OPERAÇÃO

Ciro Nogueira diz que não vê razões que justifiquem a ação da PF em sua residência

Ciro Nogueira diz que não vê razões que justifiquem a ação da Polícia Federal em sua residência e empresas

Publicada em 22 de fevereiro de 2019 - 15:46

Imprimir
Ciro Nogueira diz que não vê razões que justifiquem a ação da PF em sua residência

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 15:48

O senador piauiense Ciro Nogueira, presidente Nacional do Progressistas, divulgou nota, através da sua assessoria de Comunicação,  onde afirma que não vê razões que justifiquem a operação da Polícia Federal em sua residência e em empresas de sua propriedade.

Na manhã desta sexta-feira, 22, a PF realiza a operação “Compensação” e cumpre sete mandados de busca e apreensão em endereços do senador em Teresina, Brasília e São Paulo.

Em nota, a PF afirma que apura o cometimento de crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro.

Em Teresina, os policiais estão na residência do senador, no bairro Santa Izabel, zona Leste de Teresina e em uma concessionária de motos de propriedade de Ciro Nogueira, na entrada do bairro Dirceu Arcoverde, zona Sudeste da cidade.

Confira a nota na íntegra:

Em relação às diligências realizadas pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (22) em endereços ligados a Ciro Nogueira, o senador afirma que não vê razões que justifiquem a ação, uma vez que sempre esteve à disposição para colaborar com as investigações.

Ciro Nogueira defende o rápido esclarecimento dos fatos, que, mais uma vez, irão comprovar a improcedência das acusações.

INICIATIVA

MP/PI promoverá audiência sobre atrasos nos programas de Tratamentos Fora do Domicílio

MP/PI promoverá audiência sobre atrasos nos programas de Tratamentos Fora do Domicílio

Publicada em - 15:35

Imprimir
MP/PI promoverá audiência sobre atrasos nos programas de Tratamentos Fora do Domicílio

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 15:35

Na próxima terça-feira (26), o Ministério Público do Estado do Piauí audiência pública sobre os constantes atrasos nos ressarcimentos devidos aos pacientes do Programa de Tratamento Fora do Domicílio (TFD). As discussões serão abertas à comunidade, com possibilidade de participação da plateia de forma oral ou por escrito.

Foram convidados os Gestores de Saúde, Conselhos de Classe, Conselhos de Saúde, Conselho dos Direitos da Criança e Adolescente, Profissionais de Saúde da Atenção Básica, da Rede Hospitalar e sociedade em geral. A audiência será presidida pelo Promotor de Justiça Eny Marcos Vieira Pontes, que está à frente da 12ª Promotoria de Justiça de Teresina. Consulte o anexo para ler o edital completo.

MUDANÇA

Júlio Arcoverde assume Semel nesta sexta-feira (22)

Júlio Arcoverde assume Semel nesta sexta-feira (22)

Publicada em - 15:09

Imprimir
Júlio Arcoverde assume Semel nesta sexta-feira (22)

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 15:09

A solenidade de posse do novo secretário da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer ( Semel), o deputado estadual Júlio Ferraz Arcoverde ( Progressistas) , acontece nesta sexta-feira (22), ao meio dia, no Salão Nobre da Prefeitura de Teresina.

O novo secretário é advogado e presidente do Diretório Estadual da legenda no Piauí desde 2013.  Natural de Teresina, filho de Dirceu Mendes Arcoverde (governador do Piauí entre 1975 e 1978) e Maria José Ferraz Arcoverde, é casado e tem três filhos.

Vida Pública

Júlio  Arcoverde foi diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (DETRAN), diretor de Coordenação das Parcerias Público-Privadas da Secretaria Estadual de Planejamento, presidente da AGESPISA, diretor do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN). Atuou também como presidente do River Atlético Clube em 2015.

AUMENTO

Câmara aprova reajuste de 4,7% aos professores da Rede Municipal de Teresina

Câmara aprova reajuste de 4,7% aos professores da Rede Municipal de Teresina

Publicada em - 15:03

Imprimir
Câmara aprova reajuste de 4,7% aos professores da Rede Municipal de Teresina

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 15:03

A Câmara Municipal de Teresina aprovou na última quinta-feira (21) a proposta de reajuste salarial dos professores da Rede Municipal de Teresina encaminhada pelo prefeito Firmino Filho. O reajuste do salário dos professores será de 4,17%, de acordo com a proposta.

