Sessão Pipoca

Cinema de Arte

Cinépolis inicia projeto de cinema independente em Teresina

O filme Submersão, com atores premiados ao Oscar, abre a programação.

Publicada em 11 de abril de 2018 - 8:51

Imprimir
Cinépolis inicia projeto de cinema independente em Teresina

Fonte: Daniely Viana

Última atualização: 14 , maio 2018 - 08:59

Os filmes independentes têm vez na capital piauiense e eu fui conferir! Na noite da terça-feira (10/04), o Cinépolis recebeu a abertura do Cinema de Arte, uma iniciativa que traz produções que, possivelmente, não seriam exibidas no circuito comercial de cinemas. O filme Submersão, com atores premiados ao Oscar, abre a programação.

Desde 2015, o Cinema de Arte é exclusivo para o público do Cinépolis, que pode assistir filmes nacionais e internacionais vencedores dos principais festivais.Para apresentar o projeto ao Piauí, o Cinépolis trouxe o jornalista e curador Pedro Martins Freire. O cearense assumiu o Cinema de Arte em 1981, embora exista desde a década de 60. “O cinema de arte é um projeto criado em Fortaleza, moldado na França, sendo um movimento que começou após os anos 20 e 30. Os cineastas francesas achavam que o cinema era arte e não comercial”, explica.

Pedro Martins também revela como os filmes são escolhidos. “Acompanho principalmente os independentes, a partir dos festivais, depois fico sabendo daqueles que mais tiveram repercussão da crítica. Quando esses filmes chegam ao Brasil, já fico em contato com a distribuidora para exibir nas cidades que eles não chegariam”, conta.

Na capital, os filmes são exibidos toda semana em duas sessões por dia.

SUBMERSÃO ABRE A PROGRAMAÇÃO

Tendo como protagonistas os atores James McAvoy, conhecido pela saga X-men, e a vencedora do Oscar Alicia Vikander, Submersão nos leva ao questionamento entre amor X dever. O filme é baseado no romance de J.M. Legard, dirigido por Wim Wenders.

Alicia é a biomatemática Danielle Flinders, estudiosa que busca respostas sobre a vida no fundo do mar. Ela tem o sonho de que a hipótese de sua tese seja confirmada, até que conhece o engenheiro hidráulico James More (McAvoy). Eles se apaixonam, mas o dever os separa.

O longa abriu o 65 º Festival de San Sebástian e teve o ínfimo orçamento de US$ 15 milhões, bem abaixo dos altos valores dos filmes hollywoodianos.

A estreia nacional aconteceu no dia 12/04.

Comente através do Facebook