o Questões Enem, no qual os estudantes têm acesso a um atualizado banco de dados que reúne provas de 2009 até 2018. O site permite a resolução das questões online, com o recebimento do gabarito.

Já pelo perfil EBC na Rede, é possível acompanhar a série Caiu no Enem. O desafio é responder no fim de semana à questão publicada na sexta-feira. Na segunda-feira, um professor responde ao questionamento. A série fica até a semana que antecede ao exame de 2019. Para ter acesso aos vídeos com as respostas, basta se inscrever no canal youtube.com/ebcnarede.

Escola no Vale do Gavião atenderá a 450 alunos em tempo integral

Publicada em 6 de maio de 2019 - 9:15

Imprimir
Escola no Vale do Gavião atenderá a 450 alunos em tempo integral

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:48

O prefeito Firmino Filho e o secretário municipal de Educação, Kléber Montezuma, visitaram na manhã desta sexta-feira (03) obras de construção e reforma de escolas na zona Leste da capital. Os gestores estiveram na obra da Escola Municipal Olímpio Castro e no CMEI Tia Fanny, ambas no Vale do Gavião.

A escola Olímpio Castro está em fase avançada de obras e vai atender a, aproximadamente, 450 alunos do 6º ao 9º ano em regime integral. O prédio contará com 13 salas de aula, laboratório de informática, biblioteca, área administrativa, cozinha com refeitório e quadra de esportes. A previsão é que a escola esteja funcionando no segundo semestre de 2019. O investimento na obra é de R$ 4.406.735,68, com recursos próprios do município.

Em seguida, eles visitaram o Centro Municipal de Educação Infantil Tia Fanny, que conta com oito salas de aula e dois berçários, atendendo a 260 crianças de seis meses a cinco anos de idade.

“É uma alegria visitar essas obras e essas crianças e ver de perto o funcionamento da nossa rede. A Tia Fanny é uma creche bonita e muito bem organizada, onde vemos um trabalho de excelência sendo desenvolvido e isso nos enche de orgulho. Essa manhã foi dedicada à educação dessas crianças que estão sendo preparadas para construir o futuro da nossa cidade”, disse o prefeito.

O secretário Kléber Montezuma destacou a dedicação do prefeito à educação de Teresina. “Visitas como essa nos mostram o interesse do prefeito de acompanhar de perto as obras que estão acontecendo e como as políticas de educação estão funcionando. Somente nesta gestão de Firmino Filho já foram entregues 482 salas de aulas, beneficiando em torno de 15 mil alunos, com investimentos superiores a R$ 50 milhões, o que prova a força que a educação tem nessa administração”.

O gestor também ressaltou o compromisso dos professores da rede municipal. “Todos esses investimentos, somados às constantes capacitações que nossos professores têm e principalmente à dedicação desses profissionais, nos levou a colocar a educação de Teresina como uma das melhores do país. Todo esse trabalho continuará, cada vez com mais força, pois nosso foco sempre será melhorar cada vez mais a educação de nosso município”, finalizou o secretário.

Da Redação

Projeto da Uespi leva discussão sobre Lei Maria da Penha para escola

Publicada em 29 de abril de 2019 - 8:40

Imprimir
Projeto da Uespi leva discussão sobre Lei Maria da Penha para escola

Última atualização: 10 , junho 2019 - 07:44

A Unidade Estadual Engenheiro Sampaio recebeu, nessa quinta-feira (25), mais uma atividade do Projeto Rodas de Conversas sobre a Violência Contra a Mulher. As atividades são feitas na escola e têm como tema “Rodas de Conversas sobre Lei Maria da Penha na U.E Engenheiro Sampaio: desconstruindo as violências e construindo diálogos para o respeito”. As práticas são realizadas desde novembro de 2018.

O foco dessas atividades é desenvolver nos alunos da escola uma sensibilidade com a temática e, assim, refletir cotidianamente sobre ações que geram violências. A partir disso, ajudar a coibir qualquer forma de violência contra as mulheres, e cultivarem a valorização da igualdade entre os gêneros não apenas na escola, mas em todos os âmbitos sociais desde criança.

A coordenadora do projeto, professora Ângela Macedo de Oliveira, fala que já foram realizadas diversas atividades pedagógicas para o combate à violência contra as mulheres e meninas na escola, como produção de cartazes e debates sobre algumas temáticas. “Espero que os discentes da U.E Engenheiro Sampaio possam refletir cotidianamente sobre suas ações que geram violências, tornando-se multiplicadores da cultura de paz. Muitos alunos e alunas da escola têm participado ativamente nas rodas de conversa, refletir sobre essas questões é o primeiro passo para que haja transformações sociais”, pontua Oliveira.

