dívida

Eleito de deputado, Frota pode ser preso por dever R$ 60 mil de pensão

Frota não podia ser preso devido ao período que antecedeu a eleição

Publicada em 9 de outubro de 2018 - 11:10

Imprimir
Eleito de deputado, Frota pode ser preso por dever R$ 60 mil de pensão

Última atualização: 9 , outubro 2018 - 11:16

Alexandre Frota (PSL), eleito deputado federal em São Paulo, poderá ser preso em três dias caso não pague a dívida de pensão alimentícia do filho, Mayã Frota. O valor chega a R$ 60 mil, determinado pela justiça.

O jovem está movendo um processo contra o pai e, no início, a causa era no valor de R$ 9.176,24, mas devida a inadimplência do ex-ator pornô, foi acrescida de juros e correção. Na ultima semana, a Justiça pediu a soma da dívida, chegando a casa dos 60 mil.

Frota não podia ser preso devido ao período que antecedeu a eleição, que terminou a meia-noite desta terça-feira (09). Como ainda não foi oficialmente diplomado, ele ainda não tem foro privilegiado.

Mauã desabafou no último domingo (07) no Twitter, ao publicar que o pai, agora eleito deputado federal, é “ex-ator pornô e ex-viciado em cocaína”, e ainda queria um aborto. Frota rebateu a acusação. “O Mayã resolveu me atacar com esse post, achando que vou ficar perturbado. Com 18 anos na cara prestes a fazer 19 faz parte dessa geração revoltadinha”, disse.

O jovem mora atualmente na Bélgica com a mãe.

Com informações Extra

Comente através do Facebook