71 torcedores

Justiça mantém proibição de torcedores em jogos do Vasco

A decisão foi mantida pelo juiz em exercício no Juizado do Torcedor e Grandes Eventos do Rio de Janeiro, Bruno Rulière

Publicada em 21 de agosto de 2018 - 13:04

Imprimir
Justiça mantém proibição de torcedores em jogos do Vasco

Última atualização: 21 , agosto 2018 - 13:04

71 torcedores do Vasco da Gama vão continuar proibidos de ir aos eventos esportivos do time. A decisão foi mantida pelo juiz em exercício no Juizado do Torcedor e Grandes Eventos do Rio de Janeiro, Bruno Rulière. Os torcedores estiveram nesta segunda-feira (20), no Fórum Central do Rio, em audiência de instrução e julgamento de processo instaurado no ano passado.

A proibição aconteceu após a PM apreender um punhal, um soco inglês, além de um porrete e fogos de artifício com os jogadores, que estavam reunidos antes de jogo Flamengo x Vasco no dia 28 de outubro de 2017. Um dos policiais reconheceu entre os réus seis integrantes da Força Jovem do Vasco, sendo que uma decisão judicial havia proibido reunião do grupo num raio inferior a 5 quilômetros do local de partida de futebol.

De imediato eles foram presos por policiais do Grupo Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) da Polícia Militar acusados de formação de quadrilha (artigo 288 do Código Penal), incitação à violência (artigo 41-B da Lei 10.671/03) e de desobediência (artigo 330 do Código Penal), por desrespeitar decisão judicial.

Uma nova audiência está marcada para 5 de novembro próximo.

Com informações Agência Brasil

Comente através do Facebook