Orquestra leva Sinfonia nos Bairros para o Parque Lagoas do Norte

Publicada em 19 de agosto de 2019 - 8:18

Imprimir
Orquestra leva Sinfonia nos Bairros para o Parque Lagoas do Norte

Última atualização: 19 , agosto 2019 - 08:18

Levar a música erudita aos bairros da cidade. Essa é a proposta do projeto “Sinfonia nos Bairros”, que leva apresentações da Orquestra Sinfônica de Teresina (OST) para as comunidades. E neste domingo, como parte da programação do aniversário de 167 anos de Teresina, os moradores do entorno do Parque Lagoas do Norte foram agraciados com um concerto, gratuito, de músicas clássicas.

A Orquestra Sinfônica de Teresina já se apresentou algumas vezes no local, mas esta é a primeira apresentação de 2019. A Orquestra se propõe a dar um tratamento sinfônico à música popular brasileira, tendo a primazia de transpor as melodias de grandes compositores populares, para a grandiosidade do som sinfônico, com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional.

Segundo Aurélio Melo, a apresentação no Parque Lagoas do Norte é um presente da OST para a cidade. “Esse concerto é uma oportunidade das pessoas conhecerem o trabalho que a Orquestra Sinfônica faz na cidade. Temos uma programação imensa, mas nem todo mundo tem a oportunidade de ver. Então, a Orquestra tem esse projeto Sinfonia nos Bairros que leva o que a gente apresenta no teatro, no Palácio da Música, para as comunidades, para que as pessoas possam ouvir e conhecer um pouco de música clássica. É uma forma das pessoas terem contato com esse patrimônio da humanidade, que é a música, e conhecer também o perfil de um grupo de música que é uma orquestra, que é o maior e engloba todos os instrumentos. O povo tem o direito de ouvir. E só precisa ter a oportunidade de conhecer”, afirmou.

Para o prefeito Firmino Filho, que conferiu a apresentação, a Orquestra Sinfônica de Teresina é um exemplo daquilo de mais belo que é feito em Teresina. “Nesse aniversário celebramos a história da nossa cidade. Esse aniversário tem o slogan que aqui se faz futuro. Não basta celebrar o futuro se não nos propusermos a fazer a coisa acontecer. Aqui temos a Orquestra Sinfônica de Teresina, que é um exemplo daquilo de mais belo que pudemos fazer. A Orquestra iniciou em 1993, ainda com o Wall Ferraz, e ao longo do tempo, graças ao sonho de muitos que passaram pela Prefeitura, e graças a persistência, dedicação e esforço dos músicos, temos uma orquestra maravilhosa, motivo de orgulho da nossa cidade”, destacou o prefeito.

E a apresentação foi bastante prestigiada pela população, que aprovou a Orquestra. A moradora Teresa Cristina Sousa, que mora há 20 anos na região, achou o evento maravilhoso. “Moro aqui há décadas, quando cheguei aqui a nossa vila era muito carente e com a execução do Projeto Lagoas do Norte fomos presenteados com o desenvolvimento da região. Prova disso é esse concerto. É um prazer participar desse tipo de evento que engrandece a nossa área e a nossa cultura”, disse.

A Orquestra Sinfônica de Teresina é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. O presidente da Fundação Monsenhor Chaves, Luís Carlos, destacou que a boa música da Orquestra, além dos teatros e palácios da cidade, também estará presente nas comunidades, a exemplo da apresentação que ocorreu no Parque Lagoas do Norte.

Da Redação

Motorista é preso ao tentar subornar policial rodoviário em Piripiri

Publicada em - 8:14

Imprimir
Motorista é preso ao tentar subornar policial rodoviário em Piripiri

Última atualização: 19 , agosto 2019 - 08:14

Agentes da Polícia Rodoviária Federal prenderam neste fim de semana um homem acusado de tentar subornar um policial. O ocorrência aconteceu na BR 343, na altura da cidade de Piripiri.

Segundo a PRF, os agentes solicitaram a documentação e o condutor entregou uma bolsa com dinheiro. Os policiais questionaram a atitude e o motorista alegou não saber da existência daquela quantia na bolsa.

