O prefeito Firmino Filho assinou a autorização para início do processo licitatório da Parceria Público-Privada (PPP) de Iluminação Pública de Teresina. A previsão é de que o edital seja lançado para o mercado até o final de maio. A PPP é uma delegação, mas a titularidade do serviço continua com a Prefeitura de Teresina. Somente nos primeiros dois anos serão investidos cerca de R$ 130 milhões.

No dia 11 de abril a Prefeitura lançou no Diário Oficial do Município o aviso de resposta sobre a consulta pública da PPP de iluminação de Teresina. No documento consta que foram recebidas 245 contribuições enviadas por 11 empresas. “Agora, com essa autorização do prefeito, iniciou-se a fase interna do processo, que consiste na análise de documentos por parte da Comissão Especial que foi criada exclusivamente para essa licitação”, explicou a secretária municipal de Concessões e Parcerias, Monique Menezes.

Após a análise, a documentação é enviada para a Procuradoria Geral do Município (PGM). “Depois do lançamento do edital, até o final de maio, as empresas interessadas terão conhecimento do projeto e das minutas de contrato. O edital deverá ficar aberto por cerca de 60 dias para o público em geral, de modo que haja tempo para o mercado analisar. A abertura dos envelopes que deve ocorrer possivelmente em julho”, esclareceu Monique.

Ela ressalta que a  PPP de iluminação pública vai aumentar o parque energético de Teresina com a melhoria do serviço para a população. As primeiras zonas a serem beneficiadas serão o Centro da cidade e as zonas Norte e Sul.

Da Redação

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Seja notificado sempre que novas matérias sejam publicadas ou atualizadas.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Prefeitura de Teresina convoca mais 16 professores substitutos

A Prefeitura de Teresina divulga mais uma lista de aprovados no processo…

Músico esquece compras na parada de ônibus, mas vendedora encontra e devolve

O dito popular de que “o mundo é dos espertos”, pelo visto,…