Bairro Jardim Europa

Acusado de matar chefe de cozinha é morto a tiros

As informações apontam que Robson Ribeiro estava na frente da casa de sua mãe, quando ouviu-se disparos.

Publicada em 11 de agosto de 2018 - 16:26

Imprimir
Acusado de matar chefe de cozinha é morto a tiros

Última atualização: 11 , agosto 2018 - 16:44

Robson Francisco Pereira Ribeiro, vulgo Zaroio, acusado de matar o chefe de cozinha Antônio Carlos Clementino Silva, foi morto a tiros na madrugada deste sábado, (11/08), no Bairro Jardim Europa, zona Sudeste de Teresina.

As informações apontam que Robson Ribeiro estava na frente da casa de sua mãe, quando ouviu-se disparos. Robson ainda ainda teria entrado dentro da casa, para tentar escapar de mais tiros. No entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

A família de Robson acredita que o crime pode ter sido vingança. Robson Ribeiro chegou a ficar preso, porém, alegou legítima defesa e foi solto. Ele ainda respondia por outros crimes.

CHEFE DE COZINHA
Antônio Carlos Clementino Silva foi morto em sua casa e seu corpo só foi achado no dia seguinte. Ao ser preso, Robson alegou que estava bebendo com o chefe de cozinha, quando foi trancado dentro da casa e obrigado a tirar a roupa por ele.

Homicídio

Acusado de matar dono de academia é preso

O acusado que já tem 10 passagens pela polícia e confessou o crime contra o empresário. 

Publicada em 30 de julho de 2018 - 17:49

Imprimir
Acusado de matar dono de academia é preso

Última atualização: 31 , julho 2018 - 09:29

Leandro Rodrigues de Sousa, 21 anos, acusado de matar dono da academia Medley, Marcelo Henrique Amorim da Silva, foi preso com uma motocicleta roubada em um baile de reggae, no bairro Satélite, zona Leste da capital. O acusado que já tem 10 passagens pela polícia, confessou o crime contra o empresário.

A informação é do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) que comunicou nesta segunda-feira (30/07) sobre a prisão de Leandro Rodrigues de Sousa, que aconteceu no dia 21 de julho deste ano.

Segundo o delegado Robert Lavor, representante do DHPP, Leandro de Sousa é um indivíduo que desde a adolescência vem praticando atos infracionais, um deles, de maior gravidade, tirou a vida de um cidadão há 5 anos com os mesmos modos operantes. Por esse crime ele chegou a ser recolhido e foi condenado perante a 2º Vara da Infância e da Juventude, conseguindo cumprir e ter a liberdade.

“Entre a menor e a maior idade ele praticou outros crimes, um deles de roubo e foi condenado à 6 anos de prisão. Devido a pena ele teve o direito de regime semi-aberto na Major Cesar, ficou foragido, neste meio tempo ele foi apreendido para cumprir o restante da medida socioeducativa e devido um erro de comunicação ele saiu novamente e nesse meio tempo ele cometeu o crime”, destacou.

Além disso, o delegado Robert Lavor destacou que Leandro de Sousa teria utilizado o nome do irmão que tem ficha limpa e chegou a ser autuado, no entanto, na audiência de custódia foi detectado que não era o irmão, mas sim ele, que inclusive, já teria um mandado de prisão pelo assalto ao posto de combustível.

O acusado tem tatuado no braço esquerdo o número 121, referente ao artigo 121, do código penal brasileiro correspondendo ao crime de homicídio.

MORTE DE DONO DE ACADEMIA

Marcelo Henrique Amorim foi atingido com um tiro no rosto por volta das 16h30 de segunda-feira (09/06) após suposta reação durante assalto no momento em que chegava ao seu estabelecimento, academia Medley, localizada na Avenida Gil Martins, zona Sul de Teresina. Ele ainda foi levado no carro de um de seus funcionários  para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT), mas não resistiu e morreu dentro do veículo, sendo encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML).

Esperantina

Jovem é preso acusado de matar garçom

George Kennedy foi atingido com um punhal no pescoço e não resistiu aos ferimentos.

Publicada em 22 de maio de 2018 - 23:53

Imprimir
Jovem é preso acusado de matar garçom

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 23 , maio 2018 - 08:33

Michel Gomes Vaz, 19 anos, foi preso na tarde desta terça-feira, (22/05), acusado de ter assassinado o garçom George Kennedy da Silva, 27 anos, na cidade de Esperantina. A vítima foi atingida com um punhal no pescoço e não resistiu aos ferimentos.

Segundo o capitão Ângelo Alves, comandante do batalhão da Polícia Militar de Esperantina, Michel Gomes estava na casa de seus pais e foi preso no início da tarde desta terça.

“Ele prestou depoimento na delegacia de Esperantina e antes de chegarmos na delegacia, ele confessou que tinha um relacionamento com George Kennedy e teriam se desentendido e entraram em luta corporal, o que culminou na morte de George”, explicou.

O acusado foi encaminhado para a Central de Flagrantes para os devidos procedimentos.

Caso Aretha Claro

Acusado de matar Aretha Claro se entrega à Delegacia de Homicídios

O acusado, que trabalhava como Uber, teve a casa vistoriada e lá foi encontrada uma carta relatando o crime, a faca e o carro sujos de sangue.

Publicada em 16 de maio de 2018 - 19:21

Imprimir
Acusado de matar Aretha Claro se entrega à Delegacia de Homicídios

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 17 , maio 2018 - 09:19

Paulo Alves dos Santos Neto, principal suspeito de matar ex-esposa Aretha Claro, se entregou no início da noite desta quarta-feira, (16/05), à Delegacia de Homicídios em Teresina.

O acusado, que trabalhava como Uber, teve a casa vistoriada e lá foi encontrada uma carta relatando o crime, a faca e o carro sujos de sangue.

Polícia Civil do Piauí, em parceria com a Coordenadoria do Núcleo de Feminicídio da Polícia Civil do Piauí, consideram que na residência do ex-marido de Aretha Claro, tem provas suficientes na elucidação do crime.

Segundo informações da delegada Luana Alves, Paulo Neto teria cometido o crime dentro de uma casa, por conta da quantidade de sangue, e levado o corpo para a Avenida Maranhão e ainda o atropelou.

De acordo com o delegado Jarbas Lima, da Polícia Civil do Piauí, na carta, Paulo Neto, que já ameaçava Aretha Claro de morte, por não aceitar o fim do relacionamento.

Na carta, ele faz críticas a ex-esposa e a uma amiga dela e ainda pede para cuidarem de seu cachorro”, pontuou. 

Paulo Alves dos Santos Neto prestou depoimento na Delegacia de Homicídios e deve responder pelo crime de feminicídio. 

VELÓRIO DE ARETHA

O sepultamento da cabeleireira aconteceu na manhã desta quarta (16/05), no cemitério Santa Cruz, no bairro Promorar, na zona Sul de Teresina.

ENTENDA O CASO

Aretha Dantas Claro, 32 anos, foi encontrada morta nessa terça-feira (15/05), na Avenida Maranhão, região Centro/Sul de Teresina, com várias perfurações no corpo, marcas de atropelamento, rosto desfigurado e sem uma parte do couro cabeludo.