Daí então os policiais fizeram uma vistoria no veículo e constataram que a documentação estava atrasada, problemas nos equipamentos obrigatórios do carro e a CNH do motorista estava em atraso há mais de 30 dias.

Leilane Nunes

Pesquisa espacial: “Estamos no caminho errado”, diz astrônoma

Publicada em - 8:03

Imprimir
Pesquisa espacial: “Estamos no caminho errado”, diz astrônoma

Última atualização: 19 , agosto 2019 - 08:03

Uma pesquisa de opinião divulgada em junho, feita junto a 2.206 pessoas de 15 a 24 anos, revelou que 93% dos jovens de todo o país não sabem o nome de nenhum cientista brasileiro. O levantamento, disponível na internet, acendeu um sinal amarelo entre as pessoas que fazem divulgação científica.

Levar a ciência a pessoas leigas, instigar a curiosidade das crianças e, em especial, o interesse pela pesquisa científica nas meninas tem sido parte da missão iluminista que a astrônoma e astrofísica Duília de Mello, 55 anos, paulista criada no Rio de Janeiro, tomou para si quando passou a ser considerada uma das pessoas mais influentes em seu campo de trabalho.

Duília já morou no Chile, na Suécia e nos Estados Unidos, onde trabalhou na agência espacial americana (Nasa). Atualmente, mantêm-se como pesquisadora associada à agência, e é também professora titular, vice-reitora e decana de Avaliação na Universidade Católica da América em Washington D.C., capital dos EUA.

A cientista esteve, na última semana, na Universidade de Brasília, para abrir o semestre letivo e fazer divulgação científica, quando atendeu a Agência Brasil para a seguinte entrevista:

Agência Brasil: O mundo resolveu desacreditar na ciência?
Duílla de Mello: Estamos passando por um momento muito difícil, de descrédito. As pessoas acham que ciência é religião, que se acredita ou não se acredita. Não é assim. Ciência é baseada em fatos, não precisa de crença. O fato existe, a gente interpreta o fato com método científico. É com muita tristeza que vejo esse passo que a humanidade está dando. Tenho impressão que isso é passageiro, que é só uma regressão que estamos vivendo porque houve um certo descuido, principalmente, dos cientistas que precisam comunicar a ciência todos os dias ao público, e precisa educar o jovem para a ciência. Os cientistas no mundo todo acharam que a escola estava educando o suficiente e demonstrando a importância da ciência. Espero que todos os cientistas acordem, porque passou da hora de comunicar a ciência. É uma coisa muito difícil, não é todo mundo que tem talento de passar conhecimentos difíceis para uma linguagem simples.

Agência Brasil: E paciência para lidar com jornalistas…
Mello: Pois é. Muita gente perde a paciência porque interpretam errado as palavras que a gente fala e aí saem umas coisas erradas. Mas é preciso continuar falando até sair certo.  Hoje, com o alcance da mídia social, a gente pode comunicar para muitos ao mesmo tempo. É complicado [porém] com as notícias falsas. Eu nunca pensei que tivesse de explicar em pleno século 21 que a Terra é redonda ou que as vacinas fazem bem! As pessoas se esqueceram da história da humanidade. A gente precisa lembrar.

Agência Brasil: A senhora atua para despertar o interesse pela ciência, especialmente, das meninas. Isso tem melhorado?
Mello: Tem melhorado no mundo todo, mas cada país vai com um passo diferente. No Brasil, sempre foi um pouquinho melhor do que em outros lugares.