A proposta foi aprovada em duas votações e os professores já receberam o aumento no contra-cheque de fevereiro. O valor do reajuste é determinado pelo MEC e faz parte da política nacional do piso dos professores.

Em Teresina, o piso municipal supera o piso nacional para o magistério estipulado em 2019, que está acima da inflação deste ano, que é de 4,01%. Além do valor fixado como vencimento, os docentes têm direito a acréscimos nos salários a partir de suas titulações. A gratificação é de 10% para especialização, 20% para mestrado e 40% para doutorado.

“Essa é uma forma de valorizar o trabalho dos professores, que não medem esforços para contribuírem com a qualidade da educação municipal. A folha suplementar da Prefeitura já está pronta e o reajuste será imediato”, confirma o secretário Municipal de Educação, Kleber Montezuma.

O reajuste está em consonância com a Lei Federal nº 11.738, de 16.07.2008 (Piso Salarial Profissional Nacional para os Profissionais do Magistério Público da Educação Básica), e com a Lei Municipal nº 2.972, de 17.01.2001 (Estatuto e o Plano de Cargos e Salários do Magistério Público da Rede de Ensino do Município de Teresina).

 

PÓS-GRADUAÇÃO

UESPI lança edital com 1158 vagas de especialização e 12 novos cursos

UESPI lança edital com 1158 vagas de especialização e 12 novos cursos

Publicada em - 14:56

Imprimir
UESPI lança edital com 1158 vagas de especialização e 12 novos cursos

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 14:56

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), torna público abertura de edital com 1158 vagas para cursos de especialização (Lato Sensu), distribuídas em 24 cursos, em 7 campi da instituição.

Os campi de oferta são os dois situados em Teresina (Poeta Torquato Neto e Clóvis Moura), Dom José Vásquez Dias, em Bom Jesus, Professor Possidônio Queiroz, em Oeiras, Prof. Barros Araújo, em Picos, Prof. Alexandre A. de Oliveira, em Parnaíba e Dra. Josefina Demes, em Floriano.

As inscrições iniciam no dia 27 de fevereiro e encerram dia 28 de março. O candidato deve imprimir requerimento através do site www.uespi.br/prop ou www.uespi.br , preencher e pagar a taxa de inscrição, que custa R$ 50 até dia 28 de março, devendo ser via depósito ou transferência.

Os candidatos têm até dia 29 de março para entregar a ficha de inscrição preenchida, comprovante de pagamento (não sendo aceito depósito via envelope), currículo vitae comprovado (se não levar as cópias autenticadas, fazer acompanhado do original para conferência), justificativa/carta de intenção, conforme anexo III do edital, nas coordenações dos cursos/centros/Campi/unidade aos quais o curso esteja vinculado.

A seleção constará de duas etapas, sendo elas: análise curricular e justificativa/carta de intenção ou entrevista (caráter eliminatório). Os candidatos aprovados devem preencher ficha de matrícula, efetivar pagamento de taxa e entregar junto com documentação exigida no edital.

Nesta edição de oferta novos cursos entram na grade como explica o diretor de pós-graduação da PROP, Pedro Pio. “A UESPI tem o prazer em todo ano ofertar cursos e neste edital são 24 cursos, sendo 12 novos. Nossa periodicidade é de dois editais por ano, sendo um em cada semestre, sempre com novidades e cursos novos tanto na capital como nos municípios do interior”, finaliza Pedro Pio.

Confira o edital.

Abel Braga confirma Arrascaeta titular no Flamengo e diz que Dourado pede passagem

TAÇA RIO

Publicada em - 12:51

Imprimir
Abel Braga confirma Arrascaeta titular no Flamengo e diz que Dourado pede passagem

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 12:51

Antes da estreia do Flamengo na Taça Rio, contra o Americano, neste domingo, às 17h, no Maracanã, o técnico Abel Braga concedeu entrevista coletiva para falar sobre o atual momento do clube. Em meio à briga judicial com as famílias das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, com os problemas de autorização do CT e até a eliminação na semifinal da Taça Guanabara, o time encontra forças para se reerguer em campo.