Uma das alunas que é integrante do projeto, Valdenice Alves, graduanda do curso de História, fala sobre esse retorno que os alunos têm demonstrado quando à temática é exposta a eles. “O projeto está muito bem e já podemos ver resultados. Os alunos da escola estão interagindo e podemos perceber que mais questionamentos sobre outras temáticas fazem parte das dúvidas deles”, acrescenta a estudante.

O projeto

O Projeto de Extensão Universitária (Pibeu) 2018/2019 Rodas de Conversas sobre Lei Maria da Penha na U.E Engenheiro Sampaio: desconstruindo as violências e construindo diálogos para o respeito tem duração de um ano, as atividades ocorrem mensalmente na escola, com temáticas diversificadas.

Discentes do curso de História do 4° ao 8° período, Campus Poeta Torquato Neto, envolvidas no projeto: Adriana Lima dos Santos (Bolsista Voluntária), Joyce Setúbal Gonçalves , Valdenice Alves Pereira e Klivia Lima dos Santos Mota. Professoras Colaboradoras: Joseanne Z. Soares Marinho, Livia Suelen Sousa Moraes Meneses e Esther Maria de Sá Castelo Branco.

Da Redação

Novo calendário

Revisão Pré-Enem Seduc é adiada para final de setembro

A alteração aconteceu devido a necessidade de readaptação do calendário escolar com o fim da paralisação dos professores estaduais no dia 23 de agosto. 

Publicada em 31 de agosto de 2018 - 19:00

Imprimir
Revisão Pré-Enem Seduc é adiada para final de setembro

Última atualização: 31 , agosto 2018 - 19:01

A Secretaria de Estado do Piauí (Seduc) informou nesta sexta-feira, (31/08), que a data de realização da 6ª Revisão Pré-Enem Seduc, que aconteceria neste domingo, (02/09), foi adiada e acontecerá apenas no dia 30 de setembro.

A alteração aconteceu devido a necessidade de readaptação do calendário escolar com o fim da paralisação dos professores estaduais no dia 23 de agosto.

De acordo com a Seduc, a Revisão Pré-Enem Seduc terão horário e local mantidos. Será no dia 30 de setembro, das 8hs à 13hs30 no Theresina Hall e os professores abordarão as disciplinas de Química, Matemática, Redação, Linguagens e Artes.

trio foi preso

Assaltantes trancam funcionários e alunos em escola na cidade de Altos

Dois dos elementos já têm passagem pela polícia

Publicada em 29 de agosto de 2018 - 12:59

Imprimir
Assaltantes trancam funcionários e alunos em escola na cidade de Altos

Última atualização: 29 , agosto 2018 - 12:59

Alunos, professores e funcionários de uma escola na localizada Bom Gosto, em Altos (PI), viveram momentos de terror em plena luz do dia. Três elementos invadiram o local na tarde desta terça-feira (28), renderam as vítimas e roubaram seus pertences. Após o crime, os elementos fugiram, mas foram capturados e presos.

A Força Tática foi acionada e encontrou professores e alunos trancados na escola. Eles informaram que os elementos chegaram em uma motocicleta, cor prata, e renderam o vigia, além do  motorista do ônibus escolar, levando alguns pertences dos mesmos. Um aluno também teve seus objetos roubados.

Em seguida, eles fugiram em direção ao povoado Santa Teresa, mas no caminho, na localidade São João, teriam roubado outra motocicleta, modelo Titan, cor preta, e novamente fugiram.

No local indicado, Santa Teresa, os policiais receberam a informação de populares que os suspeitos teriam entrado em uma estrada em direção à localidade ‘Mata Velha’.

“A guarnição visualizou três elementos em duas motocicletas, vindas em sentido contrário. Ao avistar as guarnições, eles tentaram empreender fuga, mas após alguns metros, caíram das motocicletas, momento em que foram detidos pelas equipes”, conta a PM, em nota.

O trio, sendo um menor de idade de apenas 16 anos, também é acusado de roubos nas localidades vizinhas. Dois deles, identificados como  Alisson Pereira da Silva, vulgo “Fon Fon”, 23 anos ,e Elton Jhow Carvalho da Silva, vulgo “Piu Piu”, 18 anos, já têm passagem pela polícia. De acordo com a PM, eles portavam celulares e carteira das vítimas, além de uma arma de fogo calibre ponto 32, com seis munições.

