O programa estabelece, entre outras diretrizes, os requisitos para o credenciamento de laboratórios que farão as análises dos seguintes combustíveis: etanol hidratado, gasolina C e óleo diesel B. Os resultados obtidos pelo programa serão utilizados para geração de indicadores da qualidade dos combustíveis líquidos automotivos comercializados no território nacional.

Greve de caminhoneiros causa desabastecimento de combustível em postos de gasolina da cidade de Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro.
Resolução da ANP institui o Programa de Monitoramento da Qualidade de Combustíveis automotores – Fernando Frazão/Agência Brasil

“O laboratório credenciado não poderá ter vinculação, nem possuir em seu corpo administrativo ou social pessoas diretamente ligadas a produtores de combustíveis ou agentes econômicos ou instituições a eles vinculadas, tais como sindicatos e associações”, diz a resolução.

O documento estabelece também que será permitido ao laboratório credenciado subcontratar, total ou parcialmente, o serviço de coleta e de transporte do material ao laboratório, “desde que permaneça integralmente responsável pelos atos do subcontratado, o qual não poderá ter vínculo societário ou administrativo com os agentes econômicos”.

A ANP realizará processo licitatório para a escolha de laboratório a ser credenciado, por bloco de monitoramento, cujas regras serão definidas em edital a ser divulgado pela imprensa oficial.

Da Agência Brasil

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Seja notificado sempre que novas matérias sejam publicadas ou atualizadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Documentário “Auto de Resistência” tem estreia exclusiva em Teresina

A capital piauiense recebe nesta semana, com exclusividade, a estreia do documentário…

Firmino manda para Câmara projeto de concessão da gestão de terminais de ônibus a empresas

A Prefeitura de Teresina enviou à Câmara de Vereadores um projeto de…