Águas de Teresina amplia cobertura de esgoto e busca universalização do abastecimento

Publicada em 8 de julho de 2019 - 8:17

Imprimir
Águas de Teresina amplia cobertura de esgoto e busca universalização do abastecimento

Última atualização: 8 , julho 2019 - 08:17

Neste domingo (07), a Águas de Teresina completa dois anos de atuação na capital do Piauí. Nesse período, a produção de água aumentou em 17 milhões de litros por dia. A universalização deve ocorrer em 2020. Já o acesso ao esgoto tratado foi ampliado em mais de 60%. A passos largos, Teresina caminha para tornar-se referência em saneamento no Nordeste. Mais de R$ 480 milhões já foram aplicados na cidade. Em 30 anos de contrato, serão investidos R$ 1,7 bilhão.

Bairros que compõem o Grande Dirceu, na zona Sudeste e, ao Norte da cidade a região da Santa Maria da Codipi, Jacinta Andrade, Parque Brasil, para citar alguns exemplos, foram foco do plano de entrada da empresa que executou ações emergenciais para melhoria do fornecimento de água tratada. No ano passado, o B-R-O Bró (período de temperaturas altas) os registros de falta de água reduziram pela metade, quando comparado a 2017. Isso se deve aos investimentos que resultaram na ampliação da produção e distribuição de água.

“Nós tínhamos um problema crônico de falta de água na Vila Meio Norte e hoje nós estamos vivendo uma nova realidade. Foi feita a perfuração de novos poços que vêm abastecendo a comunidade e o serviço presencial quando há necessidade de alguma manutenção acontece de forma efetiva”, avalia Aristeu Soares, Presidente da Associação Comunitária dos Moradores da Vila Meio Norte.

Pelo menos 4.800 famílias que residem no Parque Vitória, zona Sul e Residencial Dilma Rousseff, zona Norte, passaram a contar pela primeira vez com água tratada. Após o esforço desempenhado pelo município para fazer a regularização fundiária, a concessionária implantou rede regular de abastecimento e possibilitou às comunidades um contexto com mais dignidade.

A implantação das redes em áreas onde não havia as ligações padronizadas, a exemplo do que ocorreu no Residencial Dilma Rousseff e Parque Vitória, integra também o plano para a redução de perdas. O índice, antes de 59%, caiu para 56% e a meta é de que em até 10 anos esse número chegue a 25%. Por mês, as equipes fazem uma média de 5.500 reparos de vazamentos.

A cobertura de esgoto cresceu mais de 60%, evoluindo de 19% para 31%, demonstrando a capacidade técnica, operacional e financeira e o comprometimento em avançar no serviço que reflete consideravelmente na qualidade de vida das pessoas e na valorização da cidade.

Para avançar no acesso ao esgoto tratado, a concessionária lançou o programa Teresina Saneada, que prevê a construção de sete estações elevatórias e implantação de 400 km de rede de esgoto. Os bairros inicialmente contemplados foram Matadouro, Parque Alvorada, Aeroporto, Itaperu e Nova Brasília.

“Uma das metas mais ousadas do contrato de subconcessão é promover a ampliação da cobertura de esgoto de modo a termos até o ano de 2033, um índice de 90% da população atendida. O acesso a esse serviço é fundamental para a cidade ser mais valorizada economicamente movimentando, por exemplo, o turismo local e proporcionando valorização imobiliária. Fizemos muito em apenas 2 anos e isso demonstra que seguimos firmes no propósito de tornar Teresina referência em saneamento no nordeste”, diz Cleyson Jacomini, diretor-presidente da Águas de Teresina.

Relacionamento com o público

A média diária de atendimentos saiu de 300 para 2.500. “O crescimento é justificado pela resolutividade e compromisso com que buscamos tratar cada demanda”, comenta Jacomini. Os canais de comunicação também ficaram mais plurais e acessíveis. São oito pontos de atendimento presencial, além da linha telefônica, que funciona 24 horas, através do 0800 223 2000 e 115.

A novidade fica a cargo do WhatsApp 98124 3199, que hoje figura entre um dos mais utilizados canais para falar com a concessionária. O aplicativo Águas App, disponível para Android e iOS também agrada aos mais conectados, a exemplo dos Serviços Online, que pode ser acessado via www.aguasdeteresina.com.br.

“Recomendamos que todas as demandas dos clientes sejam formalizadas junto aos nossos canais de atendimento para que possamos dar as tratativas necessárias. Isso tem nos ajudado muito, a exemplo dos reportes de vazamentos em vias públicas”, avalia o diretor executivo Diego Dal Magro.

A Águas de Teresina também conta com perfis oficial nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e Linked In. Siga @aguasdeteresina. Um canal direto e personalizado é dedicado às lideranças comunitárias. Por meio do Programa Afluentes, a concessionária relaciona-se com cerca de 250 associações de bairros.

“A gente vê o esforço da Águas de Teresina para melhorar o abastecimento de água aqui no município. Uma das coisas que temos que agradecer é essa interlocução com as comunidades. Foi criado um grupo no WhatsApp para a zona Sul e, sempre na medida do possível, as demandas são atendidas. Só temos a agradecer e a empresa está no caminho certo”, destaca Ascânio Sávio, representante da União das Entidades Comunitárias Urbana e Rural.

Emprego e Renda

A empresa figura entre as mais relevantes da capital piauiense, contribuindo para a geração de emprego e renda local, além da valorização profissional. “É muito gratificante quando eu sei que o atendimento que fiz conseguiu resolver a demanda do cliente. A gente percebe essa satisfação quando ele retorna e agradece e esse reconhecimento é bom tanto para mim quanto para o meu colega que executa o serviço. Além disso, é gratificante saber que o nosso trabalho está contribuindo para a saúde na cidade”, avalia Etermaura Neres, operadora de Call Center.

“Eu tenho honra de fazer parte da equipe de manutenção, com funcionários tão profissionais. Cada Ordem de Serviço que é demandada para as nossas equipes, é uma satisfação poder cumprir no prazo e com o máximo de perfeição possível para atender cada vez melhor a nossa cidade e a população”, fala Carlos Augusto, agente de saneamento.

Da Redação

Comente através do Facebook