Agência Brasil: Por quê?
Mello: A gente não sabe exatamente os motivos. Mas veja o que acontece, por exemplo no norte Europa. É um absurdo! Eu fui a uma defesa de doutorado na Suécia que só tinha duas mulheres, eu e a mãe do homem que estava defendendo a tese. Havia 80 homens no auditório. Eu fui para a Suécia em um programa de balanço de gênero, para melhorar o número de mulheres nas engenharias e na ciência… É mundial o problema, não é só brasileiro. Nos Estados Unidos, a gente faz um trabalho muito grande com as meninas nas escolas. Não pode esperar virar adolescente. Tem que ser com criança. Na hora que vira adolescente, quer fazer aquilo que sua amiguinha está fazendo. A gente precisa mostrar às meninas que mulher pode fazer o que quiser, desde que ela goste daquilo. Eu tenho certeza que a mulher gosta da engenharia e da ciência também. Ela só não despertou porque não foi motivada. Eu vejo meninas pequenas, criancinhas, interessadas em foguete, no céu e na Lua. Tem uma frase em inglês que diz assim “we are what we see”, “a gente é o que a gente vê”. É preciso mostrar às mulheres na ciência para as meninas e para os meninos também. Quando a gente faz isso, mostra que não existe nenhum problema de gênero. Eu sou esperançosa e já vejo uma mudança disso. Interessante é que em países latinos têm mais mulher na ciência. Muitas vezes, as pessoas têm medo de fazer ciência porque acham que vão morrer de fome, que não vão arrumar emprego. A gente precisa mostrar que não é verdade isso.

Agência Brasil: A senhora trabalhou com o Hubble. Qual o legado do telescópio espacial?
Mello: O Hubble veio para substituir a Missão Apollo. Ele, junto com o ônibus espacial, era o carro-chefe da Nasa. O Hubble fica orbitando a terra e vê o universo acima da nossa atmosfera, que atrapalha a visão das luzes das estrelas. Ele está a cerca de 600 quilômetros de altitude, de onde fica olhando o universo. O Hubble fez, emabril, 29anos – era para ter feito só 15 anos – uma história de sucesso. Ele nos ensinou coisas que não havia a mínima ideia, como a evolução das galáxias, a formação de planetas. O Hubble nos ensinou como que as nuvens formam estrelas. Mostrou muita coisa do sistema solar. A gente viu cometa colidindo com Júpiter, a gente viu isso quase que ao vivo. O Hubble tem papel importantíssimo de desvendar o universo. O telescópio também tem suas limitações. Ele é relativamente pequeno, e enxerga uma área do céu pequena.

Agência Brasil: O Hubble tem parcerias para uso de inteligência artificial?
Mello: O Hubble tem um programa que se chama Ciência do Cidadão, Citizen Science, que é para ajudar a classificar, por exemplo, as galáxias ou discos protoplanetários [formados basicamente por gases]. São muitas imagens, e é preciso a ajuda do público para fazer isso. Também usa o machine learning que é um processo de inteligência artificial para classificar os objetos. O Kepler, que é um satélite que descobre planetas ao redor das estrelas, faz isso também muito bem.

Agência Brasil: O que as descobertas recentes sobre buracos negros agregam para a pesquisa espacial?
Mello: Os buracos negros sempre fascinaram. Era uma previsão teórica do [Albert] Einstein, que durante um século, praticamente, os cientistas tentaram ver. Tínhamos evidências indiretas, mas não tínhamos uma foto. O horizonte de eventos [fronteira ao redor de um buraco negro] mostra a parte mais próxima a um buraco negro, os arredores. Isso comprova todas as teorias que a gente tinha sobre formação de buraco negro. Não podemos confundir os buracos negros estelares com os buracos negros super massivos, que têm até bilhões de vezes a massa do Sol e vivem no interior das galáxias. Os buracos negros estelares, também previstos por Einstein, são fruto da evolução das estrelas muito massivas que explodem as supernovas. Depois o que sobra entra em colapso e forma um buraco negro central. Não temos fotos desses buracos negros, mas temos evidências de que existem. Por exemplo, se tiver estrela do lado, essa começa a perder massa – que está indo para o buraco negro vizinho. A gente consegue detectar aquecimento na região examinada.

