Violência

UFPI denuncia caso de pichação homofóbica à Polícia Federal

Na pichação continha o seguinte escrito "Vamos matar viado” na caixa de descarga e a imagem chocou alunos da instituição e também internautas após ter viralizado nas redes sociais.

Publicada em 11 de outubro de 2018 - 18:56

Imprimir
UFPI denuncia caso de pichação homofóbica à Polícia Federal

Última atualização: 12 , outubro 2018 - 13:25

A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da direção do Centro de Ciências Agrárias (CCA), denunciou a Polícia Federal nessa quarta-feira, (10/10), o caso de pichação contendo ameaças contra às pessoas homoafetivas escrita em um dos banheiros do setor.

Na pichação continha o seguinte escrito “Vamos matar viado” na caixa de descarga e a imagem chocou alunos da instituição e também internautas após ter viralizado nas redes sociais.

Segundo a instituição, apesar das pichações homofóbicas, não aceita e não compactua com nenhum atitude criminosa, preconceituosa, misógina, homofóbica e racista e destaca ainda que caso mais alunos sofram algum tipo de ameaça, seja física ou verbal, que formalize as denúncias, inclusive, que registre Boletins de Ocorrência na polícia e informando a ouvidoria da UFPI.

“A UFPI só pode agir com denúncias formalizadas, em que as pessoas não fiquem anônimas, para que providências junto aos órgãos sejam tomadas”, esclarece a superintendência de Comunicação Social da universidade

Comente através do Facebook