Arrascaeta será titular, já que Everton Ribeiro sentiu dores no joelho, ficou na academia durante a semana para fazer reforço muscular, e será poupado.

– Ele vai jogar. O lance no Fla-Flu foi duro para ele. Lance difícil de dominar, e ele fez com uma facilidade inacreditável. Ficou cabisbaixo por uns 4 dias. Conversamos. O que prometi a ele é que teria a chance de ser recuperar. Já está escalado – disse.

Já sobre o ataque, o treinador afirmou que Henrique Dourado está pedindo passagem para ser titular, o que colocaria a permanência de Fernando Uribe em xeque.

– Estamos vendo o que é melhor para a equipe. Testamos o Diego com o Uribe e o Diego com o Gabriel. Tem que testar com quem encaixa melhor. E tem o Dourado, que está pedindo passagem nos treinos

Bruno Henrique e Leo Duarte fazem uma atividade leve em torno do gramado.

– O Everton não joga. O Rhodolfo treinou, mas o tirei um pouco para não fazer a carga total. Treino foi pesado. Atingimos o nível que queríamos. Hoje vamos tirar um pouco o pé. Bruno Henrique, Léo Duarte e outros dois não vão a campo – disse.

Confirma mais trechos da íntegra:

Pré-clássico com o Flu

A semana antes do Fluminense foi horrível, e está sendo até agora. O Alberto (Valentim) falou após o jogo contra o Fluminense exatamente o que falei. Não quis dar espaço para o Fluminense. Não coloquei mais um volante em campo. Foi o mesmo time que vinha jogando.

Carioca não é o foco

Com todo respeito, estamos nos preparando para coisas maiores. É claro que queremos o Carioca. Mas temos muita consciência que é um grupo forte mentalmente, diferente do ano passado. É um grupo inconformado. Todos estão convictos do que podemos conquistar nesse ano.

Extracampo

Ansiedade, muito tempo sem jogar, sem ter o torcedor ao nosso lado. Hoje acho que se fala no Flamengo numa maneira muito cruel. Está exagerado É importante voltar a fazer aquilo que gostamos.

Abel: “Estamos resgatando uma energia que tínhamos no início do ano. Mas devido a tudo o que aconteceu a energia não ficou boa, ficou baixa. Estamos resgatando”

FOLIA DE MOMO

Secretaria de Saúde disponibiliza 2,5 milhões de preservativos para o carnaval

Em 2017 foram notificados 420 casos de AIDS no Piauí

Publicada em - 8:33

Imprimir
Secretaria de Saúde disponibiliza 2,5 milhões de preservativos para o carnaval

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 08:33

A Secretaria de Estado da Saúde disponibilizará cerca de 2,5 milhões de preservativos masculinos e femininos, além de 400 mil lubrificantes aos municípios para campanhas educativas anteriores e durante o carnaval.

A coordenadora de Doenças Transmissíveis, Karinna Amorim, enfatiza que, além dos insumos, disponibilizados pelo Ministério da Saúde, o Estado incentiva os municípios a realizarem suas próprias campanhas de distribuição de preservativos. “É imprescindível que as pessoas sejam conscientizadas da importância do sexo seguro e da prevenção de doenças transmissíveis, não só no carnaval, mas em qualquer período”.

A coordenadora comenta que os dados de AIDS, doença manifestada do vírus HIV, não são satisfatórios e que não houve redução. Em 2015, foram notificadas 416 pessoas com AIDS, em 2016 foram 424 e em 2017, 420 casos. No total, desde que a doença foi descoberta em 1980 até dados parciais de 2018, foram 7.008 pessoas com AIDS no Piauí, sendo a maioria delas, 4.733, homens e 2.275 mulheres.

A Secretaria de Estado da Saúde também trabalha a busca ativa de casos de doenças transmissíveis por meio dos testes rápidos pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Fique Sabendo. Em poucos minutos, o paciente tem o diagnóstico, de forma secreta e gratuita, e é encaminhado para a rede de saúde para o tratamento.

O CTA funciona nos dois turnos, manhã e tarde, na Rua 24 de Janeiro, 124. O usuário deve buscar, nos seus municípios, onde há a oferta do serviço.