Agência Brasil: Que hipóteses explicam a expansão e o aceleramento do universo?
Mello: Foi descoberto há cerca de dez anos que o universo não está apenas se expandindo, como também está acelerando. Isso nos faz eliminar hipóteses de que o universo começou com o big bang, com uma grande expansão, e que depois um dia entraria em colapso em um ponto central novamente. A gente já sabe que isso não vai acontecer. O universo está acelerando e isso é um caminho sem fim. O universo vai continuar expandindo para sempre. Como se descobriu que ele está acelerando? A observação das estrelas, que explodiram a muitos e muitos bilhões de anos atrás, verificou que a velocidade delas tinha aceleração. A aceleração é produzida por uma massa que a gente não vê. Essa massa, chamamos de energia escura. A energia escura é o grande desafio das próximas décadas. Quando a gente faz as contas, dá que mais de 70% do universo seria feito de energia escura. Se a gente somar isso com a matéria escura ao redor das galáxias, que faz parte da massa das galáxias e somam 25% do universo, temos 95% do universo. Então, tudo que a gente estuda na astronomia é só 5%. Estamos no caminho errado. Temos que estudar o resto.

Da Agência Brasil

Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Publicada em - 8:01

Imprimir
Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Última atualização: 19 , agosto 2019 - 08:01

Quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 começa a receber hoje (19) as cotas do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). A Caixa Econômica Federal, que administra o PIS, e o Banco do Brasil (BB), que administra o Pasep, começam a depositar o dinheiro nas contas dos correntistas das duas instituições.

Os demais cotistas poderão fazer os resgates conforme calendário divulgado pela Caixa e o Banco do Brasil. Segundo a Medida Provisória (MP) 889/2019, os recursos do fundo ficarão disponíveis para todos os cotistas, sem limite de idade. Diferentemente dos saques anteriores, agora não há prazo final para a retirada do dinheiro.

A MP facilita o saque por herdeiros, que passarão a ter acesso simplificado aos recursos. Eles terão apenas de apresentar declaração de consenso entre as partes e a declaração de que não existem outros herdeiros conhecidos.

PIS

Tabela do PIS
Tabela do PIS – Arte/EBC

Segundo a Caixa, 10,4 milhões de trabalhadores terão direito ao saque das cotas do PIS. O pagamento deve injetar até R$ 18,3 bilhões na economia brasileira. Hoje, o crédito automático será feito apenas para quem tem conta corrente ou poupança no banco. Em 26 de agosto, será a vez de os cotistas a partir de 60 anos poderem sacar. O pagamento aos trabalhadores com até 59 anos começará em 2 de setembro.

O saque de até R$ 3 mil poderá ser feito nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e nos terminais de autoatendimento, utilizando o cartão Cidadão, com senha. Outra opção é nas agências da Caixa. Acima de R$ 3 mil, somente nas agências da Caixa.

O PIS atende aos trabalhadores da iniciativa privada. Para saber se tem direito às cotas do fundo, o correntista deve consultar o endereço www.caixa.gov.br/cotaspis.

Pasep

Tabela do Pasep
Tabela do Pasep – Arte EBC

No caso do Pasep, administrado pelo Banco do Brasil, estão disponíveis para saque R$ 4,5 bilhões pertencentes a 1,522 milhão de cotistas. Cerca de 30 mil participantes receberão automaticamente o dinheiro hoje. O Pasep atende a servidores públicos, militares e trabalhadores de empresas estatais.

Os cotistas clientes de outras instituições financeiras, com saldo de até R$ 5 mil, poderão transferir o saldo da cota por meio de Transferência Eletrônica de Documento (TED), sem nenhum custo, a partir de 20 de agosto. Os demais cotistas, assim como herdeiros e portadores de procuração legal, poderão realizar os saques diretamente nas agências do BB, a partir de 22 de agosto.

A opção de transferência oferecida pelo BB pode ser feita tanto pela internet, no endereço eletrônico www.bb.com.br/pasep, quanto pelos terminais de autoatendimento. O cotista ainda pode obter informações por meio da Central de Atendimento BB, pelos telefones 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-729-0001 (demais localidades).

Da Agência Brasil

Governador inaugura e autoriza obras em São João do Piauí e Lagoa do Barro

Publicada em 18 de agosto de 2019 - 18:31

Imprimir
Governador inaugura e autoriza obras em São João do Piauí e Lagoa do Barro

Última atualização: 19 , agosto 2019 - 08:14

O governador Wellington Dias esteve nos municípios de Lagoa do Barro do Piauí e São João do Piauí, durante todo este sábado (17), cumprindo agenda de visitas e inaugurações de equipamentos públicos importantes para a população. Obras que irão trazer qualidade de vida como abastecimento d’água e mobilidade urbana. O chefe do executivo foi acompanhado por gestores e lideranças locais.

