Zona Sul

Caminhão de lixo atropela e mata cachorro na zona Sul

O caso foi registrado por câmeras de segurança e o vídeo compartilhado nas redes sociais por uma moradora da região.

Publicada em 14 de junho de 2018 - 18:25

Imprimir
Caminhão de lixo atropela e mata cachorro na zona Sul

Fonte: Márcia Gabriele

Última atualização: 14 , junho 2018 - 18:45

Um caminhão do lixo, que presta serviço a Prefeitura de Teresina, atropelou e matou um cachorro que dormia embaixo de uma árvore, na manhã dessa quarta-feira, (13/06), na quadra 22 do Conjunto Alberto Hidd, na zona Sul.

O caso foi registrado por câmeras de segurança e o vídeo compartilhado nas redes sociais por uma moradora da região e acabou ganhando repercussão ao ser compartilhada pelas redes sociais.

Nas imagens mostram o momento em que o caminhão do lixo passa pela rua e faz uma parada antes de partir para cima do cachorro. Após matar o animal, nenhum dos trabalhadores pararam para socorrê-lo e seguiram como se nada tivesse acontecido.

Talita Sampaio, moradora da região, afirmou que no último mês, pelo menos, quatro cachorros já morreram vítimas de ações criminosas.

Em nossa rua sempre aparecem cachorros, pois procuramos cuidar da melhor forma que podemos. Botamos comida, damos banho e alguns mais idosos até colocamos em casa. Antes do ‘Palito’, já haviam aparecido outros cachorros mortos. Uma delas apareceu sangrando e descobrimos que haviam introduzido vários objetos cortantes no órgão genital dela, que acabou não resistindo e morreu. Outro apareceu todo machucado a pauladas. São coisas horríveis. A gente cuida mas sempre se choca com a frequência que acontecem esses maus-tratos”, destaca Talita, que promete levar o caso à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e a Comissão de Proteção aos Animais da OAB.

Em nota, a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habilitação (Sembuh), lamenta o ocorrido e garante que o caso já foi notificado para que possa identificar o condutor, averiguar o acontecido e tomar as devidas providências. Além disso, repudia qualquer tipo de maus-tratos aos animais e irá cobrar para que atitudes sejam tomadas e que situações como esta não se repitam.

CRIME AMBIENTAL 

O artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, presente na legislação brasileira, considera que praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime passível de detenção, de três meses a um ano e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal. 

Comente através do Facebook