PLANO DE SAÚDE

Com alta de 3,4% em contratações, saúde suplementar emprega 114,1 mil

As contratações cresceram 3,4% na comparação com 2017. O resultado faz parte do Relatório de Emprego na Cadeia da Saúde Suplementar, divulgado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (Iess).

Publicada em - 8:07

Imprimir
Com alta de 3,4% em contratações, saúde suplementar emprega 114,1 mil

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 08:33

O emprego formal no setor de saúde privada terminou 2018 com 114,1 mil vagas em todo o país. As contratações cresceram 3,4% na comparação com 2017. O resultado faz parte do Relatório de Emprego na Cadeia da Saúde Suplementar, divulgado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (Iess).

“Mesmo com a economia crescendo 1% [em 2018], o mercado formal no setor de saúde privada cresceu mais de 3%. Isso mostra que é um setor da economia que tem ganho mais expressão nos últimos anos”, comparou o superintendente executivo da entidade, Luiz Augusto Carneiro.

Segundo ele, uma das causas para o crescimento do setor é a mudança do perfil demográfico da população, que está envelhecendo rápido, o que eleva os gastos individuais com saúde. “Isso gera mais oferta de serviços e mais emprego formal”. Essa é uma tendência que se observa em vários países. Nos Estados Unidos, a saúde suplementar é um dos setores que mais empregam.

Desde 2013, a faixa acima dos 59 anos é a que mais cresce; a de 0 a 18 anos já começa a ter crescimento negativo. “Estamos passando por um período de envelhecimento muito rápido da população. Há uma concentração cada vez maior de pessoas idosas com planos de saúde, que demandam mais serviços de saúde, que são mais complexos e mais caros, o que exige ajuste dos prestadores de saúde a essa necessidade.”

Cadeia produtiva

O superintendente do Iess destacou que 47 milhões de brasileiros têm alguma cobertura privada de saúde. “Isso viabiliza você ter uma cadeia produtiva, com hospitais, clínicas, médicos, laboratórios, e todos esses prestadores de serviços de saúde consomem materiais, equipamentos, medicamentos”. Ao todo, 65% dos beneficiários de planos de saúde estão em planos coletivos empresariais. O setor de saúde suplementar emprega 3,5 milhões de pessoas, ou o correspondente a 8,1% da força de trabalho brasileira.

Regiões

O relatório mostra que todas as regiões tiveram aumento nas contratações em 2018, com destaque para o Sudeste, com 62,868 mil postos. “É no Sudeste que está [concentrado] o Produto Interno Bruto [soma de todos os bens e serviços produzidos no país]. Há correlação forte”. O Nordeste detém o segundo lugar em vagas formais geradas (19,268 mil), mas foi a Região Centro-Oeste que mais sobressaiu porque o saldo de contratações foi mais que o dobro do ano anterior, ao passar de 7,5 mil postos, em 2017, para 16,4 mil, no ano seguinte.

FOLIA DE MOMO

Corso de Teressina acontece neste sábado (23) com mega estrutura de segurança e alegria

Promovido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves, o evento já foi consagrado como o maior do planeta, segundo o livro Guinnes Book, em 2012, registrando a marca de 343 veículos decorados no desfile, número que consta na publicação até hoje.

Publicada em - 8:03

Imprimir
Corso de Teressina acontece neste sábado (23) com mega estrutura de segurança e alegria

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 08:04

O sábado de Zé Pereira em Teresina tem um significado especial para a história do carnaval da cidade: é dia de corso. Muito além de um desfile de caminhões decorados, o evento mostra a alegria e irreverência da população numa festa que a cada ano se adapta ao folião. Para essa edição, o evento conta com novidades, que além da premiação dos carros, conta com um concurso de fantasias e palcos espalhados pela avenida, garantindo que não falte trilha sonora para a brincadeira. O evento será realizado neste sábado (23) com inicio às 16h, na Avenida Raul Lopes.

Promovido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves, o evento já foi consagrado como o maior do planeta, segundo o livro Guinnes Book, em 2012, registrando a marca de 343 veículos decorados no desfile, número que consta na publicação até hoje.