No Povoado Sete Lagoas, localizado no município de Lagoa do Barro, o governador deu por inaugurado o Sistema de Abastecimento d’água do Programa Água Doce (PAD), uma obra do Emater em parceria com o Ministério do Meio Ambiente. O primeiro sistema de dessalinização na comunidade prevê o atendimento de pelo menos 50 famílias. O sistema de abastecimento d’água com poços profundos no semiárido cristalino piauiense transforma água salobra em água potável, prevenindo doenças renais e pressão alta, prolongando a vida das pessoas e melhorando o IDH da comunidade.

Em Lagoa do Barro, estão sendo investidos R$1.116.000,00 com a implantação de nove sistemas nas comunidades Sete Lagoas, Assentamento Latada, Mimoso, Sitio do Meio, Santa Teresa, Manguinha, Malhadinha, Cacimbas, Vaquejador e Cercado Velho.

Para o prefeito Gilson Nunes, esta foi uma agenda propositiva com muitos resultados. “Entregamos para a sociedade algo que estamos construindo desde o início do mandato, com a elaboração de projetos, licitando, contratando. Agora, estou muito feliz com todas essas parcerias com o Governo do Estado e nossos parlamentares que estão tornando tudo isso realidade. Ficamos felizes com o anúncio de que teremos um Samu que é importante para o nosso município”, antecipou, referindo-se à implantação de um Samu na cidade

O governador visitou as obras urbanização do rio Gameleira que estão sendo realizadas pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) e inaugurou a pavimentação poliédrica de várias ruas de Lagoa do Barro. Ele prestigiou ainda o desenlace da fita inaugural de construção do prédio da Secretaria de Saúde que será realizada pela prefeitura; a inauguração da Praça de Eventos; a inauguração da Praça da Igreja; inauguração do Sistema de Abastecimento de Água do Conjunto Habitacional João E. Coelho e a implantação da iluminação do estádio de futebol João Dias Neto.

Dias autorizou o Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) a tomar as providências necessárias para a recuperação de 50km de asfalto na rodovia entre o município de Queimada Nova e o Posto Fiscal Pipoca. Autorizou ainda a ampliação do sistema de fornecimento de água que deve ser realizado pela Agespisa.

São João do Piauí

Em São João do Piauí, a comitiva visitou as obras de construção do prédio do CER II, uma ação da Secretaria de Saúde (Sesapi) e Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid). “Estudos feitos aqui nessa região nos mostraram que há uma alta incidência de casos de pessoas com deficiência visual e motora, por essa razão vamos implantar este centro de reabilitação que vai oferecer serviços que são disponibilizados apenas em Teresina, evitando o deslocamento dessas famílias para Teresina. Vamos ter laboratórios, salas de fisioterapia, academias, ou seja, um conjunto de ações que ajudam na recuperação dessas pessoas e que, com certeza, vai fazer uma enorme diferença na política para a pessoa com deficiência”, avaliou Wellington Dias.

O secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo reforçou que os serviços estarão mais próximos da população. “Vamos ter atendimentos nas áreas da deficiência visual e fisico-motora. Aquelas pessoas que precisam de uma prótese ocular que antes teriam que ir a Teresina ou qualquer outro grande centro, poderão receber aqui. Aquelas que precisam fazer um tratamento de reabilitação na área física terão esse suporte nesse centro. Todos os municípios que compreendem essa região serão beneficiados com esse equipamento público que vai mudar a qualidade de vida dos piauienses”, disse.

Em São João do Piauí, o governador ainda deu por inauguradas as obras de pavimentação poliédrica das ruas Secundina Sousa, Estan Amorim e Vila Nova. A ação foi realizada pela Secretaria das Cidades (Secid) com um investimento de R$ 727.748,62. Por meio da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), foi descerrada a placa inaugural de reforma e ampliação do Complexo Esportivo de São João do Piauí.

