negociação pode acontecer

Servidores da saúde de Teresina decretam Estado de Greve

A mudança ocorreu devido ao agendamento de uma negociação com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) para a próxima semana.

Publicada em 7 de julho de 2018 - 11:54

Imprimir
Servidores da saúde de Teresina decretam Estado de Greve

Última atualização: 7 , julho 2018 - 11:54

A greve dos servidores da saúde, que era para começar na ultima quinta-feira (05), foi suspensa e a categoria decidiu  Estado de Greve,após Assembleia Setorial Unificada. A mudança ocorreu devido ao agendamento de uma negociação com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) para a próxima semana.

Em nota, o Sindicato dos (as) Servidores (as) Públicos (as) Municipais de Teresina (Sindserm) informa que o Estado de Greve permite que, conforme o andamento das negociações, o movimento paredista pode retornar a qualquer momento.

O movimento abrange assistentes sociais, farmacêuticos, psicólogas, profissionais de radiologia, administrativos, agentes de portaria, técnicos de patologia, médicos e trabalhadores do SAMU.

Os servidores estiveram na manhã da última quinta-feira (05) na frente à FMS para realizar um ato e cobrar respostas da gestão sobre as demandas do setor.

Comente através do Facebook