Para esse ano, a premiação para os caminhões será de R$ 30 mil, dividida em três categorias: R$ 10mil para o mais animado; R$10mil para o mais criativo e R$10 mil para o mais original. A concentração dos veículos será na Raul Lopes, nas proximidades do setor de esportes da UFPI, e seguirá pela via até o balão do Riverside, onde acontece a dispersão.

Se moldando ao perfil do folião, garantindo que a festa seja democrática, o Corso terá um repertório que vai do axé e músicas tradicionais a samba, pagode e música eletrônica. Serão 12 bandas animando toda a avenida, de forma sincronizada, em quatro palcos. “Os palcos estarão virados para o lado onde o caminhão não irá passar, evitando que fique uma espécie de ‘vácuo musical’ após a passagem dos caminhões. É uma forma de garantir que a animação não tenha pausa”, explica o presidente da Fundação Monsenhor Chaves, Luis Carlos Alves, destacando que as apresentações serão de artistas piauienses.

Os quatro palcos temáticos ao longo da Avenida Raul Lopes irão homenagear uma personalidade carnavalesca da cidade. O primeiro presta homenagem ao compositor My Brother, no segundo a homenagem será para a atriz Lari Salles, o terceiro ao músico Mestre Colombo, e o último será a coreógrafa Samantha Menina.

FANTASIAS

Outra novidade para essa edição é o concurso de fantasias, no qual os inscritos irão concorrer à premiação de R$ 1.000. O concurso acontece de forma virtual. Nas duas entradas do corredor da folia estarão estandes oficiais da Prefeitura de Teresina, onde quem estiver fantasiado poderá tirar fotos. Para concorrer, o folião deve publicar a foto em seu Instagram e marcar o perfil da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (@cultura_the) com a tag #fantasiacorso2019.

A comissão julgadora irá escolher as 30 fantasias mais criativas, que serão publicadas no perfil da FMC, e as 10 fantasias mais curtidas até as 12h do dia 25 de fevereiro irão ganhar a premiação de mil reais. “A ideia é incentivar a irreverência dos foliões, que é algo marcante em todas as edições do corso”, destaca o presidente da FMC, Luis Carlos.

SEGURANÇA

A cada edição do Corso, um dos pontos que sempre passa por melhorias é a segurança, se tornando ainda um dos eventos mais seguros da capital devido ao intenso trabalho das Polícias Militar, Civil, Guarda Municipal e um plano de segurança reforçado de tecnologia com monitoramento dos foliões e patrulhamento, sem contar com o principal: a vontade do folião em curtir a festa sem surpresas desagradáveis. Para se ter uma ideia, na última edição, não foi registrada ocorrência grave durante o evento, que reuniu milhares de pessoas na Raul Lopes.

Neste ano, o evento contará com 639 policiais distribuídos em três turnos, além de elevados, câmeras, drones, cavalaria, 180 agentes disponibilizados pela Secretaria de Segurança, 60 policiais civis. Ele contará com 13 pontos de bloqueios, com cerca de 12 policiais cada, onde os mesmo farão a revista de todo folião que deseja passar para o corredor da folia. “Acreditamos que esse ano será melhor que ano passado, principalmente a revista, que será realizada em todos os foliões nos pontos de bloqueios”, afirmou Coronel Canuto.

TRÂNSITO

Outro ponto que passa por adaptações a cada edição é o trânsito. Para 2019, o trajeto sofreu mudanças para garantir melhor mobilidade da população, sendo interditada somente a Avenida Raul Lopes, que dá acesso ao evento, que contará com 117 agentes de trânsito. A interdição será a partir das 14h, do dia 23.

Para o diretor de Operações e Fiscalização da Superintendência de Transportes e Trânsito (Strans), Jaime Oliveira, não há necessidade para fechar pontes e vias que são correntes de travessia entre zonas. “Esse ano a Ponte Estaiada ficará aberta, sendo interditada somente a alça que dá acesso a avenida Raul Lopes. Fora isso, a concentração de caminhões será feita na própria avenida pensando em não atrapalhar o fluxo de carros na cidade”, ressaltou.