O prefeito Gil Carlos ressaltou a importância das obras para a cidade de São João do Piauí. “É um dia de muita alegria receber o governador para a entrega de obras tão importantes para o município e para o Território da Serra da Capivara”, relatou.

Da Redação

FMS divulga resultado final de teste seletivo

Publicada em 17 de agosto de 2019 - 17:37

Imprimir
FMS divulga resultado final de teste seletivo

Última atualização: 19 , agosto 2019 - 08:15

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina divulgou hoje (15) o resultado final do teste seletivo para contratação temporária de profissionais da área administrativa e da saúde. Posteriormente, será realizada a convocação dos 334 candidatos aprovados para que possam atuar nos estabelecimentos de saúde, conforme necessidade da administração.

Os candidatos aprovados irão substituir os profissionais afastados legalmente nos diversos estabelecimentos de saúde de Teresina para que não haja descontinuidade dos serviços. Eles poderão conferir todos os atos relativos a este Processo Seletivo no site da FMS.

O processo seletivo foi executado sob responsabilidade da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), por meio do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE) e a prova escrita objetiva aconteceu no dia 28 de julho de 2019. O certame contou com a participação de 13.338 inscritos.

Foram ofertadas 334 vagas para níveis superior, médio e fundamental, assim distribuídas: 01 para nível básico, 130 para nível médio e 203 grupo funcional de nível superior, sendo 127 para médicos e o restante para demais cargos de nível superior. As jornadas de trabalho e remuneração dependem dos cargos e podem ser conferidos no edital de n°01/2019.

Confira no site da FMS o resultado

Da Redação

STF invalida dispositivo constitucional que garante pensão vitalícia a ex-governadores do PI

Publicada em 15 de agosto de 2019 - 11:27

Imprimir
STF invalida dispositivo constitucional que garante pensão vitalícia a ex-governadores do PI

Última atualização: 15 , agosto 2019 - 11:27

Na sessão desta quarta-feira (14), o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) invalidou dispositivo da Constituição do Estado do Piauí que prevê o pagamento de subsídio mensal e vitalício para ex-governadores em valor correspondente à remuneração do cargo de desembargador do Tribunal de Justiça local. Por unanimidade, os ministros julgaram procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4555, ajuizada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Entre outros argumentos, a OAB alegava que o dispositivo questionado ofende os princípios republicano, da impessoalidade e da moralidade previstos na Constituição Federal, “uma vez que assenta regalia baseada em condição pessoal do beneficiado”, sem qualquer interesse público a ser amparado.

A Corte acompanhou o voto da relatora, ministra Rosa Weber, no sentido da inconstitucionalidade do artigo 11 do Ato das Disposições Transitórias da Constituição Estadual do Piauí.

Um em cada quatro desempregados procura trabalho há pelo menos 2 anos

Publicada em - 11:22

Imprimir
Um em cada quatro desempregados procura trabalho há pelo menos 2 anos

Última atualização: 15 , agosto 2019 - 11:22

Um contingente de 3,35 milhões de desempregados no país procura trabalho há pelo menos dois anos. Isso equivale a 26,2% (ou cerca de uma em cada quatro) pessoas no total de desocupados no Brasil. Os números do segundo trimestre deste ano são recorde desde o início da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), em 2012.

Os dados foram divulgados hoje (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo os números, no segundo trimestre de 2018 o contingente de desempregados procurando trabalho há no mínimo dois anos tinha menos 196 mil pessoas, ou seja, era de 3,15 milhões.

No segundo trimestre de 2015, o total era de 1,43 milhão de pessoas, ou seja, menos da metade do segundo trimestre deste ano.

“A proporção de pessoas à procura de trabalho em períodos mais curtos está diminuindo, mas tem crescido nos mais longos. Parte delas pode ter conseguido emprego, mas outra aumentou seu tempo de procura para os dois anos”, avalia a analista da PNAD Contínua Adriana Beringuy.

Recuo

No segundo trimestre, a taxa de desemprego do país recuou para 12%, percentual inferior aos 12,7% do primeiro trimestre deste ano e aos 12,4% do segundo trimestre de 2018.

