A cidade de Joca Marques (distante 254 km de Teresina) registrou 40 casos suspeitos de malária. O secretário de Saúde, Florentino Neto, designou uma força-tarefa para averiguar a possibilidade de um surto da doença no município e determinou a adoção de providências imediatas para tranquilizar a população.

Técnicos da Sesapi, com apoio da Secretaria de Saúde de Joca Marques, vão realizar a pulverização (fumacê) de inseticida no município para combater e prevenir a presença do mosquito causador da doença. Os veículos equipados com borrifadores percorrerão regiões urbanas e rurais. A ação é válida também contra outras zoonoses a exemplo da dengue.

A malária é causada por protozoários transmitidos pela fêmea infectada do gênero Anopheles. Por isso, a principal forma de transmissão é a picada do mosquito. É importante dizer que a doença não é contagiosa e uma pessoa doente não é capaz de transmitir a malária diretamente para outra.

Quem apresentar os sintomas – que são febre alta, dor de cabeça, tremedeira e calafrios – devem procurar uma unidade de saúde. A malária tem tratamento gratuito ofertado em toda rede de saúde. Em caso de confirmação, o paciente deve seguir de forma correta o uso do medicamento para que não piore da doença.

Da Redação

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Seja notificado sempre que novas matérias sejam publicadas ou atualizadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Documentário “Auto de Resistência” tem estreia exclusiva em Teresina

A capital piauiense recebe nesta semana, com exclusividade, a estreia do documentário…

Cinema de Arte exibe “Primavera em Casablanca”

O filme Primavera em Casablanca é grande estréia do Cinema de Arte…