HISTÓRIA

Quando se fala em corso de Teresina, hoje se pensa muito em uma multidão de carros e pessoas fantasiadas desfilando alegria. A multidão é de se perder de vista, mas nem sempre foi assim. O maior corso do planeta, segundo o Guinnes, iniciou de uma forma bem diferente, em tom de protesto e com uma bela crítica social à elite da cidade na época, há cerca de 80 anos.

A história do corso se funde muito com a própria história do carnaval de Teresina, que teve momentos gloriosos nas décadas de 1950 e 1960 e passou por uma revitalização no final da década de 1980.

O coordenador de Cultura Popular da Fundação Monsenhor Chaves, Wellington Sampaio, explica que na década de 1930 começaram os primeiros desfiles de carros no carnaval, mas que foi nas décadas de 1950 e 1960 que a festa virou tradição. “Eu era criança e lembro que meu pai tocava no corso. Inicialmente o ponto central era no coreto da Praça Rio Branco. Depois, os grupos de familiares e amigos passaram a desfilar pelas ruas do Centro da cidade. Um dos destaques era o caminhão das raparigas, em que as garotas de programa da época vestiam suas melhores roupas e eram aplaudidas pela sociedade, em uma espécie de inclusão social que só o carnaval tornava possível acontecer”, detalha.

Segundo Wellington, nessa época o corso acontecia nos dias do carnaval. No entanto, a festa não conseguiu ter continuidade por causa da concorrência com outras manifestações carnavalescas. “Nesse tempo surgiram as escolas de samba e os blocos carnavalescos, que acabaram esvaziando o corso, que acabou deixando de acontecer”, afirma.

E por muito tempo o corso permaneceu esquecido, voltando somente no final dos anos 90, com a retomada do carnaval de rua, na primeira gestão do prefeito Firmino Filho. Em 1997, durante o Seminário de Resgate do Carnaval de Teresina, o então superintendente da FMC , José Afonso de Araújo Lima, sugeriu a volta do corso, que agora seria realizado no sábado de Zé Pereira.

A ideia vingou e, em 1998, o carnaval da capital foi resgatado com o desfile das escolas de samba, tendo também a realização do corso, com um percurso que passava pelo Centro, zona Sul e zona Norte. Nos anos seguintes, o trajeto teve várias alterações e a premiação dos melhores caminhões era feita através de votação popular.

A partir de 2008 o evento começou a se tornar o gigante que é hoje, tanto que a Prefeitura começou a ter problemas na condução do percurso e teve que fazer adaptações. “Lembro que nesse ano nós iríamos encerrar o desfile na Praça do Marquês, mas percebemos que o corso estava grande demais e não teria como dispersar lá. Então tivemos que percorrer mais vias da zona Norte para organizar a saída”, explica Wellington.

Confira as atrações dos palcos:

Palco Músicas Carnavalescas

16h – Banda de Marchinha;

18h – Banda Folia;

20h – Roraima e Theregroove;

Palco Samba e Pagode

16h – Sambatom;

18h – Júnior é Show;

20h – Doce Ilusão;

Palco Axé

16h – Lene Groove;

18h – Lilly Araújo;

20h – Júnior Masca “GPS”;

Música Eletrônica

Dj Leuzz;

Dj Mateus Moura;

Dj Marceleleco;

Dj Dani Jales;

Dj Sands

CAIU

Parte de marquise do aeroporto de Teresina cai em chuva

O fluxo de passageiro não foi comprometido. Nesta sexta-feira a Infraero irá analisar as causas do incidente e fará a remoção da marquise, que é um material extenso e metálico.

Publicada em - 8:01

Imprimir
Parte de marquise do aeroporto de Teresina cai em chuva

Última atualização: 22 , fevereiro 2019 - 08:01

Parte de uma marquise que faz proteção ao embarque e desembarque de passageiros caiu na tarde desta quinta-feira (21) no aeroporto de Teresina. O incidente ocorreu durante a chuva. Ninguém saiu ferido.

A Infraero isolou a área. O Cidadeverde.com obteve informação que a marquise não faz parte das obras que estão em andamento desde setembro do ano passado.

O fluxo de passageiro não foi comprometido. Nesta sexta-feira a Infraero irá analisar as causas do incidente e fará a remoção da marquise, que é um material extenso e metálico.