A taxa caiu em dez das 27 unidades da Federação na passagem do primeiro para o segundo trimestre deste ano, segundo os dados divulgados nessa quinta-feira. As maiores quedas ocorreram no Acre, de 18% para 13,6%, Amapá, de 20,2% para 16,9%, e em Rondônia, de 8,9% para 6,7%. Nas outras 17 unidades da Federação, a taxa se manteve.

Na comparação com o segundo trimestre de 2018, a taxa subiu em duas unidades, Roraima (de 11,2% para 14,9%) e Distrito Federal (de 12,2% para 13,7%), e caiu em três: Amapá (de 21,3% para 16,9%), Alagoas (de 17,3% para 14,6%) e Minas Gerais (de 10,8% para 9,6%). Nas demais unidades, a taxa ficou estável.

Da Agência Brasil

Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais

Publicada em - 10:53

Imprimir
Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais

Última atualização: 15 , agosto 2019 - 10:53

O presidente Jair Bolsonaro determina ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio de despachos publicados hoje (15) no Diário Oficial da União, que suspenda o uso de radares “estáticos, móveis e portáteis” até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

De acordo com o documento, a medida tem por objetivo “evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade”.

O despacho do presidente pede também que o ministério “proceda à revisão dos atos normativos internos que dispõem sobre a atividade de fiscalização eletrônica de velocidade em rodovias e estradas federais pela Polícia Rodoviária Federal.

Ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta manhã, Bolsonaro destacou que os radares fixos, aqueles instalados em postes ao lado das rodovias, não entram nessa suspensão, pois o governo tem contratos com empresas que operam esses equipamentos. “Não vamos alterar contratos”, disse. O presidente já afirmou, entretanto, que a intenção é, ao fim do prazo, não renovar esses contratos.

Da Agência Brasil

“Precisamos retomar a qualidade de vida na cidade”, diz Firmino

Publicada em - 10:12

Imprimir
“Precisamos retomar a qualidade de vida na cidade”, diz Firmino

Última atualização: 15 , agosto 2019 - 10:12

Teresina completa 167 anos nesta sexta-feira (16) com missa, corte de bolo e homenagem às personalidades que ajudam a fazer da capital piauiense uma cidade melhor. O prefeito Firmino Filho avalia que sua quarta gestão tem focado em projetos que possam proporcionar a retomada da qualidade de vida para as pessoas.

“Não podemos perder nosso jeito acolhedor, solidário. Temos que refletir se vale a pena termos um crescimento de consumo, um desenvolvimento acelerado sem garantir uma qualidade de vida das pessoas. Esse é um debate muito importante que temos que fazer hoje. Quando a cidade passa a distanciar o local de moradia do local de trabalho e de escola, ela acaba criando um tempo ocioso e piorando a qualidade de vida”, diz Firmino.

Uma das novidades que o prefeito anuncia para organizar melhor a cidade é o novo planejamento territorial, que deve ser enviado para apreciação da Câmara Municipal e lançado ainda este ano. “E muitas das reformas que estamos fazendo tanto do ponto de vista urbano quanto do ponto de vista da mobilidade, principalmente o Plano Diretor de Reordenamento Territorial, que a gente pretende lançar no segundo semestre, busca justamente resgatar isso. Mesmo com a cidade crescendo, temos meios de fazer com que as viagens não sejam tão demoradas. Para isso, basicamente precisamos de uma cidade que tenha vários centros, utilização de espaços privados de forma multiuso, em que a gente incentive que as pessoas morem perto de onde trabalham. Esse é um desafio que está aberto para a cidade”, destaca o prefeito.

Programação

Nesta sexta-feira (16), a programação do aniversário de Teresina tem vários eventos oficiais. A agenda começa às 9h com a Missa de Ação de Graças, que acontecerá na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Amparo, na Praça da Bandeira. Às 11h acontece a Sessão Solene em homenagem à capital na Câmara Municipal de Teresina.

O tradicional corte do bolo será às 16h com o “Parabéns, Teresina!” na Praça do Poti Velho.

À noite, o encerramento acontece no Theatro 4 de Setembro, com a solenidade de Outorga da Medalha do Mérito Conselheiro José Antônio Saraiva, que começa às 20h.

Leilane Nunes