Equipes da Força Tática do município de Valença prenderam na noite desta quinta-feira (09) dois irmãos que eram os proprietários da chácara onde todo o assalto às agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal de Campo Maior foi planejado.

O serviço de inteligência da Força Tática levantou as informações que levaram à identificação, localização e prisão dos irmãos Delson Ferreira de Moura (29) e Demilson Ferreira de Moura (26).

Ambos haviam fugido da localidade Conceição, zona rural de São João da Canabrava, e estavam escondidos na residência de uma tia em Inhuma, segundo a Companhia de Valença. Demilson Ferreira confessou aos policiais que receberia uma compensação financeira pela cessão da casa e ajuda na logística.

“Após localizarmos a propriedade e apreendermos o veículo modelo Corolla roubado em Teresina e os demais artefatos utilizados para explosão aos bancos, continuamos as diligências em busca de mais pessoas envolvidas no crime”, explica o sargento Ranier.

Os irmãos são parentes do líder da organização criminosa, identificado como Paulo França, morto em confronto com as forças de segurança em Barras.

Após a prisão, as equipes retornaram à localidade Sítio Velho, onde encontraram explosivos no entorno da propriedade, rádio comunicador, cordel detonante e rojões onde os criminosos retiravam a pólvora para montagem do explosivo.

Os presos e todo o material apreendido foram apresentados na delegacia regional de Valença.

Da Redação

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Seja notificado sempre que novas matérias sejam publicadas ou atualizadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Documentário “Auto de Resistência” tem estreia exclusiva em Teresina

A capital piauiense recebe nesta semana, com exclusividade, a estreia do documentário…

Cinema de Arte exibe “Primavera em Casablanca”

O filme Primavera em Casablanca é grande estréia do Cinema de Arte…