Os assaltantes, vítimas e produtos do roubo foram conduzidos para a Central de flagrantes para a realização dos procedimentos legais.

 

2ª preso

É preso suspeito de agredir vigias e professores em escola no Portal da Esperança

Cinco elementos invadiram o local nesta segunda-feira (20) e agrediram os vigias, professores e alunos, que reagiram jogando pedras nos criminosos.

Publicada em 21 de agosto de 2018 - 11:32

Imprimir
É preso suspeito de agredir vigias e professores em escola no Portal da Esperança

Última atualização: 21 , agosto 2018 - 11:36

A Polícia Militar conseguiu capturar outro suspeito de ter participado de uma tentativa de arrastão a uma escola no bairro Portal da Esperança, zona Leste de Teresina. Cinco elementos invadiram o local nesta segunda-feira (20) e agrediram os vigias, professores e alunos, que reagiram jogando pedras nos criminosos.

A prisão aconteceu no início da madrugada de ontem após a Força Tática do 5ªBPM receber a informação de que o homem, identificado como José Wilson de Alcunha, vulgo ‘Zé Preto’, 29 anos, teria participação no crime. Além disso, de acordo com a PM, o elemento já tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio e também acusado de tráfico de drogas.

Em posse das informações, a PM montou uma operação na Rua Cassapava, bairro Vila Meio Norte, também na zona Leste, com objetivo de prender o sujeito, considerado de alta periculosidade.

“Com a realização de uma incursão em um extenso matagal foi feito a aproximação até o ponto indicado onde o criminoso estaria praticando tráfico de drogas, resultado, assim, na prisão do indivíduo “, diz em nota o 5ª BPM.

No local as equipes encontraram uma espingarda calibre ponto 12, um cartucho, sete invólucro de maconha, quatro pulseiras, um colar, três anéis, quatro brincos, quatro celulares e a quantia de R$81.

 

Zé Preto é o 2ª suspeito preso pela Polícia Militar. Ainda na manhã de ontem as equipes policiais já haviam localizado e prendido no bairro Satélite o primeiro suspeito, Micael Cardoso da Silva, 19 anos. O jovem é aluno da escola no turno da noite.

Além disso, os outros suspeitos de terem participado do crime já foram identificados pela polícia.

CRIME NA ESCOLA

O bando formado por cinco homens invadiu a escola em tempo integral Portal da Esperança armado com facas, facões e armas de fogo por volta das 7h20, no momento da entrada dos alunos no local.

Ainda no pátio, os vigias chegaram a reagir. Um deles precisou ser encaminhado ao hospital devido a um corte na cabeça feito pelos bandidos, já outro foi atingido nas costas. Os alunos que estavam no local também reagiram e jogaram pedras contra os elementos, que revidaram com tiros de arma de fogo. Felizmente ninguém foi atingido.

Diante da reação, o bando fugiu correndo com a chave de um do veículo e o celular do motorista.

calouros e veteranos

Confira as novas datas de matrículas da Uespi

A mudança acontece devido ao calendário acadêmico reformulado

Publicada em 27 de julho de 2018 - 12:58

Imprimir
Confira as novas datas de matrículas da Uespi

Última atualização: 27 , julho 2018 - 12:58

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) divulgou na manhã desta sexta-feira (27), o novo cronograma de matrículas curriculares de alunos na instituição. A mudança acontece devido ao calendário acadêmico reformulado da Universidade referente ao período 2018.2.

A matrícula curricular para novos alunos será de 30 de julho a 02 de agosto no sistema  aluno online.

A matrícula curricular para alunos veteranos (sem pendências)  será de 03 a 07 de agosto no sistema aluno online.

A matrícula curricular para alunos veteranos (com pendências) será realizada de forma presencial nas coordenações de cursos no prazo de 08 a 15 de agosto.

Instruções para matrícula curricular 2018.2

A matrícula para alunos ingressantes e veteranos (sem pendências) no 2° período – 2018.2. deverá ser efetuada obrigatoriamente no período descrito no calendário acadêmico via aluno online. Para isso, o aluno deverá acessar o sistema munido do número da matrícula e a senha. Após isso, deverá clicar na aba gerar matrícula (buscar oferta), matriculando-se em disciplinas obrigatórias do curso. Imprima o comprovante e leve no início das aulas para ser assinado por um responsável pelo curso.

REDAÇÃO PIAUI AGORA